Header
Header
Header
Header
Header

SATANÁS NUNCA PODERÁ VENCER O ETERNO PROPÓSITO DE DEUS

setembro 27th, 2013 | Posted by Paulo Pinto in Artigos

Hoje em dia, Satanás parece tão bem sucedido, como nunca o foi antes, não apenas em levantar adversários, a fim de perseguir e destruir o povo de Deus, mas também em privá-los da fé na Palavra de Deus, usando a crítica textual naturalista ao Novo Testamento  e o modernismo dela resultante. Será que, finalmente, o astuto Satanás vai ter sucesso?  Não, porque a sua batalha já está perdida.

A Bíblia mostra que Satanás foi, certa vez, a mais bela das criaturas de Deus. Ele era “o querubim, ungido para cobrir, estabelecido no monte santo de Deus, o qual  estava no meio das pedras afogueadas… Estrela da manhã.” Mas ele caiu, por causa do orgulho, levando com ele uma multidão de espíritos rebeldes  (2 Pedro 2:4Judas 1:6). E, após sua queda, ele iniciou uma ousada guerrilha contra Deus.

No Jardim do Éden, Satanás, conhecido como Diabo,  persuadiu nossos primeiros pais a violarem a Aliança de Obras, tendo, assim, envolvido toda a raça humana em sua ruinosa conspiração.

Mas Deus estava pronto a neutralizar o estratagema de Satanás. Mesmo antes de ter criado o mundo, Ele já havia providenciado um remédio para o pecado de Adão. Através da eterna Aliança da Graça, Deus nomeou o Seu Filho Jesus Cristo para ser o Segundo Adão e fazer o que o primeiro Adão havia deixado de fazer, ou seja, cumprir a Aliança das Obras, que fora quebrada, para salvar o Seu povo da condenação.  Conforme a 1Co 15:21-22,  “Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem. Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo”.

Pela Sua vida de perfeita obediência e pelos Seus sofrimentos e morte, o Senhor  Jesus cumpriu perfeitamente as exigências da Aliança das Obras, e pagou a penalidade do pecado causado pela sua violação. Pela Sua obediência, Cristo ganhou para o Seu povo o dom da justificação e o livrou da culpa do pecado de Adão, conforme Romanos 5:19: Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos”.

Pelo poder do Espírito Santo (de Deus), Cristo une o Seu povo a Si mesmo e o constitui uma nova raça. Conforme a 2 Co 5:17 “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”.

 E, finalmente, Sua obra salvadora vai culminar na restauração de todo o universo, segundo Apocalipse 21:5: “… Eis que faço novas todas as coisas.”

Em Seu eterno plano e propósito, Deus decretou a queda de Satanás  e a neutralização do pecado de Adão, a fim de que Ele possa revelar a Sua ira, o Seu poder, a Sua longanimidade e o Seu amor e misericórdia em favor da nossa redenção. Em Romanos 9:22-24, lemos: E que direis se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição; para que também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que para glória já dantes preparou, os quais somos nós, a quem também chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios? –

Os ataques de Satanás contra  a Bíblia Sagrada estão destinados ao fracasso, porque a Bíblia é o Livro da Aliança (Êxodo 24:7). Ela é eterna,  infalível, pura e correta. Nela Deus revela tudo que Lhe diz respeito e também Se revela como o Deus de Abraão, Isaque e Jacó.

Ele Se revela como o Deus Criador e Todo Poderoso, como  o fidelíssimo Deus da Aliança, …Salvador da humanidade. Ele é o Deus da História, o Deus da Salvação.  Nela, o Seu Filho Jesus Cristo Se revela aos pecadores como Profeta, Sacerdote e Rei.

“Creio que Jesus morreu por mim!” Esta confissão é o fundamento de todo o sistema de pensamento cristão, o princípio da lógica da fé.  E porque o Evangelho é verdadeiro e necessário à salvação das almas, a Bíblia, que o contém, foi infalivelmente  inspirada e tem sido providencialmente preservada através das eras.  

Então, caros leitores cristãos, continuem com esta lógica. Fiquem espiritualmente cônscios dos ataques à Bíblia, principalmente os da crítica textual ao Novo Testamento. Coloquem-se firmes ao lado de Cristo e recebam das mãos de Deus o legítimo texto da Escritura Sagrada contido na V.A. da Bíblia King James. E, conforme as palavras de Efésios 6:14-18, Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da  justiça; E calçados os pés na preparação do evangelho da paz; Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos”, prosseguindo na vitória contra Satanás e seus asseclas”.

Jesus nos garantiu: “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar” (Mateus. 24:35).

Texto adaptado da obra  The King James Version Defended, de Dr. Edward F. Hills. http://av1611.com/kjbp/articles/hills-why-satan-can-not-win.html

Mary Schultze, 26/09/2013.

LEIA TAMBÉM:

A Versão do Rei Tiago, a qual Deus endossou e abençoou por quase 400 anos, deve ser mantida, pois é a verdadeira Palavra de Deus. A tradução em português que mais se aproxima da ‘King James’ é a Almeida Revista e Corrigida Fiel, editada pela SBTB do Brasil. (Ver ultima página)
Devido à sua pureza, o Texto Majoritário foi usado por todos os reformadores protestantes dos séculos 15, 16 e 17, para suas traduções. Isto atraiu a ira da Igreja Romana, e dezenas de milhares dos verdadeiros crentes que estudavam e publicavam a Bíblia verdadeira foram martirizados.

http://www.adventistas-historicos.com/arquivos/As_Versoes_Biblia.PDF

 

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

Deixe uma resposta