Header
Header
Header
Header
Header

SE CHRISTIANINI TIVESSE RAZÃO QUANTO A PROVÉRBIOS 8:22…

fevereiro 25th, 2014 | Posted by Paulo Pinto in Artigos

…depois dele, nenhuma nova tradução da Bíblia em português diria: “O Senhor Deus me criou…” Nem usaria qualquer outra expressão semelhante, para referir-se à Sabedoria de Deus personificada, em Provérbios 8. Mas não foi isto o que aconteceu. Pelo contrário, em lugar de condenar os Testemunhas de Jeová, tanto tradutores católicos como protestantes concluíram que o verbo “criar” era a melhor tradução para o hebraico “qânâh” e adotaram esse significado nas novas traduções lançadas depois da morte de Christianini.

Em 1975, sem provavelmente perceber que o combate às doutrinas dos Testemunhas de Jeová visava a fortalecer a crença na Trindade entre os adventistas do sétimo dia, os quais estavam para torná-la uma doutrina oficial, Arnaldo B. Christiani escreveu:

“E nisto querem seguir a Versão dos LXX, ou septuaginta, toda em grego, que consigna: ‘O Senhor me criou…’, da qual os arianos tanto abusaram com o fim de defenderem seu estrambótico unitarismo. E desta forma forçam o verbo hebraico (qânâh) – que no texto aparece numa forma imperfeita e pronominal qananî – a ter o sentido de ‘criar’ ou‘fazer’. Ora, isto é insustentável, e podemos afirmar, com absoluta segurança, serem errôneas neste ponto,tanto a versão Septuaginta como a dos jeovitas.”

“Os especialistas em línguas semitas, destacando-se o douto F. C. Barney, afirmam que o verbo hebraico qânâh tem o sentido de ‘gerar’ (coisa bem diferente de ‘criar’, como veremos adiante), ‘obter’ e especialmente o sentido de ‘possuir’; nunca porém, o de ‘fazer’ ou ‘criar’. Trata-se aí de um equívoco da versão dos Setenta, endossado pelos jeovitas.” CHRISTIANINI, Arnaldo B. Radiografia do Jeovismo. Santo André: Casa Publicadora Brasileira, 1975. pág. 65.

Como se pode notar na citação acima, preocupado em defender o ponto de vista teológico de que o Filho de Deus nunca poderia ter sido gerado (tese que basta ler com atenção para perceber seu absurdo!), Christianini enveredou então por uma interpretação tendenciosa do texto bíblico e, se ainda vivo, teria agora de tentar contestar até os renomados e meticulosos eruditos, responsáveis pela tradução da Bíblia de Jerusalém – Nova Edição Revista e Ampliada, lançada em agosto de 2002:

BJ1

BJ2

A tradução católica da Bíblia Sagrada – Edição Pastoral, lançada pelas Edições Paulinas em março de 1999 é outra evidência do equívoco de Arnaldo B. Christianini:

prov.8.22.pastoral

Abaixo, você encontra outros exemplos de traduções recentes em português, as quais podem inclusive ser consultadas em versão on-line, na internet:

22 – “O SENHOR Deus me criou antes de tudo, antes das suas obras mais antigas. 23 – Eu fui formada há muito tempo, no começo, antes do princípio do mundo. 24 – Nasci antes dos oceanos quando ainda não havia fontes de água. 25 – Nasci antes das montanhas, antes de os morros serem colocados nos seus lugares, 26 – antes de Deus ter feito a terra e os seus campos ou mesmo o primeiro punhado de terra. 27 – Eu estava lá quando ele colocou o céu no seu lugar e estendeu o horizonte sobre o oceano. 28 – Estava lá quando ele pôs as nuvens no céu e abriu as fontes do mar, 29 – e quando ordenou às águas que não subissem além do que ele havia permitido. Eu estava lá quando ele colocou os alicerces da Terra. 30 – Estava ao seu lado como arquiteto e era a sua fonte diária de alegria, sempre feliz na sua presença – 31 – feliz com o mundo e contente com a raça humana. — Nova Tradução na Linguagem de Hoje, Sociedade Bíblica do Brasil.http://www.sbb.org.br/bibliaonline/biblia_completa4.asp?cv=3&livro=152&cap=8


22-26O Senhor criou-me logo no princípio de tudo, antes mesmo de ter criado fosse o que fosse. Já desde a eternidade sou o que sou. Existo antes da Terra ter começado a sua existência; antes que os grandes oceanos se formassem, e que as águas da atmosfera começassem a derramar-se sobre a terra; antes das altas cordilheiras e das montanhas; sim, eu nasci antes que Deus tivesse feito tudo o que há na superfície do nosso planeta. 27-29Eu estava presente quando ele estabeleceu os céus, formou a atmosfera, e encheu os abismos com grandes mares. Eu estava lá quando impôs limites aos oceanos e determinou que não se estendam além das fronteiras que determinara. Estava presente quando fazia os cálculos e os planos fundamentais deste mundo maravilhoso. 30-31Eu ali estava, como um aluno junto do seu mestre. Era a cada momento as suas delícias, brincando na sua presença. Como me sentia feliz no seu vasto mundo, no meio de toda a humanidade! — Tradução da International Bible Society. Fonte: http://bible.gospelcom.net/bible?passage=PROV+8&language=portuguese&version=PRT-IBS


Pv 8:22 O Senhor me criou como a primeira das suas obras, o princípio dos seus feitos mais antigos.

Pv 8:23 Desde a eternidade fui constituída, desde o princípio, antes de existir a terra.

Pv 8:24 Antes de haver abismos, fui gerada, e antes ainda de haver fontes cheias d’água.

Pv 8:25 Antes que os montes fossem firmados, antes dos outeiros eu nasci,

Pv 8:26 quando ele ainda não tinha feito a terra com seus campos, nem sequer o princípio do pó do mundo.

Pv 8:27 Quando ele preparava os céus, aí estava eu; quando traçava um círculo sobre a face do abismo,

Pv 8:28 quando estabelecia o firmamento em cima, quando se firmavam as fontes do abismo,

Pv 8:29 quando ele fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mando, quando traçava os fundamentos da terra,

Pv 8:30 então eu estava ao seu lado como arquiteto; e era cada dia as suas delícias, alegrando-me perante ele em todo o tempo;

Pv 8:31 folgando no seu mundo habitável, e achando as minhas delícias com os filhos dos homens.

Fonte: http://www.evangelicos.com/cgi-bin/bible.pl


22 O Senhor me criou como a primeira das suas obras, o princípio dos seus feitos mais antigos.
23 Desde a eternidade fui constituída, desde o princípio, antes de existir a terra.
24 Antes de haver abismos, fui gerada, e antes ainda de haver fontes cheias d’água.
25 Antes que os montes fossem firmados, antes dos outeiros eu nasci,
26 quando ele ainda não tinha feito a terra com seus campos, nem sequer o princípio do pó do mundo.
27 Quando ele preparava os céus, aí estava eu; quando traçava um círculo sobre a face do abismo,
28 quando estabelecia o firmamento em cima, quando se firmavam as fontes do abismo,
29 quando ele fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mando, quando traçava os fundamentos da terra,
30 então eu estava ao seu lado como arquiteto; e era cada dia as suas delícias, alegrando-me perante ele em todo o tempo;
31 folgando no seu mundo habitável, e achando as minhas delícias com os filhos dos homens.
32 Agora, pois, filhos, ouvi-me; porque felizes são os que guardam os meus caminhos.

Versão Almeida Revista e Corrigida. Fonte: http://www.bibliaonline.com.br/read.jspa?book=20&chapter=8


22 O Senhor me criou como a primeira das suas obras, o princípio dos seus feitos mais antigos.

23 Desde a eternidade fui constituída, desde o princípio, antes de existir a terra.

24 Antes de haver abismosfui gerada, e antes ainda de haver fontes cheias d’água.

25 Antes que os montes fossem firmados, antes dos outeiros eu nasci,

26 quando ele ainda não tinha feito a terra com seus camposnem sequer o princípio do  do mundo.

27 Quando ele preparava os céus, aí estava eu; quando traçava um círculo sobre a face do abismo,

28 quando estabelecia o firmamento em cimaquando se firmavam as fontes do abismo,

29 quando ele fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mandoquando traçava os fundamentos daterra,

30 então eu estava ao seu lado como arquiteto; e era cada dia as suas delíciasalegrando-me perante ele em todo o tempo;

31 folgando no seu mundo habitável, e achando as minhas delícias com os filhos dos homens.

Fonte: http://www.intratext.com/IXT/POR0013/_PI8.HTM


A Sabedoria é o sentido da criação –* 22 Javé me produziu como primeiro fruto de sua obra, no começo de seus feitos maisantigos23 Fui estabelecida desde a eternidade, desde o princípio, antes que a terra começasse a existir24 Fui gerada quando ooceano ainda não existia, e antes que existissem as fontes de água25 Fui gerada antes que as montanhas e colinas fossemimplantadas, 26 quando Javé ainda não tinha feito a terra e a ervanem os primeiros elementos do mundo27 Quando ele fixavacéu e traçava a abóbada sobre o oceano, eu aí estava28 Eu me achava presente quando ele condensava as nuvens no alto efixava as fontes do oceano29 quando punha um limite para o mar, de modo que as águas não ultrapassassem a praia; e também quando assentava os fundamentos da terra30 Eu estava junto com ele, como mestre-de-obras. Eu era o seu encantotodos os dias, e brincava o tempo todo em sua presença31 brincava na superfície da terra, e me deliciava com a humanidade.

Fonte: http://www.paulus.com.br/BP/_PK6.HTM


Nota do editor:

As várias traduções mostradas acima dirimem qualquer dúvida quanto ao sentido de Provérbios 8:22 e versículos seguintes, os quais ao longo dos séculos têm sido interpretados como uma referência direta a Jesus Cristo, o Filho de Deus, mediante Quem todas as coisas foram posteriormente feitas. Perceba que o estamos fazendo sem entrar em confronto com os nossos opositores, que insistem em se utilizar de ataques pessoais, incluindo-se entre eles até um ex-colega do curso teológico.

A ele especialmente, diria para primeiro vasculhar as gavetas e encontrar suas notas de grego, hebraico e outras disciplinas. Depois, compará-las com as daquele colega que se formou com as melhores notas da turma, tendo inclusive recebido mençãosumma cum laude, por ocasião da formatura em 1985. E por fim, responder para si mesmo qual dos dois está realmente em melhores condições de escrever sobre temas teológicos, se ele ou seu amigo, que foi chamado direto do Seminário para a Redação da Casa Publicadora Brasileira em lugar de Alberto R. Timm, cujo chamado havia sido cancelado. — Robson Ramos

Leia também:

FONTE: http://www.adventistas.com/marco2004/biblia_prov8.22-30.htm

Observem os adventistas que a sua profetisa também reconhece que Prov. 8:22 a 30 se aplica a Cristo.

O Soberano do Universo não estava só em Sua obra de beneficência. Tinha um companheiro – um cooperador que poderia apreciar Seus propósitos, e participar de Sua alegria ao dar felicidade aos seres criados. “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus.” João 1:1 e 2. Cristo, o Verbo, o Unigênito de Deus, era um com o eterno Pai – um em natureza, caráter, propósito – o único ser que poderia penetrar em todos os conselhos e propósitos de Deus. “O Seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus forte, Pai da eternidade, Príncipe da paz.” Isa. 9:6. Suas “saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade”. Miq. 5:2.

“E o Filho de Deus declara a respeito de Si mesmo: “O Senhor Me possuiu no princípio de Seus caminhos, e antes de Suas obras mais antigas. … Quando compunha os fundamentos da Terra, então Eu estava com Ele e era Seu aluno; e era cada dia as Suas delícias, folgando perante Ele em todo o tempo”. Prov. 8:22-30.  EGW, PATRIARCAS E PROFETAS, p. 34.

 

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

Deixe uma resposta