Header
Header
Header
Header
Header

APROPRIADA CONFISSÃO DE PECADO

abril 2nd, 2013 | Posted by Paulo Pinto in Artigos

Harry Ironside
(extraído do seu comentário sobre a 1 João)

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça”.
(1 João 1:9).

No Antigo Testamento, os homens deviam chegar a Deus com uma oferta e uma confissão de que haviam pecado naquele assunto. Isto, definitivamente, implica numa confissão.
Temo que muitos de nós jamais tenhamos chegado a Deus em confissão, uma vez que somos tão indefinidos. Alguém ora e diz: “Se viste qualquer pecado e alguma falta em mim, perdoa-me”.
Um minuto! Existe alguma falta; você conhece alguma falta?
A maneira apropriada de fazer uma confissão é chegar a Deus, reconhecendo o que você fez de errado.
Ó, caros amigos, se vocês desejam receber bênçãos cheguem à presença de Deus e contem-Lhe tudo sobre o seu mau temperamento, sobre a sua língua viperina e sobre todas as coisas em que vocês pecaram contra o Seu Espírito Santo.
Algumas de vocês dizem: “Ore pelo meu marido. Eu gostaria que ele se convertesse”.
Mais facilmente ele vai se converter, se você disser: “Confesso que o meu temperamento mau está impedindo que meu marido seja salvo; ele está alienando meus filhos; não é de admirar que meus amigos não se convertam”.
Então, vá até eles e faça uma confissão.
Se você diz que estava nervosa, quando, de fato, o que você tem é um mau temperamento, então deixe de ficar se desculpando pelo seu pecado.
Ele nos purificará com a lavagem da água pela Palavra e dará vitória em nossas vidas, possibilitando-nos a viver aqui para o Seu louvor e glória.

Traduzido por Mary Schultze, em 02/04/2013.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

Deixe uma resposta