Header
Header
Header
Header
Header

RATO EM GARRAFA DE COCA-COLA

setembro 15th, 2013 | Posted by Paulo Pinto in Artigos

VEJA O VÍDEO EM: https://www.facebook.com/photo.php?v=10201846256979100

A história da Coca-Cola em Portugal

  • 1928 Fernando Pessoa escreveu o slogan de lançamento da Coca-Cola: “Primeiro, estranha-se. Depois, entranha-se”. A coca-cola viria a ser interdita pelas autoridades, por, alegadamente, se tratar de um produto susceptível de criar habituação.

O director de Saúde de Lisboa – Ricardo Jorge – mandou apreender o produto existente no mercado e deitá-lo ao mar. Ricardo Jorge justificava o seu entendimento argumentando que se do produto faz parte a coca, da qual é extraído um estupefaciente, a cocaína, a mercadoria não podia ser vendida ao público, para não intoxicar ninguém; mas se o produto não tem coca, então anunciá-lo com esse nome para o vender seria burla, o que igualmente justificava que ele não fosse permitido no mercado. Perante o «slogan» de Fernando Pessoa, o médico entendia que ele era o próprio reconhecimento da toxicidade do produto, pois que, se primeiro se estranhava e depois se entranhava, isso é precisamente o que sucede com os estupefacientes que, embora tomados a primeira vez com estranheza, o paciente acaba por adquirir a sua habituação”. (destaque acrescentado)

FONTE: http://pt.wikipedia.org/wiki/Coca-Cola

 

 

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

Deixe uma resposta