SE EU NÃO PAGAR O DÍZIMO À MINHA IGREJA EU NÃO SEREI ABENÇOADO?

CLIQUE AQUI, OUÇA O ÁUDIO DOPROGRAMA A VOZ E A VERDADE, MEDITE, PARTILHE.

Olá, Graça e Paz.

Você conhece os seguintes versos da Bíblia que estão no livro de Deuteronômio 14:28,29? “Ao fim de três anos tirarás todos os dízimos da tua colheita no mesmo ano, e os recolherás dentro das tuas portas;

Então virá o levita (pois nem parte nem herança tem contigo), e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão dentro das tuas portas, e comerão, e fartar-se-ão; para que o Senhor teu Deus te abençoe em toda a obra que as tuas mãos fizerem”. Deuteronômio 14:28,29.

Você já leu esses versos?

Conversando com uma senhora idosa, muito religiosa, e que recebe só meio salário mínimo de aposentadoria, porque o restante já é descontado de outros compromissos, ela me disse que paga ou entrega o dízimo em sua igreja a cada mês, inclusive o dízimo de uma pensão que sua parenta recebe de seus pais já falecidos, por que julga certo e tem medo de Deus não mais lhe abençoar.

Expliquei-lhe com amor que na Bíblia sagrada o dízimo foi estabelecido por Deus para o povo de Israel, quando o mesmo saiu do cativeiro egípcio e era destinado à tribo de Levi, aos levitas e sacerdotes, objetivando suprir a pobreza dos mesmos, por não receberem herança em Israel, enquanto que as onze demais tribos receberam herança.

Em Números 18: 20 a 23, Deus estabeleceu que os levitas receberiam os dízimos da terra, sempre alimentos do campo, animais e, ou, vegetais (Levíticos 27:30-34), nunca dinheiro, ouro ou prata, mas que os levitas fariam todo o trabalho da tenda da congregação, enquanto que o povo de Israel nada fazia ali, bem diferente do que as igrejas fazem hoje, onde os membros fazem 99% do trabalho dos templos e os líderes remunerados, só o complemento.

Falei-lhe também que como diz Deuteronômio 14:28 e 29, as viúvas, órfãos e estrangeiros, além de não pagarem dízimos, a cada 3 anos como lemos, comiam os dízimos, alimentos coletados naqueles anos, junto com os levitas, estes por não terem herança em Israel.

Falei-lhe que quando Cristo morreu na cruz o véu foi rasgado de alto a baixo, indicando o fim do sistema cerimonial, o fim do sacerdócio levítico, o fim do dízimo. Perguntei-lhe se sua igreja ´que recebia seus dízimos, mesmo ilegalmente, a cada 3 anos distribuía os dízimos com os órfãos, as viúvas e os estrangeiros, além do falso levita, o pastor? Ela me disse que não.

Além disso, lhe falei que Jesus nunca pagou dízimos, 1º. Por ser pobre e carpinteiro com seu pai e na época, qdo. ainda vigorava o dízimo não o pagava assalariados (pedreiros, carpinteiros, lavandeiras, professores,…), só quem plantava ou quem criava animal, por isso Jesus não era dizimista, e que em todo o Novo Testamento, após a cruz, não existe um só registro bíblico dos membros da igreja de Cristo praticando dízimos, senão de ofertas voluntárias, e dessa forma, sem dízimos, sem empresas da religião, o evangelho foi levado a toda a criatura nos dias apostólicos (Colossenses 1:23).

Oro ao Deus único e verdadeiro, Deus e Pai do nosso Senhor Jesus Cristo e em seu nome, que conceda a você a mim o espírito de generosidade em ofertar, não em dizimar, o de ofertar liberal e voluntariamente para a obra de Deus, quando de Deus, e para ajudar aos necessitados, pois Jesus disse que qdo fazemos a esses, a ele o fazemos.

E conhecereis a verdade – disse Jesus – e a verdade vos libertará. João 8:32, Amém, Aleluia!!!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Traduzir Site »