Header
Header
Header
Header
Header

A CEIA DO SENHOR QUESTIONADA COMO SENDO PAGÃ

junho 17th, 2014 | Posted by Paulo Pinto in Artigos

Graça e paz vos sejam multiplicadas.

Gostaria de comentar ao autor dos slides da postagem “A ceia praticada atualmente (pão e o vinho) tem origem pagã e é requisito para participar do ecumenismo comprove no slide:” http://pt.slideshare.net/paulomoraes/a-verdade-sobre-a-ceia, e em http://religiaopura.com.br/?p=3718 o que segue:

Em nossa página http://aodeusunico.com.br/?s=CEIA+DO+SENHOR temos algumas matérias buscando esclarecer o assunto, visto haver uma confusão entre as ceias (almoços ou jantares dos membros da primitiva igreja de Cristo e dos apóstolos) e a Ceia do Senhor (comemorativa da morte de Cristo), momento áureo, marco determinante da NOVA ALIANÇA de Deus com Seu povo.

Vale a pena ler o que está em http://aodeusunico.com.br/?p=3492.

O autor destaca: “Ao que tudo indica os cristãos do período apostólico que participavam de uma mesma igreja local, tinham o costume de reunir-se pelo menos uma vez por semana para comerem juntos E DURANTE A REFEIÇÃO CELEBRAREM A CEIA DO SENHOR. Esse costume teve sua origem no fato que o Senhor Jesus instituiu o sacramento durante uma refeição com seus discípulos, (ver Mt 26.17-30; Mc 14.22-24; Lc 22.19-20; Jo 13.1-4)”.

“Por causa de abusos, alguns dos quais mencionados no Novo Testamento (1Co 11.17-34; 2 Pe 2.13), a festa do “ágape” foi separada da celebração da Ceia do Senhor a partir do século II”.

Percebam que haviam duas coisas distintas, não uma coisa só. Comer, encher barriga, partilhar o alimento com quem não tinha muito e, outra, bem diferente, espiritual, edificante, relembrando o estabelecimento da Nova Aliança que Deus fez por meio de Cristo com Seu povo. Perceba que Cristo comeu a Páscoa (do antigo pacto, da velha aliança ou do velho testamento, naquele momento chegando ao seu término) com Seus discípulos e, depois, estabeleceu um novo símbolo (o da Nova Aliança), a Ceia do Senhor.

O povo de Deus sempre teve diante de si símbolos representativos de verdades eternas.

Nos Evangelhos vemos Cristo deixando dois ritos simbólicos para a sua Igreja.

Um deles é o Batismo e o outro é a Ceia do Senhor (Mt. 26:17-30; Mc 14:12-26 e 16:15; Lc. 22:7-23).

A Ceia do Senhor tem sido alvo de muita controvérsia ao longo dos séculos.

É verdade que costumes pagãos pouco a pouco foram contaminando os ritos.

A Ceia do Senhor foi deturpada pela Igreja Católica, ICAR, quando introduziu o dogma da transubstanciação e o novo sacrifício de Cristo na eucaristia; o uso de velas em igrejas protestantes; o estabelecimento pelas igrejas caídas de que só os clérigos podem oficiá-la, etc, instaurando o paganismo, sistema corrupto que o povo de Deus não pode tolerar ou aprovar.

Entretanto, não é por causa dessas distorções à verdade bíblica que devemos rejeitar o rito e as lições preciosas nele contidas (A Igreja Católica confessa a presença real de Cristo, em seu corpo, sangue, alma e Divindade após a transubstanciação do pão e do vinho, ou seja, a aparência permanece de pão e vinho, porém a substância se modifica, passa a ser o próprio Corpo e Sangue de Cristo.

Eucaristia também pode ser usado como sinônimo de hóstia consagrada, no Catolicismo. “Jesus Eucarístico” é como os católicos se referem a Jesus em sua presença na Eucaristia. “Comunhão” é como o sacramento é mais conhecido. As crianças farão a sua Primeira comunhão. “Comunhão Eucarística” é a participação na Eucaristia. http://pt.wikipedia.org/wiki/Eucaristia).

Foi o próprio Deus quem estabeleceu o sistema cerimonial desde o princípio (Gen. 3:21) e mais tarde no monte Sinai.

Na passagem do povo de Deus pelo meio do rio Jordão, foi o próprio Deus quem autorizou a retirada de doze pedras do fundo do rio, com as quais Josué fez um memorial (Jos. 4), etc.

No Novo Testamento existem muitos símbolos significativos de verdades eternas. O livro do Apocalipse é cheio de símbolos.

A páscoa no VT era um memorial do velho pacto, provisório, imperfeito. A Ceia do Senhor é um memorial do Novo Pacto, Novo Concerto, permanente, perfeito.

“A Ceia (do Senhor) é uma instituição de Jesus para ser observada com critérios e com convicção de um corpo coeso, de uma igreja coesa, congregada”. Atualidades, temas atuais à luz da Bíblia, 98, Junta de Educação Religiosa e Publicações da Convenção Batista Brasileira, páginas 84 e 85.

Tem-se questionado em alguns círculos que é paganismo se devolver à terra (de onde se produz o trigo para o pão e a videira para o suco puro de uva) o que sobra da Ceia do Senhor. Entretanto, não vemos qualquer paganismo nisso, até porque quando Deus instituiu a Páscoa, Ele estabeleceu: “E nada dele (do cordeiro) deixareis até amanhã; mas o que dele ficar até amanhã, queimareis no fogo”. Êxodo 12:10.

Se observarmos o que estava envolvido na Páscoa, o sacrifício do cordeiro, o espargir sangue nas ombreiras e na verga (talvez já prenunciando a morte de Cristo numa cruz milênios depois), …alguém desavisado muito bem poderia dizer que isso era paganismo, talvez parecido com algumas cerimônias do candomblé e da macumba, mas nada disso tem a ver com os símbolos e as lições de valor eterno que Deus tem para o seu povo que lhe é fiel e obediente.

Qual o resultado para quem era obediente às ordens de Deus? “E aquele sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes; vendo eu sangue, passarei por cima de vós, e não haverá entre vós praga de mortandade, quando eu ferir a terra do Egito.

E este dia vos será por memória, e celebrá-lo-eis por festa ao Senhor; nas vossas gerações o celebrareis por estatuto perpétuo”. Êxodo 12:13-15.

Nós hoje nos avizinhamos da volta gloriosa de Cristo, pelo que não devemos ser menos fiéis, menos obedientes ao que está posto na Palavra de Deus.

A aceitação das ordens de Cristo e seu sangue remissor nos conduzem à salvação eterna.

 

Na SÉRIE DE SLIDES publicada, a começar pelo slide no. 1, cremos que embora a mesma contenha verdades, não “A” (artigo definido) “verdade” sobre a última Ceia do Senhor conforme se depreende do que descrevemos acima.

Slide no. 9, chega a uma conclusão errônea. O que Cristo disse aos seus discípulos e foi seguido pela primitiva igreja de Cristo? Veja, é ORDEM DE CRISTO. E o que Ele nos disse? “Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. João 15:14.

“Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, VÓS DEVEIS TAMBÉM LAVAR OS PÉS UNS AOS OUTROS.

Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também.
Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou.

SE SABEIS ESTAS COISAS, BEM-AVENTURADOS (FELIZES) SOIS SE AS FIZERDES. João 13:14-18.

Cristo assegura aqui a felicidade para quem pratica seus conselhos. Mas, cada um de nós tem o direito de escolher o que faz e o que não faz. O que não pode, é querer que todos façam o mesmo, na medida em que afirmam tratar-se da “Verdade sobre a última Ceia” (1º. Slide).

Então? Devemos seguir a Cristo ou ao que os slides estão ensinando?

A primitiva Igreja de Cristo e os apóstolos praticava o LAVA-PÉS?

“Tendo testemunho de boas obras: Se criou os filhos, se exercitou hospitalidade, se LAVOU OS PÉS AOS SANTOS, se socorreu os aflitos, se praticou toda a boa obra”.
1 Timóteo 5:10.

QUANTO AO LAVA-PÉS QUE TAMBÉM SATANÁS ESTÁ INDUZINDO AS PESSOAS A ELIMINÁ-LO DE ENTRE O POVO DE DEUS, UM SÍMBOLO, TÃO SIMPLES, MAS TÃO SIGNIFICATIVO, E QUE NADA TEM DE PAGÃO, E QUE FOI FORTEMENTE DESTACADO E VALORIZADO POR CRISTO QUANDO RESPONDEU A PEDRO, VEJA O QUE ESTÁ EM JOÃO 13:8: Disse-lhe Pedro: Nunca me lavarás os pés. Respondeu-lhe Jesus: Se eu te não lavar, não tens parte comigo.

PERCEBE COMO UM GESTO TÃO SIMPLES É TÃO IMPORTANTE, TÃO SIGNIFICATIVO NA VIDA DO CRENTE? CLARO QUE NÃO É O BATISMO, O LAVA-PÉS OU A CEIA DO SENHOR QUE SALVA O CRENTE! ABSOLUTAMENTE, NÃO!

ENTRETANTO, NA CAMINHADA CRISTÃ, TANTO UMA CERIMÔNIA COMO AS OUTRAS SÃO MUITO IMPORTANTES, NADA TENDO DE PAGÃO QUANDO PRATICADAS PELOS CRENTES NO DEVIDO ESPÍRITO.

SE NÃO AS PRATICAMOS, NÓS É QUE PERDEMOS.

VOCÊ PODE ATÉ ALEGAR: O PROBLEMA É MEU.

MAS VOCÊ COMO PARTE DO CORPO DE CRISTO NÃO TEM O DIREITO DE ALTERAR AS PRÁTICAS QUE CRISTO ESTABELECEU E, OU APROVOU, RECOMENDANDO-AS PARA OS CRENTES, TUDO NO INTUITO DE NOS AJUDAR NA CAMINHADA CRISTÃ, ATÉ QUE O VEJAMOS EM GLÓRIA E MAJESTADE.

Sobre I Coríntios 11:17 a 34, conforme já explicamos em http://aodeusunico.com.br/?p=676 os “crentes” de Corinto não estavam tomando a Ceia do Senhor da forma que Cristo instruiu a Paulo (verso 23), e, Paulo a eles, mas, uma deturpação da verdade. Acima descrevemos que durante os Ágapes (refeições cristãs), os crentes, também, celebravam a Ceia do Senhor.

No slide 12, Tiago White admite que I Cor.11:27-33 “ é uma exortação para o AUTO-EXAME com respeito a tomara tomar a Ceia de uma ‘maneira digna’. Em seguida, acrescenta detalhes que não estão e nem coincidem com o que está no texto sagrado. Entre o que Paulo (cheio do Espírito Santo de Deus) escreveu e o que Tiago White escreveu, sem dúvida fico com o texto sagrado.

Em Corinto, o texto leva a crer que não se tratava de um Ágape deturpado, mas, de uma Ceia do Senhor deturpada.

Porque sugerimos isso? Vejamos os versos seguintes:

“De sorte que, quando vos ajuntais num lugar, NÃO É PARA COMER A CEIA DO SENHOR.

Porque, comendo, cada um toma antecipadamente a sua própria ceia; e assim um tem fome e outro embriaga-se.

NÃO TENDES PORVENTURA CASAS PARA COMER E PARA BEBER? Ou desprezais a igreja de Deus, e envergonhais os que nada têm? Que vos direi? Louvar-vos-ei? Nisto não vos louvo”. 1 Coríntios 11:20-23.

Vejamos mais:

34 Mas, SE ALGUÉM TIVER FOME, coma EM CASA, para que não vos ajunteis para condenação. Quanto às demais coisas, ordená-las-ei quando for.

Em outras palavras, ENCHER BARRIGA É EM CASA, OU, TALVEZ NUM DIA DE ÁGAPE. A CEIA DO SENHOR ERA DE SENTIDO PLENAMENTE ESPIRITUAL, SAGRADO.

27 Portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor. (NOTE AQUI A DIFERENÇA QUE OS QUE DESCARACTERIZAM A CEIA DO SENHOR NÃO VÊEM??? UM ALMOÇO FESTIVO, ALEGRE, COMO NA WEB SE PREGA, NÃO TEM NADA A VER COM O QUE ESTÁ AQUI POSTO!!! UM INIMIGO DA VERDADE ESTÁ OCULTO AQUI E QUE QUER ACABAR COM A FÉ: SATANÁS. NÃO PODEMOS SUBESTIMÁ-LO!!!!!)

28 Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice. (QUEM É QUE SE EXAMINA INTIMAMENTE, PEDE PERDÃO A QUEM OFENDEU, HUMILHA-SE DIANTE DE QUEM OFENDEU OU FOI OFENDIDO COMO NO LAVA-PÉS, ACERTA AS CONTAS COM DEUS E COM SEU PRÓXIMO ANTES DE UM ALMOÇO FESTIVO OU CARITATIVO, SOB PENA DE, SE INDIGNO, SER CONSIDERADO INDIGNO POR DEUS E ATÉ CONDENADO À MORTE OU ATÉ MORRER PREMATURAMENTE????)

29 Porque o que come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor (Sua igreja)30 Por causa disto há entre vós muitos fracos e doentes, e muitos que dormem.

34 Mas, se algum tiver fome, coma em casa, para que não vos ajunteis para condenação. Quanto às demais coisas, ordená-las-ei quando for.

PERCEBE, QUE HÁ UMA DIFERENÇA GRANDE ENTRE COMER EM CASA PARA ENCHER A BARRIGA OU QUANDO PARTILHAMOS O ALIMENTO COM OUTROS (O QUE SEMPRE DEVEMOS FAZER) E A CERIMÔNIA QUE PAULO ENSINOU DETALHADAMENTE, CONFORME RECEBIDO DE CRISTO, CORRIGINDO A ABERRAÇÃO QUE OS CORÍNTIOS ESTAVAM FAZENDO????? SE AINDA TIVER DÚVIDA LEIA DE NOVO OS DETALHES RESSALTADOS NO TEXTO.

No slide 13, com o texto do livro Cristianismo pagão, páginas 49 e 112, de autoria de Frank Viola, admite-se que “no final do século II houve uma MUDANÇA na forma de ver a Ceia do Senhor”.  Isso pode explicar algo do que se vê hoje no catolicismo e demais igrejas caídas.

O livro fala também de “SANTA CEIA COMO BANQUETE CRISTÃO E DE HUMOR DE CELEBRAÇÃO E GOZO”.

Com pureza de alma não vejo isso no texto sagrado. Não consigo sequer imaginar a vulgarização a tal ponto do rito estabelecido para se relembrar o sacrifício de Cristo instaurador da Nova Aliança, razão de nossa eterna salvação, que sucedeu a cerimônia da Páscoa, bem a Sua 2ª. vinda para receber seu povo.  “Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha”. 1 Coríntios 11:26.

A morte sacrifical de Cristo é a razão da nossa eterna salvação. Por isso, Cristo estabeleceu o memorial da Ceia do Senhor, pelo que somos grandemente abençoados em cumpri-lo, não havendo nada de pagão nisso.

O slide 15 mostra comentário de livro “The Lord’s Supper”, p. 100, o qual não condiz com o texto sagrado.

O slide 17 mostra “O misticismo associado à Eucaristia deveu-se à influência do misticismo religioso pagão”, do livro “Raízes Judaicas da Eucaristia”, em inglês.

É fato que muitas correntes têm surgido para explicar a Ceia do Senhor, entre elas as visões:  Batista (memorialismo),  reformada (presença espiritual), luterana (consubstanciação), católica romana (transubstanciação), etc, mas, o verdadeiro servo de Deus deve fazer como está nas Escrituras Sagradas, em pureza de alma.

O slide 31 carece de fundamento. Senão leiamos: “O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil é uma associação fraterna de Igrejas que confessam o Senhor Jesus Cristo como Deus e Salvador, segundo as Escrituras e, por isso, procuram cumprir sua vocação comum para a glória de Deus Uno e Trino, Pai, Filho e Espírito Santo, em cujo nome administram o Santo Batismo”. http://www.uniaoplanetaria.org.br/brasilsempobreza/2011/10/27/conselho-nacional-de-igrejas-cristas-do-brasil/

Perceba que as condições para fazer parte do Ecumenismo não consta a exigência da realização da Ceia do Senhor.

Ver também: http://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&id=lYglYX6FdRoC&q=TRINO#v=snippet&q=TRINO&f=false Do livro E haverá um só rebanho: história, doutrina e prática católica do ecumenismo, página 222.  Por HORTAL, Jesus,Jesús Hortal Sánchez.

Alguns, têm questionado a Ceia do Senhor como sendo pagã, mas as Escrituras Sagradas mostram que a mesma foi instituída por Cristo e praticada por Sua Primitiva Igreja e pelos apóstolos.

As práticas pagãs das quais os que estão se preparando para o encontro com Cristo devem fugir, são: “imoralidade sexual, impureza, ações indecentes, adoração de ídolos, feitiçarias, inimizades, brigas, ciumeiras, acessos de raiva, ambição egoísta, desunião, divisões, invejas, bebedeiras, farras e outras coisas parecidas com essas. Repito o que já disse: os que fazem essas coisas não receberão o Reino de Deus”. Gálatas 5:19-21.

Em conclusão, cremos que cada um de nós tem o direito de escrever e publicar o que quiser. Mas o que não temos o direito – porquanto podemos estar direcionando pessoas para a perdição – é de afirmar que esta é a VERDADE sobre a Ceia do Senhor, pois, como demonstramos pelas Escrituras Sagradas, não é. Pode-se publicar como sendo o pensamento do autor, sua opinião. O leitor atento tomará sua decisão, aceitando ou rejeitando.

QUE O ETERNO E SEU DIVINO FILHO, NOSSO SALVADOR, NOS ILUMINEM AGORA E SEMPRE. AMÉM, ALELUIA!!!!!

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

Deixe uma resposta