Header
Header
Header
Header
Header

O MELHOR PARA ISRAEL AINDA ESTÁ NO PORVIR

outubro 7th, 2013 | Posted by Paulo Pinto in Artigos

jerusalem terrestrenew_jerusalemTexto antigo – atualizado

Vamos deixar que o passado fique enterrado no túmulo do tempo, esquecendo tudo de ruim que nos aconteceu… O provérbio popular ensina que “o futuro a Deus pertence”; portanto, se ele pertence a Deus está em ótimas mãos.

No  início de um novo ano pode ser agora, neste princípio de outubro 2013, quando, em cada oração da noite, devemos nos ajoelhar e pedir que Deus nos perdoe os erros cometidos no dia a dia, agradecendo tudo de bom que Ele nos concedeu, pela Sua imensa graça e misericórdia. 

Em Lucas 17:32, lemos sobre a mulher de Ló, que, na saída da cidade condenada, resolveu olhar para trás e se transformou numa estátua de sal.

Nos dias de hoje, vivemos num tempo semelhante ao de Sodoma e Gomorra, onde o pecado é banalizado e a imoralidade é exibida  no cinema e na TV, como algo muito natural.

Quem deixa de obedecer aos ensinos da Palavra de Deus está agindo exatamente como a mulher de Ló, olhando para trás, com saudade dos costumes pagãos. E também como os israelitas, que, durante a travessia do deserto, sentiam saudade das cebolas do Egito. A palavra “Egito” na Bíblia tem sempre uma conotação negativa, conforme diz o escritor americano Dr. Samuel Gipp, que assim escreve em o seu “The Answer Book” –  “O Livro das Respostas”:   

1) O Egito é primeiramente mencionado em Gênesis 12:10 a 12:

Gn 10. – E havia fome naquela terra; e desceu Abrão ao Egito, para peregrinar ali, porquanto a fome era grande na terra.

Gn 11. – E aconteceu que, chegando ele para entrar no Egito, disse a Sarai, sua mulher: Ora bem sei que és mulher formosa à vista;

Gn 12. – E será que, quando os egípcios te virem, dirão: Esta é a sua mulher. E matar-me-ão a mim, e a ti te guardarão em vida.

Em Gênesis 12:1-3, vemos que Deus entregou a Abraão o que se conhece como Aliança AbraâmicaLiteralmente é a promessa de Deus entregar o mundo a Abraão e aos seus descendentes, como sua possessão particular. Um dia, Israel vai governar o mundo inteiro, através do Messias Jesus Cristo.

Em Gênesis 12:10, Abraão desce ao Egito para escapar da fome na terra onde habitava. No verso 12, vemos Abraão com medo de que os egípcios o matem e roubem sua esposa Sarai. Este não é exatamente um contexto positivo. Portanto, vemos que a primeira menção do Egito é negativa.

2) Em Êxodo 1:11-14, vemos que os Judeus se tornaram escravos no Egito:

11. E puseram sobre eles maiorais de tributos, para os afligirem com suas cargas. Porque edificaram a Faraó cidades-armazéns,  Piton e Ramsés.

12. Mas  quanto mais os afligiam, tanto mais se multiplicavam, e tanto mais cresciam; de maneira que se enfadavam por causa dos filhos de Israel.

13. E os egípcios faziam servir os filhos de Israel com dureza;

14. Assim que lhes fizeram amargar a vida com dura servidão, em barro e em tijolos, e com todo o trabalho no campo; com todo o seu serviço, em que os serviam com dureza.

De fato, Faraó decretou que todos os bebês judeus do sexo masculino deveriam ser mortos, conforme veremos nos versos 15 e 16:

15. E o rei do Egito falou às parteiras das hebreias (das quais o nome de uma era Sifrá e da outra Puá),

16. E disse: Quando ajudardes a dar à luz às hebreias, e as virdes sobre os assentos, se for filho, matai-o; mas se for filha então viva.

           

Também esta é uma conotação negativa.

3) Em Êxodo capítulo 20:2, após ter Deus tirado os filhos de Israel do Egito, com a Sua própria voz Ele diz o que pensa do Egito, chamando-o, no verso 2, casa da servidão.

Eu sou o SENHOR teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão”.

Mais uma conotação negativa neste verso, vinda diretamente dos lábios de Deus.

4) Em Deuteronômio 4:20, Moisés se refere ao Egito como forno de ferro:

“Mas o SENHOR vos tomou, e vos tirou da fornalha de ferro do Egito, para que lhe sejais por povo hereditário, como nesse dia se vê”.

5) Em Deuteronômio 17:16 é dito a Israel que no futuro quando tiverem um rei, este não deve manter relações comerciais com o Egito:

”Porém não multiplicará para si cavalos, nem fará voltar o povo ao Egito, para multiplicar cavalos; pois o SENHOR vos tem dito: Nunca mais voltareis por este caminho.

6) E finalmente em Apocalipse 11:8, quando Deus quer censurar Jerusalém Ele a compara a Sodoma e Egito:

“E jazerão os seus corpos mortos na praça da grande cidade que espiritualmente se chama Sodoma e Egito, onde o seu SENHOR também foi crucificado”.

Este conciso estudo mostra o que a maioria dos cristãos já sabe:

A Bíblia tem uma visão negativa sobre o Egito.

Quando vejo as notícias atuais sobre o Egito em relação a Israel, fico na expectativa de que este país amaldiçoado na Palavra Deus possa se aliar aos inimigos de Israel, tentando eliminar esta nação, para, depois, ser destruído, junto com todos os inimigos do Rei dos reis e Senhor dos senhores. Isso porque… SE ISRAEL FOSSE DESTRUÍDO COMO NAÇÃO, PARA ONDE VIRIA O MESSIAS PROMETIDO,  A FIM DE GOVERNAR O MUNDO INTEIRO, A PARTIR DE JERUSALÉM?

Mary Schultze, 08/10/2013.

 

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

Deixe uma resposta