Header
Header
Header
Header
Header

DOZE ANOS APÓS ATAQUES DE 11 DE SETEMBRO, MAIS DE 1.000 SOCORRISTAS SÃO DIAGNOSTICADOS COM CÂNCER

setembro 11th, 2013 | Posted by Paulo Pinto in Artigos

Amadeo Pulley foi diagnosticado com câncer de rim por conta das toxinas do Marco Zero, local dos ataques terroristas Reprodução/nydailynews.com

Nos últimos anos, o câncer se tornou uma realidade para mais de 1.000 homens e mulheres que sacrificaram a própria saúde durante os trabalhos que sucederam os atentados de 11 de setembro de 2001 — e esse número deve crescer.

Tina Engel, uma enfermeira oncologista de um hospital no Queens, em Nova York, trabalha no local há apenas dois meses e já identificou 12 novos casos de câncer, além de 25 pacientes que aguardam o resultado de seus diagnósticos.

Amadeo Pulley, um policial de 47 anos, foi diagnosticado com câncer de rim em maio.

— Dá um nó na garganta quando você primeiramente precisa contar para sua mulher. Mas eu disse para minha família e meus dois filhos que ficarei bem. Nós vamos superar isso.

De acordo com o jornal New York Daily News, 12 anos após os ataques terroristas que deixaram quase 3.000 mortos, um estudo do Mount Sinai Medical Center encontrou uma taxa de câncer 15% maior entre os socorristas da tragédia do que entre as pessoas não expostas às toxinas do Marco Zero, resultantes da fumaça tóxica.

FONTE: http://noticias.r7.com/internacional/doze-anos-apos-ataques-de-11-de-setembro-mais-de-1000-socorristas-sao-diagnosticados-com-cancer-11092013

 

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

Deixe uma resposta