Header
Header
Header
Header
Header

QUEM SÃO OS UNGIDOS DO SENHOR?

abril 12th, 2013 | Posted by Paulo Pinto in Artigos

Uma palavra capciosa que tem circulado por aí nos últimos anos é “ungido”, a qual geralmente é usada junto com frases assim: “Estou sentindo a unção!” , “Ele/ela é ungido para pregar a Palavra”, ou então [“Sou um apóstolo/profeta ungido”] e outros termos igualmente melosos. Em geral, quando este termo é usado, ele quer dizer que uma “unção especial” está sendo derramada sobre determinadas pessoas. Ficamos sabendo que todos nós também podemos ter essa “unção especial”, se colocarmos em prática as verdades da Palavra de Deus, do mesmo modo como todos nós a temos recebido de Deus.
Primeiro vamos dar uma olhada na palavra “ungido” e ver se realmente existe uma “unção especial”. No Velho Testamento, a palavra “ungido” significa aplicar óleo no corpo de alguém, simbolizando que Deus escolheu essa pessoa para o serviço do Senhor. Essa pessoa foi consagrada ao Senhor. A palavra “consagrado” significa ter sido separado à parte, provido com o poder de Deus para executar o Seu serviço especial. Também significa que essa pessoa foi declarada limpa, santa e pura. Embora o homem comum seja pecador, é Deus quem consagra e por isso está escrito no Salmo 105:15: “Não toqueis os meus ungidos, e não maltrateis os meus profetas”. Esses eram homens que, no contexto do Velho Testamento, Deus havia escolhido e consagrado para o Seu serviço. [Como vivemos no contexto do Novo Testamento, ou seja, no contexto gentílico, essa palavra mudou em sua significação].
Hoje em dia o que não falta é encontrarmos profetas/apóstolos autonomeados usando este verso, num esforço de auto exaltação, de pertencer a uma classe especial de “ungidos de Deus”, dizendo que ninguém ouse questionar o que eles estão ensinando [Mesmo porque em geral eles pregam o falso Evangelho, em vez do verdadeiro, e temem ser desafiados em suas falsidades]. Esta é uma posição muito perigosa para alguém nela se colocar, acreditando ter recebido uma unção especial, uma medida extra do Espírito Santo. O profeta Joel disse: “E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito” (Joel 2:29). Isso aconteceu no Dia de Pentecoste, conforme Atos 2:16-18, e tem continuado até o dia de hoje. Deus derramou o Seu Espírito sobre toda a carne e todos os que recebem o Senhor Jesus Cristo em seus corações são batizados com o Espírito Santo e com fogo. (Mateus 3:11 e Marcos 1:8). Todos os que têm fé e são batizados em Cristo nascem de novo e se tornam novas criaturas.
Sim, Deus nomeia e coloca membros diferentes em vários lugares no corpo eclesiástico, conforme o talento de cada indivíduo; mas em parte nenhuma da Bíblia existe a sugestão de uma “unção especial” ou de uma “medida extra do Espírito Santo”, a fim de selecionar alguns no Corpo de Cristo. Sempre existirão os que desejam sentir-se especiais ou superiores e os cristãos não estão isentos disso. Este ensino apela à nossa natureza corrupta, à “soberba da vida” (1 João 2:16), contra a qual todos nós devemos lutar. Jesus nos ensina, em Filipenses 2:3: “… cada um considere os outros superiores a si mesmo”.
No Velho Testamento os sacerdotes e profetas ungidos eram os representantes temporários de Deus, provendo perdão aos pecados do povo, até o tempo em que o Sumo Sacerdote Jesus viesse, a fim de prover, sobre a cruz, o perdão definitivo de nossos pecados. Os sacerdotes e profetas eram declarados limpos, santos e puros. Do mesmo modo, todos os que estão Nele também são declarados limpos, santos e puros, pois Deus nos ensina isso em Romanos 4:2-8, com ênfase no verso 5: “Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça”. Filipenses 3:9: “E seja achado nele, não tendo a minha justiça que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé”; Hebreus 9:12: “Nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção”; Marcos 1:40-41: “E aproximou-se dele um leproso que, rogando-lhe, e pondo-se de joelhos diante dele, lhe dizia: Se queres, bem podes limpar-me. E Jesus, movido de grande compaixão, estendeu a mão, e tocou-o, e disse-lhe: Quero, sê limpo.”; Atos 10:15: “… Não faças tu comum ao que Deus purificou”.
Nesse caso, quem são hoje em dia os ungidos? 1 João 2;27: “E a unção que vós recebestes dele, fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis”; 2 Coríntios 1:21: “Mas o que nos confirma convosco em Cristo, e o que nos ungiu, é Deus…” “Não toqueis os meus ungidos” significa, portanto, não tocar em todos aqueles que receberam Jesus Cristo em seus corações. Isso deveria servir de advertência a todos os que pervertem a Palavra de Deus, a fim de alimentar o seu orgulho, querendo colocar-se acima dos ungidos de Deus, [Muitos homens autonomeados apóstolos/profetas são] os que, ironicamente, se apropriam desta frase, com mais freqüência, querendo intimidar o povo de Deus.
Contudo, muitos homens sinceros que pregam a Palavra de Deus jamais seriam tão ousados a ponto de se declararem ungidos/infalíveis, sendo humildes bastante para entender a depravação humana.
Observem como Deus é maravilhoso, quando declara que todos os nossos pecados são lavados no sangue do Cordeiro e que todos nós somos iguais diante dEle. “Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus” (Gálatas 3:28).

“Who Are God’s Anointed?” ©2002 by Open Arms Internet Ministry (Doug Mallett) http://www.oaim.org
Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste artigo pode ser reproduzida, transmitida de qualquer forma ou por quaisquer meios, eletrônico ou mecânico, inclusive em fotocópia, registro ou por qualquer informação arquivada e sistema de retenção de posse, sem a permissão escrita do publicador.

Traduzido e comentado por Mary Schultze, 03/08/07. Autorizado a esse site em 12.4.13.

Comentários nossos:
Louvamos a Deus e engrandecemos o seu nome pela riqueza da matéria, fortemente embasada na palavra de Deus, e por referir-se ao precioso Espírito de Deus da forma com as Escrituras o fazem: “uma medida extra do Espírito Santo”. Trata aqui da virtude e poder de Deus que Ele envia ao seu povo.
Ao citar o profeta Joel, complementa o pensamento: “E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito” (Joel 2:29).
“Deus derramou O SEU Espírito sobre toda a carne e todos os que recebem o Senhor Jesus Cristo em seus corações são batizados COM o Espírito Santo e com fogo. (Mateus 3:11 e Marcos 1:8). Todos os que têm fé e são batizados em Cristo nascem de novo e se tornam novas criaturas”.
FICA CLARO O BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO AO INVÉS DE PELO ESPÍRITO SANTO COMO ALGUNS TEM INSINUADO.
TAMBÉM, É CLARO EM TODO O NOVO TESTAMENTO O BATISMO EM NOME DE JESUS SOMENTE, AO INVÉS DE EM NOME DE UMA TRINDADE COM BASE ASSIM MESMO DESVIRTUADA DO TEXTO MAT. 28:19, QUE A BÍBLIA DE JERUSALÉM EM SUA NOTA ACERCA DESSE VERSO AFIRMA QUE ANTES NÃO ERA ASSIM, SENÃO APÓS O ESTABELECIMENTO DO DOGMA DA TRINDADE. TAMBÉM O EX PAPA BENTO XVI EM SEU LIVRO “INTRODUÇÃO AO CRISTIANISMO” AFIRMA QUE MAT. 28:19 COMO O CONHECEMOS HOJE VEIO DE ROMA QUE O INVENTOU. http://aodeusunico.com.br/?p=2103
DEUS NOS CONSERVE NA VERDADE E ESCLAREÇA A TANTOS QUE ESTÃO SENDO ENGANADOS PELO SISTEMA RELIGIOSO QUE SE DISTANCIOU, E MUITO, DA VERDADE.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

Deixe uma resposta