Header
Header
Header
Header
Header

HARRY ORCHARD, O HOMEM A QUEM DEUS FEZ DE NOVO

agosto 5th, 2014 | Posted by Paulo Pinto in Artigos

“Compadece-Te de mim, ó Deus, segundo a Tua benignidade; e, segundo a multidão das Tuas misericórdias, apaga as minhas transgressões.” Salmo 51:1

“HARRY ORCHARD FOI UM DOS MAIS NOTÓRIOS ASSASSINOS DE SUA ÉPOCA. Ele se envolveu nas guerras sangrentas entre os mineiros e seus patrões desde 1896 até 1905. Os primeiros sindicatos consideravam-se comprometidos com a revolução social contra “as forças capitalistas sem escrúpulos”. Os líderes sindicalistas achavam que eram os salvadores das massas oprimidas. Sob sua direção, Orchard explodiu trens, moinhos e minas para intimidar os proprietários de minas, funcionários e agências governamentais e provocar um reino de terror. Ele tinha uma raiva especial de Frank Steunenberg, governador do Idaho, EUA, por ter quebrado o poder do sindicato naquele Estado. Em 30 de dezembro de 1905, ele plantou uma bomba na neve próxima à casa de Steunenberg para explodir quando o portão se abrisse. A enorme explosão matou Steunenberg e agitou a cidade de Caldwell. Orchard foi preso e encarcerado. Em sua cela, as terríveis cenas de sua vida passada o atormentavam. Ele pensou no suicídio, mas foi intimidado pelo pensamento do fogo do inferno. Uma pergunta o assombrava: “Deus pode perdoar um assassino?” http://www.amigosdejesus.com.br/estudos/?acao=tema&estudo=3&licao=5

Na prisão, Harry Orchard sofria de agonia mental ao recapitular sua vida passada – a esposa e sua filhinha que ele abandonara ainda bebê, a bebida e o jogo que o levaram mais fundo no pecado, a cadeia de terríveis crimes que cometeu. Ele viu um pequeno raio de esperança. Talvez Deus o pudesse perdoar. O Dr. David Paulson, do Hospital de Hinsdale, enviou-lhe uma pequena Bíblia, que ele leu diligentemente. Lá, ele descobriu a história do pecado e do arrependimento de Davi.

Harry Orchard decidiu não fazer qualquer tentativa de salvar-se. Ele não queria negociar uma pena mais leve. Nem queria permitir que o sindicato, com seu poder financeiro, contratasse advogados para defendê-lo, mesmo sabendo que poderia sair livre, como aconteceu com tantos criminosos da mesma categoria. “Eu não podia encontrar qualquer saída”, escreveu ele, “a não ser por uma confissão aberta, verdadeira, não importando as conseqüências, e sem a menor divergência ou modificação dos fatos.” – Harry Orchard: The Man God Made Again, pág. 103. Esta resolução de contar a verdade capacitou-o a ser coerente no decorrer do intenso interrogatório por advogados decididos a desacreditar sua história. Quando o famoso advogado, Clarence Darrow, perguntou-lhe o verdadeiro motivo por estar contando sua vida de crime, ele respondeu: “Eu queria endireitar minha vida com Deus e com os homens, nos limites de minhas possibilidades.” – Orchard, pág. 105.

Deus usa o mesmo poder com que criou o mundo para fazer restaurar o pecador. Harry Orchard sabia que Deus operara um milagre em sua vida. “Antes de Deus entrar em minha vida… eu podia ficar sentado horas a fio e ouvir histórias vulgares, imorais, jogar quase qualquer tipo de jogo, e dificilmente podia falar sem um rosário de palavrões. Com o novo nascimento, todas essas coisas antigas desapareceram de minha vida… . Elas … não têm nenhuma atração para mim agora.” – Orchard, págs. 153 e 154.

Quando Harry Orchard aceitou a Jesus, a sua culpa por crimes hediondos foi cancelada pelo sangue do Cordeiro. Ao seu sepultamento compareceram centenas de pessoas e na lápide de sua sepultura estão escritas palavras que deveriam fazer tremer o mundo: “Harry Orchard, o homem a quem Deus fez de novo.” Este é o poder do evangelho do Senhor Jesus Cristo. Você ACEITA ESSE PODER EM SUA VIDA? ACEITE-O AGORA MESMO.
OUÇA O ÁUDIO, CLICANDO AQUI

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

Deixe uma resposta