Header
Header
Header
Header
Header

ROBÔ JAPONÊS PRONUNCIA SUAS PRIMEIRAS PALAVRAS NO ESPAÇO

setembro 6th, 2013 | Posted by Paulo Pinto in Artigos

KIROBO

ROBÔ
Kirobo chegou à ISS no mês passado com 5,4 toneladas de material e mantimentos para os tripulantes Kirobo, um pequeno robô japonês enviado à Estação Espacial Internacional (ISS) para fazer companhia a um astronauta nipônico, pronunciou as primeiras palavras de um robô no espaço, anunciaram os criadores do androide. – Em 21 de agosto de 2013, um robô deu um pequeno passo para um futuro melhor para todo o mundo – disse Kirobo em uma frase que recorda a pronunciada por Neil Armstrong na Lua em 1969. – Olá a todos na Terra! Sou Kirobo. Sou o primeiro robô astronauta do mundo que fala. Muito prazer – completou em japonês. Na quarta-feira foram exibidas pela primeira vez as imagens de Kirobo no espaço, durante uma reunião do Comitê Olímpico Internacional (COI) em Buenos Aires. O robô, que pode posar como um atleta, manifestou apoio à candidatura de Tóquio para receber os Jogos Olímpicos de 2020. A capital japonesa disputa a sede com Madri e Istambul. A decisão será anunciada no sábado. Kirobo chegou à ISS no mês passado com 5,4 toneladas de material e mantimentos para os tripulantes. Idealizado pelo especialista em robótica Tomotaka Takahashi e desenvolvido por cientistas da Universidade de Tóquio, da Toyota, da Agência de Exploração Espacial (Jaxa) e do grupo publicitário Dentsu, o pequeno Kirobo conversará com naturalidade, em japonês, com o astronauta nipônico Koichi Wakata, que chegará à ISS no fim do ano. Kirobo é inspirado no ‘Astro Boy’, personagem de mangá criado pelo desenhista Osamu Tezuka. O androide, de 34 centímetros de altura e quase um quilo, caminha, reconhece rostos e registra imagens. O objetivo do projeto Kirobo é estudar em que medida um robô de companhia pode dar apoio moral a pessoas isoladas durante longo período. (Zero Hora com informações da AFP)
FONTE: JC e-mail 4807, de 06 de setembro de 2013.?

É IMPRESSIONANTE COMO O HOMEM É INGRATO E MUITAS VEZES NÃO RECONHECE A SUA ORIGEM SUPERIOR E CRIAÇÃO INTELIGENTE POR UM DEUS ÚNICO E VERDADEIRO.
ESSE ROBÔ DEVE TER CUSTADO BILHÕES E MUITA CIÊNCIA E APENAS FALOU SUAS PRIMEIRAS PALAVRAS.

SÃO MUITO APROPRIADAS AS PALAVRAS DO SALMISTA DAVI NO SALMO 139:

1SENHOR, tu me sondaste, e me conheces.

2Tu sabes o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento.

3Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos.

4Não havendo ainda palavra alguma na minha língua, eis que logo, ó Senhor, tudo conheces.

5Tu me cercaste por detrás e por diante, e puseste sobre mim a tua mão.

6Tal ciência é para mim maravilhosíssima; tão alta que não a posso atingir.

7Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face?

8Se subir ao céu, lá tu estás; se fizer no inferno a minha cama, eis que tu ali estás também.

9Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar,

10Até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá.

11Se disser: Decerto que as trevas me encobrirão; então a noite será luz à roda de mim.

12Nem ainda as trevas me encobrem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa;

13Pois possuíste os meus rins; cobriste-me no ventre de minha mãe.

14Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem.

15Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra.

16Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia.

17E quão preciosos me são, ó Deus, os teus pensamentos! Quão grandes são as somas deles!

18Se as contasse, seriam em maior número do que a areia; quando acordo ainda estou contigo.

19Ó Deus, tu matarás decerto o ímpio; apartai-vos portanto de mim, homens de sangue.

20Pois falam malvadamente contra ti; e os teus inimigos tomam o teu nome em vão.

21Não odeio eu, ó Senhor, aqueles que te odeiam, e não me aflijo por causa dos que se levantam contra ti?

22Odeio-os com ódio perfeito; tenho-os por inimigos.

23Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos.

24E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

Deixe uma resposta