Header
Header
Header
Header
Header

O OUTRO CONSOLADOR. QUEM SERIA?

agosto 23rd, 2013 | Posted by Paulo Pinto in Artigos

tempo do fim

Muitos Cristãos defendem hoje que quando o Senhor Jesus se referiu ao Outro Consolador, (João 14:16) estava se referindo à terceira pessoa do dogma da Santíssima Trindade.  Estaria mesmo Jesus se referindo a uma outra Deidade como ensina o dogma da trindade? Estaria Jesus ensinando a existência de um terceiro ser Divino?  Deixemos que a própria palavra de Deus responda a estas perguntas e tire você mesmos suas conclusões.

Nosso Salvador deixou-nos um exemplo bem claro de como devemos estudar as Escritura Sagradas, quando após sua ressurreição encontrou-se com dois discípulos á caminhos da aldeia de Emaús: E, começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que dele se achava em todas as Escrituras. (Lucas 24:27). É exatamente isso que iremos fazer agora, deixar a Palavra se explicar.

 

O texto que iremos discorrer é: João 14: v16 E eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre. Observe que no verso seguinte Jesus inicia sua explicação do verso 16, referindo-se ao que seria enviado Ele diz: O Espírito de verdade. Agora reflita: quem é o caminho a verdade e a vida? Continuemos em nosso estudo, observe que em seguida Jesus diz: v18 Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós.

De que volta Jesus está aqui se referindo? Seria quando Ele voltar a este mundo para buscar Seu povo? Ou estaria se referindo a promessa que Ele faria em Mateus 28:20 … E eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Continuemos explicando, ou melhor, que Jesus mesmo continue explicando, observe novamente no verso v23 Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.

Como poderia Jesus e o Pai vim fazer morada no coração do crente e de que forma se daria isso? Então Jesus responde no v28 Ouvistes que eu vos disse: Vou, e volto para vós. Se me amásseis, certamente exultaríeis porque eu disse: Vou para O Pai; porque meu Pai é maior do que eu.

Bem, já podemos ver pelo próprio capítulo que Jesus se referia a ele mesmo, mas, teria a Palavra de Deus mais informações as quais poderíamos confirmar que Jesus se referia a Ele mesmo?

Continuemos: Todos nós Cristãos cremos que os profetas foram inspirados pelo Espírito Santo e isso é verdade,

 

porém, o apóstolo Pedro em sua primeira carta nos revela quem foi quem inspirou os profetas, vejamos:

 

1º Pedro v11 “Procurando atentamente saber o tempo e as circunstancias oportunas, indicada pelo Espírito de Cristo que neles estava, (neles quem? Os Profetas) ao predizer os sofrimentos de Cristo e as glórias que O seguiria.

Mas, esse raciocínio de que o Espírito Santo é o Espírito de Cristo, é também partilhado por outros escritores bíblicos? Vejamos: O apostolo Paulo na 2ª carta aos Coríntios cp 3 faz uma alusão aos judeus que estava vivendo ainda na aplicação da lei cerimonial de Moisés, do v14, Paulo diz que o entendimento deles estava endurecido, pois ao continuar sacrificando o cordeiro, um véu era posto sobre o coração deles, e isso ainda é assim até os dias de hoje, mas, 2º Coríntios 3 v16 diz: Porém, quando um deles se converte para o Senhor (Jesus), então é retirado o véu.

Quem o converte? Paulo da a resposta no v17 O Senhor (Jesus), é o Espírito. E onde está o Espírito do Senhor (Jesus) aí há liberdade.

 

Lembre-se é Jesus quem nos liberta da opressão do pecado. Esse ensino do apóstolo aos coríntios é ainda hoje o mesmo para nós, Paulo revela esse maravilhoso fato em Gálatas cp 4, v4 Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, v5 Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos. Quando somos convertidos as doutrinas de Cristo, diz Paulo v6 E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai.

 

Que maravilhoso é saber que é Jesus o amado Filho do Pai quem  está em nosso coração  !

 

Agora fica mais fácil entender quando Jesus diz: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

 

Ainda há muitas outras passagens esclarecedoras sobre o assunto você pode ler:

Atos 16: 6 e 7 “E, passando pela Frígia e pela província da Galácia, foram impedidos pelo Espírito Santo de anunciar a palavra na Ásia. v7 E, quando chegaram a Mísia, intentavam ir para Bitínia, mas o Espírito de Jesus não o permitiu.;

Atos 20: 28  Cuidai de vós mesmo e de  todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos colocou como bispos, para pastoreardes a igreja de Deus, que ele comprou com seu próprio sangue; Quem comprou com o seu próprio sangue a igreja de Deus, Jesus ou outro?

Romanos 8: 9 “ Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.

Veja também:  Apocalipse 3: 1,5 e 6. (Quem é que estava falando as igrejas?)

 

A grande questão de incorrer em graves erros doutrinários é nos afastarmos da verdade salvadora, e que quando adotamos ensinos que vão além do que estar escrito na bíblica, fechamos assim as possibilidades de permitimos que o Espírito Santo nos convença da justiça, do juízo e do pecado.

 

Outro agravo e que passam a defender, é ao afirmar-se que o Outro Consolador é uma terceira Deidade, roubando assim do Único Deus e Senhor a soberania do universo, além de estarmos diretamente transgredindo o primeiro mandamento que diz:

Êxodo 20 v3 “Não terás outros deuses diante de mim.” ( Mim ) Pronome pessoal no singular. Por intermédio do profeta Isaias o Deus único e verdadeiro nos deixa bem claro que, Isaias cp 42 v8 Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor às imagens de escultura. Queridos amigos, finalizamos com uma abordagem do apóstolo Paulo 1º Coríntios cp 8 v5 Porque, ainda que haja também alguns que se chamem deuses, quer no céu quer na terra (como há muitos deuses e muitos senhores), v6 Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por Ele.

 

Se o amigo(a) ficou interessado em estudar mais sobre esse ou outros assuntos bíblicos, estaremos a sua disposição, entre em contato conosco e solicite mais informações.

Oliveiros Montenegro

Fone: (83) 8706 4266

 

 

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

5 Responses

  • Sncero Ribeiro Filho says:

    Por gentileza, gostaria de uma conclusão do tema! E aproveitando a…, me respondam uma dúvida: Em que realmente creem vocês no que diz respeito a doutrina de um Deus triuno e qual a diferença com a crença dos Testemunhas de Jeová?

  • Pingback: RESPONDENDO A UM IRMÃO QUE EM SUA SINCERIDADE AINDA CRÊ QUE DEUS É UMA DIVINDADE TRIPLA | Ao Deus Unico

  • Bruno César says:

    A Paz do Senhor Jesus amados!

    Gostaria de fazer algumas considerações a luz da palavra, gostaria de deixar claro que não tenho a pretensão de ser dono da verdade.

    1.O propósito da volta de Cristo abordado no capítulo 14 do evangelho de João – O v.23 apresentado trata da vinda em resposta ao amor ao Senhor provado na prática da palavra em amor, e essa vinda é pra fazer morada no homem, uma vez que o mesmo foi transformado em templo e morada do Espirito Santo conforme Paulo ensina em 1Coríntios 6.19 e 20 ” 19 Ou não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual possuís da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? 20 Porque fostes comprados por preço; glorificai pois a Deus no vosso corpo.” Logo o amado descontextualizou o texto, o verso que trata da finalidade da volta do capítulo 14 é o v3 ” 3 E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.” Assim sendo a volta aqui é arrebatamento, “PARA QUE ONDE EU ESTIVER ESTEJAIS VÓS TAMBÉM”

    Na prática da exegese o contexto pode vir antes ou depois neste caso é antes.

    2. O Espírito de verdade é o próprio Jesus ou é tbm de Jesus? Esse ponto ficou um tanto confuso no exposto acima, hora é afirmado no texto que é o próprio, hora diz que o Espirito Santo é o Espírito de Cristo. O texto usado para alegar que Cristo é o Espírito da verdade é o v.17 que usa o termo Espírito da verdade,.mas na verdade O Senhor Jesus está apenas ligando o nome ou o titulo à obra como vemos o que o Profeta fez em Isaías 11.2 ” 2 E repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o espírito de sabedoria e de entendimento, o espírito de conselho e de fortaleza, o espírito de conhecimento e de temor do Senhor.” Quantos “Espíritos ” repousaram sobre Cristo? Apenas um, entretanto todos os adjetivos apontam para a obra do Espírito do Senhor, sabedoria, temor, Fortaleza, santificação (em 1Pe1.2) e etc. Conclui -se aqui que o Espirito da verdade não é o próprio Jesus observem Ap.22.17 ” 17 E o Espírito e a noiva dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, receba de graça a água da vida. ” se o Espírito da verdade é o próprio Jesus que votou pra ficar com a igreja, que Espírito diz junto com a noiva: Vem, à Jesus, a despeito da sua volta para buscar a noiva?

    Percebem a incoerência (com todo respeito ao escritor do blog)?

    Agora a afirmação de que o Espirito Santo e o Espírito de Cristo são o mesmo sujeito aí há coerência, como explicado outrora o Espírito do Senhor possui diversos nomes:
    1. Consolador, Jo 14.16

    2. Espírito de adoção, Rm 8.15

    3. Espírito de Cristo, Rm 8.9

    4. Espírito Eterno, Hb 9.14

    5. Espírito de Fé, 2 Co 4.13

    6. Espírito da glória, 1 Pe 4.14

    7. Espírito da graça, Hb 10.29

    8. Espírito da promessa, At 1.4,5

    9. Espírito de sabedoria e revelação, Ef 1.17

    10. Espírito de santidade, Rm 1.4

    11. Espírito de verdade, Jo 16.13

    12. Espírito de vida, Rm 8.2

    13. Espírito do Senhor, Is 11.2; 61.1

    14. Espírito de Deus, Gn 1.2

    Entre outros.

    3. Então trata-se de um outro sujeito? SIM, v.26 do Cap 14 ” 26 Mas o Ajudador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto eu vos tenho dito.” E João 16.7 ” 7 Todavia, digo-vos a verdade, convém-vos que eu vá; pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei.” Não faz o mínimo sentido Jesus falar de si na terceira pessoa, de forma parabólica, visto que a relação com discípulos a aquela altura estava estreitando-se e o Senhor Jesus estava descortinando os mistérios à eles.

    Conclusão: 1- A volta abordada no cap 14 de João fala de arrebatamento para consolo dos seus. 2 – O Espírito da verdade não é o próprio Jesus. 3 – O Espírito da verdade = Espírito Santo = ao consolador, umas vez que o Espirito do Senhor possui diversos títulos e foi exposto sim por Jesus como outro sujeito.

    Ass. Bruno César

    • Irmão Bruno,
      Graça e Paz.
      Escrevi para o irmão Oliveiros, autor do poster, a fim de poder lhe ouvir. Estou aguardando resposta, a fim de lhe enviar seus comentários e ouvi-lo.
      Por enquanto, gostaria de comentar previamente:
      Resposta ao pedido de Jesus em João 14:16: GÁLATAS Cap. 4 6 E, porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai.
      JOÃO Cap. 14:17 a saber, o Espírito da verdade, o qual o mundo não pode receber; porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque ele habita convosco, e estará em vós.
      Percebe? Cristo habitava com eles; depois, cheio do Espirito Santo recebido do Pai, após a glorificação, Atos 2:32-33, estaria neles, como prometeu.

      “Deus ressuscitou a este Jesus, do que todos nós somos testemunhas.
      De sorte que, exaltado pela destra de Deus, e tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, derramou isto que vós agora vedes e ouvis.
      Atos 2:32,33.
      PERCEBE, QUE NÃO SE TRATA DE UMA 3A PESSOA, MUITO MENOS UM 3o. dEUS???
      AO DEUS CONCEDER O ESPÍRITO SANTO EM PROFUSÃO A SEU FILHO, ELE CONCEDE PODER, VIRTUDE DO ALTO, SUA GLÓRIA E VIRTUDE.
      A CRENÇA NO DEUS ESPÍRITO SANTO VEM DO CONCÍLIO DE CONSTANTINOPLA, 381 dC.
      O SOMOS CRENTES EM CRISTO OU CRENTES EM ROMA!!!!! EIS A QUESTÃO.

      1.Não há descontextualização. Quando Jesus falou sobre o Consolador referiu-se a Ele e ao Seu Pai, como são chamados nas Escrituras, em Espírito, jamais falou de uma trindade ou de uma 3a pessoa dessa trindade.

      2. “O Espírito de verdade é o próprio Jesus ou é tbm de Jesus”? É de Jesus,porquanto lhe pertence, após ser concedido pelo Pai.
      “Se o Espírito da verdade é o próprio Jesus que votou pra ficar com a igreja, que Espírito diz junto com a noiva: Vem, à Jesus, a despeito da sua volta para buscar a noiva”?
      Desculpe, mas o irmão está confuso.
      Dizem as Escrituras: E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida. Apocalipse 22:17.
      Aqui, Espírito se refere a Deus e, ou, a Jesus. Jesus, cheio do Espirito de Deus. Nunca uma 3a pessoa, muito menos, de uma trindade.
      Não há qualquer incoerência.
      “Agora a afirmação de que o Espirito Santo e o Espírito de Cristo são o mesmo sujeito aí há coerência, como explicado outrora o Espírito do Senhor possui diversos nomes”:
      AMÉM. ALELUIAS.
      3. “Então trata-se de um outro sujeito? SIM, v.26 do Cap 14 ”
      ABSOLUTAMENTE, NÃO, POR TODAS AS EVIDÊNCIAS SAGRADAS NA BÍBLIA.

      “Não faz o mínimo sentido Jesus falar de si na terceira pessoa, de forma parabólica, visto que a relação com discípulos a aquela altura estava estreitando-se e o Senhor Jesus estava descortinando os mistérios à eles”.

      Veja no link a seguir, centenas de textos em que Jesus se referiu a si mesmo na 3a pessoa.
      http://aodeusunico.com.br/jesus-falou-de-si-mesmo-muitas-vezes-como-se-fosse-uma-outra-pessoa/
      Marcos 12:24 e Mateus 22:29.
      Conclusão: 1- Em João cap 14 temos duas profecias de Jesus: 1a: Sua segunda vinda visível, palpável para resgatar os seus fiéis. 2a- Sua vinda em Espírito, para confortar os santos apóstolos e sua igreja como um todo, os que Lhe são fiéis.
      Paulo A. da C. Pinto



Deixe uma resposta