Header
Header
Header
Header
Header

JUÍZO INVESTIGATIVO!

UMA ANÁLISE CLARA E SIMPLES SOBRE O HISTÓRICO DESSA TEORIA.

By Robert K. Sanders

Traduzido e adptado 

por Eloy Arraes Vargas

Prefácio:Comparando o Juízo Investigativo de  E.G.White com a Bíblia.
1     De onde veio a idéia de um juízo investigativo e quando começou? 

2 –  Como Ellen White explica o juízo investigativo.

3 – Os defensores dessa teoria pretendem determinar quem estará preparado para o reino.
4 –  O encerramento do trabalho de expiação e quem vai estar habilitado aos seus benefícios.
5 – E.G.White move o trono do Pai !
6 –  Investigando os nomes.
7 – O tempo que quase terminou em 1850. Quando logo significa realmente logo?

8 – Alguns textos bíblicos usados indevidamente pelos ASD para justificar a  teoria do Juízo investigativo .
9 -E.G.White mudou a teoria do Juízo investigativo em 1898

10 – James White em 1850, não acreditava no juízo investigativo.
11 – Ellen White “interpretou erradamente” a visão da porta fechada em 1844 conforme admite Robert Olson do White Estate.

 

Prefácio

 

A doutrina do Juízo investigativo é uma teoria muito complexa, em todo o mundo cristão só  a Igreja Adventista do Sétimo Dia defende essa teoria. Ela é uma teoria muito complicada pois as escrituras precisam ser  remexidas e manipuladas para dar a essa doutrina uma aparência  bíblica.

Os ASD são incapazes de explicar tal teoria sem o suporte dos livros atribuídos a E.G.White.

A doutrina do Juízo investigativo tem sido a mais controvertida e debatida  doutrina dos ASD desde  que foi desenvolvida. Ellen White colocou seu selo visionário de aprovação ao Juízo investigativo e a IASD não tem condições de descartar essa doutrina sem admitir que  Ellen G. White errou.

Eu desejo tornar a doutrina do Juízo investigativo de E.G.White simples de entender de tal forma que os cristãos sincerospossam ver que ela não tem fundamentação bíblica, e que ela é simplesmente uma invenção de religiosos fanáticos.

 

1

“Juízo Investigativo!”

Onde surgiu essa teoria?

 

Milhares de pessoas de todas as denominações tiveram parte no “movimento Adventista” também conhecido como “Movimento Milerita” e também como ” O grande desapontamento”.

Esse povo, mal guiado, acreditava que  Cristo retornaria a terra e os salvaria e destruiria os maus , incluindo aqueles que rejeitassem  as datas propostas por William Miller,  com fogo do inferno que cairia dos céus. A primeira data marcada para o “fim do mundo” foi o outono de 1843, depois a primavera de 1844 e finalmente estabelecida para 22 de Outubro de 1844.

Desnecessário dizer que todas essas datas passaram sem que o salvador voltasse. Dai o termo “Grande desapontamento”. O erro com respeito ao retorno de Cristo dividiu os mileritas em dois grupos. A maioria, que fora conduzida por Miller,  renunciou suas crenças sobre qualquer acontecimento profético em 1844 e também renunciou a DOUTRINA DA PORTA FECHADA.

Os mileritas voltaram a trabalhar em encontros evangélicos ganhando almas para Cristo.

Os whiteanos  se fecharam na busca de doutrinas que os levassem a convicção de que eles eram melhores que os outros e que eram os únicos que receberiam a salvação.

O grupo  guiado por  Ellen G. Harmon (mais tarde esposa  de  James White), James White, Capitão Joseph Bates e outros seguiu a doutrina da porta fechada, que dizia que a porta da salvação para o mundo estava fechada. Esse grupo se intitulou de “O pequeno Rebanho”.

Criou-se uma divisão entre o grupo dos mileritas e o grupo  White/Bates.

“O pequeno Rebanho”  tentava provar aos mileritas que eles não estavam errados a respeito da data de 1844 e que a porta da graça estava fechada  dizendo que alguma coisa teria acontecido.

Ellen White “culpou” Deus pelo engano a respeito do não retorno de Cristo. Ela pregou que Deus colocou a sua Mão sobre  as figuras e eles não puderam ver como estavam enganados.  E.G.White pregou que as figuras estavam corretas, mas que o evento é que estava errado. Passou então a dizer que Jesus  se moveu do lugar santo  para o santíssimo em 1844 e iniciou o Juízo investigativo para  limpar o santuário no Céu.

Isso foi logo após o desapontamento de 22 de outubro de 1844 e ai a teoria do Juízo investigativo foi desenvolvida. A teoria do Juízo investigativo não é uma doutrina antiga da Bíblia mas é uma doutrina de origem moderna.

 

2

Como E.G. White Explica o “Juízo Investigativo”

Por favor, leia com cuidado e entenda o que  Ellen White nos diz em seu livro, O Grande Conflito (The Great Controversy),  No capítulo que trata do evento que foi predito na profecia para acontecer ao termino dos 2300 dias em 1844″, ela escreve:

Ellen G. White
Assistido por anjos celestiais, nosso grande Sumo Sacerdote entra no lugar santíssimo, e  ali comparece à presença de Deus a fim de Se entregar aos últimos atos de Seu ministério em prol do homem, a saber: realizar a obra do juízo de investigação e fazer expiação por todos os que se verificarem com direito aos benefícios da mesma. (Grande Conflito vol. IV pagina 480)
Assim, no grande dia da expiação final e do juízo investigativo, os únicos casos a serem considerados são os do povo professo de Deus. O julgamento dos ímpios constitui obra distinta e separada, e ocorre em ocasião posterior. “É tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho?” .(O grande conflito vol. IV pagina 480}Ao abrirem-se os livros de registro no juízo, é passada em revista perante Deus a vida de todos os que creram em Jesus. Começando pelos que primeiro viveram na Terra, nosso Advogado apresenta os casos de cada geração sucessiva, finalizando com os vivos. Todo nome é mencionado, cada caso minuciosamente investigado. Aceitam-se nomes, e rejeitam-se nomes.(O Grande Conflito, edição de 1950, pág. 483).

No tempo indicado para o juízo – o final dos 2.300 dias, em 1844 – iniciou-se a obra de investigação e apagamento dos pecados. Todos os que já professaram o nome de Cristo serão submetidos àquele exame minucioso. Tanto os vivos como os mortos devem ser julgados “pelas coisas escritas nos livros, segundo as suas obras”. .(O Grande Conflito, 1950, pág. 486).
Embora todas as nações devam passar em juízo perante Deus, examinará Ele o caso de cada indivíduo, com um exame tão íntimo e penetrante como se não houvesse outro ser na Terra. Cada um deve ser provado, e achado sem mancha ou ruga, ou coisa semelhante.(O grande Conflito, 1950, pág. 490).
“The Judgment is now passing in the sanctuary above.Forty years has this work been in progress. Soon – none know how soon  – it will pass to the cases of the living.” (The Great Controversy, 1884 edition, page 315).

Tradução:-

“O Julgamento está ocorrendo no santuário acima. Há quarenta anos este trabalho está em progresso. Logo , ninguém sabe quão logo – se passará para o caso dos vivos. (O Grande Conflito, 1884 pagina 315).

 

Comparando o Juízo investigativo de Ellen G. White com a Bíblia.


Nas declarações de E.G.White acima, temos 4 pontos que devemos examinar e comparar  com as escrituras.

 

3
Determinando quem esta preparado para o Reino

E.G.White:

“This work of examination of character, of determining who are prepared for the kingdom of God , is that of the investigative judgment”

Tradução:-

“Este trabalho de exame de caráter, determinando quem está preparado para o Reino de Deus, é o trabalho do Juízo Investigativo.”
(O Grande Conflito, 1939 página 489 – 1950 página 428)

Precisaria Jesus do Juízo investigativo de 1844 para poder “determinar quem esta preparado para o Reino de Deus”? A Bíblia diz que Jesus sempre conheceu quem estava preparado para o Reino. Este é um atributo de Deus, a onisciência ou a capacidade de ter pré-conhecimento.

 

A Bíblia responde esta questão e nos diz que Jesus conhecia suas ovelhas 1810 anos antes de 1844. Por outro lado E.G.White nos diz que Jesus precisa de um Juízo Investigativo que teve inicio em 1844, para determinar quem são suas ovelhas. Teria Jesus esquecido quem eram suas ovelhas depois de tanto tempo? Precisaria do Juízo Investigativo para refrescar a sua memória?

 

João 10:13 “Eu sou o bom pastor, Eu conheço minhas ovelhas e minhas ovelhas me conhecem…

 

Jesus disse no primeiro século; “Eu conheço as minhas ovelhas”. De acordo com E.G.White, ele deveria ter dito: – Eu não conhecerei minhas ovelhas antes de 1844.

Jesus disse a seus discípulos que quando Ele sentasse no seu trono , os discípulos participariam do julgamento das doze tribos, Jesus não deveria esperar até 1844 para ver se seus discípulos iriam passar pelo Juízo investigativo para ver se eles poderiam julgar as doze tribos?

 

Mateus 19:28 – E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do Homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.

 

Paulo escrevendo a Timóteo, não disse que o Senhor esperaria  1844 para conhecer quem eram eles? Paulo disse “O Senhor conhece aqueles que são seus”. 

 

2 Tim. 2:19 –  Entretanto, o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: O Senhor conhece os que lhe pertencem. E mais: Aparte-se da injustiça todo aquele que professa o nome do Senhor.

 

Paulo não disse que Timóteo  teria que passar pelo teste do Juízo Investigativo de 1844 para ter a certeza  que os seus pecados esquecidos haveriam de ser apagados antes que Deus lhe desse a “Coroa da Justiça”.

 

2 Tim.4:7-8 :-   Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda.

 

4

O término do trabalho da expiação e quem estará apto para os seus benefícios.

 

E.G.White: “…In 1844 Christ then entered the most holy place of the heavenly sanctuary, to perform the closing work of atonement,preparatory to His coming” (The Great Controversy, page 481); “. . .To make an atonement for all who are shown to be entitled to itsbenefits(Ibid., page 456).

 

Tradução:-

EGW: – “…Em 1844 Cristo entrou no mais santo lugar do santuário celestial, para terminar o trabalho de expiação, preparatório para Sua Vinda” (The Great Controversy, page 481).

 

Para fazer expiação por todos aqueles que se mostrassem aptos para receber os  benefícios da mesma. (Ibid., page 456).

 

…em 1844. Assistido por anjos celestiais, nosso grande Sumo Sacerdote entra no lugar santíssimo, e ali comparece à presença de Deus a fim de Se entregar aos últimos atos de Seu ministério em prol do homem, a saber: realizar a obra do juízo de investigação e fazer expiação por todos os que se verificarem com direito aos benefícios da mesma.(O grande conflito página 480}

 

E.G.White estabelece que  que Jesus entrou no lugar mais santo  em 1844 para os “últimos atos de expiação” e para fazer a expiação por todos aqueles  que se verificarem com direitos a tal benefício. Não há uma só afirmação Bíblica que nos diga que Jesus entrou no lugar “Mais Santo” em 1844 ou que sua expiação seja somente para aqueles que “Tiverem direito a seus benefícios”.  A Bíblia nos diz que Jesus entrou no lugar mais santo após a sua ressurreição e sentou-se a direita no trono do Pai.

 

A palavra de Deus prova que E.G.White e os ASD estão errados quando dizem que Jesus não esteve no lugar MAIS SANTO antes de 1844.

Efésios 1:

19 e qual a suprema grandeza do seu poder para com os que cremos, segundo a eficácia da força do seu poder;

20 o qual exerceu ele em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos e fazendo-o sentar à sua direita nos lugares celestiais,

Col. 3:1 – 

1 Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus.

1 Pedro 3:22 – 

22 o qual, depois de ir para o céu, está à destra de Deus, ficando-lhe subordinados anjos, e potestades, e poderes.

Heb. 1:3

3 Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, depois de ter feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade, nas alturas,

Heb. 9:11 – 12 

12 não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção.

Heb. 10:11-12 

11 Ora, todo sacerdote se apresenta, dia após dia, a exercer o serviço sagrado e a oferecer muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca jamais podem remover pecados;

12 Jesus, porém, tendo oferecido, para sempre, um único sacrifício pelos pecados, assentou-se à destra de Deus,

Heb. 10:18 -19  

18 Ora, onde há remissão destes, já não há oferta pelo pecado.

19 Tendo, pois, irmãos, intrepidez para entrar no Santo dos Santos, pelo sangue de Jesus,

Heb. 12:2 – 

2 olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus.

 

A própria Ellen se contradiz quando em outras citações diz “A expiação está completa” e foi aquela  “perfeita expiação”, a qual foi no calvário.

 

EGW: He [Christ] planted the cross between Heaven and earth, andwhen the Father beheld the sacrifice of His Son, He bowed before it in recognition of its perfection. “It is enough,” He said. “The Atonement is complete.”–The Review and Herald, Sept. 24, 1901.

 

Tradução:-

Ele [ Cristo] plantou a cruz entre Céu e terra, e quando o Pai viu o sacrifício do Seu filho,  Ele se curvou em reconhecimento de sua perfeição. “É o suficiente”, Ele disse. “A expiação está completa.”

 

EGW: Type met antitype in the death of Christ, the Lamb slain for the sins of the world. Our great High Priest has made the only sacrifice that is of any value in our salvation. When He offered Himself on the cross, a perfect atonement was made for the sins of the people . We are now standing in the outer court, waiting and looking for that blessed hope, the glorious appearing of our Lord and Saviour Jesus Christ.– The Signs of the Times, June 28, 1899.

 

Tradução:-

O Tipo conheceu anti-tipo  na morte de Cristo, o Cordeiro morto pelos pecados do mundo. Nosso grande Sumo Sacerdote  fez o único sacrifício que é de qualquer valor em nossa salvação. Quando Ele se ofereceu na cruz, uma expiação perfeita foi feita pelos pecados das pessoas. Nós estamos  agora em pé na corte exterior, aguardando, a benção esperada,  o  aparecimento glorioso de nosso Senhor  e Salvador Jesus Cristo. The Signs of the Times, June 28, 1899.

 

Como  pode  Jesus estar fazendo “um trabalho final de expiação” iniciado em 1844 se Quando Ele se ofereceu na cruz, uma expiação perfeita foi feita pelos pecados das pessoas? É heresia acreditar que Jesus realizou uma expiação  incompleta na cruz e que ele precisaria terminar a expiação em algum dia no futuro.

 

Esteja certo de que só há uma expiação e foi completada na Cruz. 

 

E.G.White diz que a expiação do Juízo Investigativo é para o povo “que tem guardado o nome de Cristo “, e ” para fazer expiação por todos os que se verificarem com direito aos benefícios da mesma“. A Bíblia, diz diferentemente que: – A expiação feita por  Jesus não foi  “para os que se verificarem com direito a seus benefícios”, Mas para aqueles que não tem direitos de tê-la e inclui todos os pecadores. 

 

Paulo falando aos cristãos romanos lhes diz que a expiação foi feita para eles enquanto eles eram pecadores, e não que começaria no  futuro em 1844 como E.G.White procura nos fazer acreditar.
ROMANOS 5:
6 Pois, quando ainda éramos fracos, Cristo morreu a seu tempo pelos ímpios.
7 Porque dificilmente haverá quem morra por um justo; pois poderá ser que pelo homem bondoso alguém ouse morrer.
8 Mas Deus dá prova do seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós.

9 Logo muito mais, sendo agora justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira.
10 Porque se nós, quando éramos inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.

 

O apostolo Paulo sempre disse que o trabalho de expiação já havia terminado “fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.” ( escrito entre 56- 57 A .D.)!

Paulo está dizendo que os Cristãos nos seus dias tinham razões para regozijar-se porque eles tinham recebido a expiação dos pecados. Ele não disse que os Cristãos deveriam aguardar até 1844 para receber uma “expiação final” para verificar se eles estavam mesmo reconciliados com Deus.

 

Está claro em  hebreus que Jesus, “depois que providenciou a purificação dos pecados” no Calvário, assentou-se à destra de Deus. A expiação estava completa.

Heb. 1: 3 sendo ele o resplendor da sua glória e a expressa imagem do seu Ser, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo ele mesmo feito a purificação dos pecados,assentou-se à direita da Majestade nas alturas,

 

5

E.G.White Move o Trono do Pai!

 

E.G.White: Vi o Pai erguer-Se do trono e num flamejante carro entrar no santo dos santos para dentro do véu, e assentar-se….Então um carro de nuvens, com rodas como flama de fogo, circundado por anjos, veio para onde estava Jesus. Ele entrou no carro e foi levado para o santíssimo, onde o Pai Se assentava.Então contemplei a Jesus, o grande Sumo Sacerdote, de pé perante o Pai.(Primeiros escritos pg.55)

 

Como isso é possível, o Pai esteve no Lugar Santo com Jesus ” em um Trono ” por 1800 anos até 1844!?

 

O Pai tinha dois tronos, um no Santo e um no Santo dos Santos? Claro que não! Se fosse assim o trono no Santíssimo deveria ter estado desocupado durante 1800 anos  segundo E.G.White.

Então E.G.White move Jesus, em um carro de Rodas Flamejantes,  para o “Santo dos Santos” para ser um com o Pai.

Apocalipse 4 deixa claro que,  o Pai já  estava no Trono no Lugar Santíssimo já no primeiro século  quando isso foi revelado a João  em visão.

 

6

Investigando os Nomes

E.G.Whte:  As the books of record are opened in the judgment, the lives of all who have believed on Jesus come in review before God. Beginning with those who first lived upon the earth, our Advocate presents the cases of each successive generation, and closes with the living. Every name is mentioned, every case closely investigated. Names are accepted, names rejected” (The Great Controversy, 1950 edition, page 483).

 

Tradução:-

Ao abrirem-se os livros de registro no juízo, é a vida de todos os que creram em Jesus passada em revista;  Começando pelos que primeiro viveram na Terra, nosso Advogado apresenta os casos de cada geração sucessiva, finalizando com os vivos. Todo nome é mencionado, cada caso minuciosamente investigado. Aceitam-se nomes, e rejeitam-se nomes.

 

De acordo com E.G.White todos os nomes das pessoas que viveram no passado na terra e que creram em Jesus serão os primeiros no Juízo Investigativo de 1844, para ver se eles são merecedores, depois Deus iniciará o julgamento dos vivos.

Vejamos os nomes registrados na Bíblia, “os que foram os primeiros a viver sobre a terra” e vejamos se Deus  já decidiu seEles foram aceitos ou rejeitados. Se eles foram aceitos por Deus, estará Deus fazendo-os entrar novamente em julgamento – O Juízo Investigativo de E.G.White?

 

Adão: – 

Rom. 5:14 “No entanto a morte reinou desde Adão até Moisés, mesmo sobre aqueles que não pecaram à semelhança da transgressão de Adão o qual é figura daquele que havia de vir”.

 

Adão foi o modelo daquele que viria, Jesus. Como poderia Deus dizer isto a respeito de Adão antes de julgá-lo em 1844 para ver se Adão era ou não merecedor? Devemos ver os fatos, Deus conhecia antes de 1844 o caráter de Adão.

 

Abel:

Heb. 11:4 – pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho das suas oferendas, e por meio delas depois de morto, ainda fala.”

Deus disse que Abel era um homem Justo. Estará Deus mandando agora Abel para um novo Julgamento que começaria em 1844 para ver se Deus não tinha se enganado ao dizer que Abel era justo?

Enoque:

Heb. 11:5  “Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte; e não foi achado, porque Deus o trasladara; pois antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus.”

 

Enoque alcançou testemunho de que agradara a Deus. Será que Deus cometeu um erro? Deverá Deus agora fazer Enoque passar pelo Juízo investigativo para ver se Deus havia cometido um erro ao transladar Enoque? Coitado do Enoque.  Se ele não passar pelo Juízo investigativo, deverá deixar o Céu onde viveu até agora e ser queimado ao final deste Tempo?

Noé: 

Heb. 11:7 “Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, sendo temente a Deus, preparou uma arca para o salvamento da sua família; e por esta fé condenou o mundo, e tornou-se herdeiro da justiça que é segundo a fé.

É fantástico que E.G.White acredite que Noé deverá ser testado depois de 1844 para verificar se ele poderá entrar no Céu quando no primeiro século Deus Disse que Noé  tornou-se herdeiro da justiça que é segundo a fé. Se Noé não passar pelo Juízo investigativo de 1844 ele será queimado no fogo.

 

Elias:  

2 Reis 2:11  “E, indo eles caminhando e conversando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho.”

Nós devemos argüir a Deus, sobre o porque Ele levou Elias para o Céu, pois de acordo com E.G.White, o nome de Elias ainda não havia passado pelo julgamento que só ocorreria depois de 1844.

Poderíamos adicionar o restante dos santos citados em Hebreus 11 Abraão, Sara, Isaque, Jacó, José, Moises, Raabe, Gideão, Baraque, Sansão, Jefité, Davi, Samuel e os profetas.

 

7


O tempo quase terminou em 1850 ?
O que significa “Breve” ?

 

E.G.White: “Forty years has this work been in progress. Soon—none know how soon—it will pass to the cases of the living” (The Great Controversy, page 315, edition of 1884).

 

Tradução:-

E.G.White: Há Quarenta Anos este trabalho está em progresso, Brevemente – ninguém sabe quão breve se passará aos casos dos vivos. (O grande conflito, pág. 315, edição de 1884)

 

E.G.White mudou suas palavras inspiradas de “quarenta anos” em 1884 para “muitos anos” nas edições de 1911, 1939, e 1950.

 

“O juízo ora se realiza no santuário celestial. Há muitos anos esta obra está em andamento. Breve , ninguém sabe quão breve, passará ela aos casos dos vivos.” (The Great Controversy, 1950 edition, page 490).
Quando E.G.White diz  “Breve” o que é que significa isso?  Se em 1884 O Juízo Investigativo já estava em progresso há quarenta anos, nós ficamos maravilhados com o significado da palavra breve  – Como ela deveria ser interpretada?
Dizendo “Breve” depois de estabelecer que o Juízo Investigativo já havia começado a quarenta anos, somos levados a concluir que “Breve” deveria ser um período menor do que os quarenta anos.Portanto Cristo já deveria ter terminado o julgamento dos vivos e ter retornado.

A Bíblia nos mostra isso :

2 Tim 4:1 – Conjuro-te diante de Deus e de Cristo Jesus, que há de julgar os vivos e os mortos, pela sua vinda e pelo seu reino;

Note que, este verso diz que os vivos e os mortos serão julgados  em sua vinda.

 

Agora em 2005 já se passaram 120 anos desde 1884, e Cristo ainda não retornou. “Breve” no entendimento de E.G.White deve significar um período maior do que 120 anos, ou então o Juízo Investigativo é um processo muito lento e a Sra. E.G.White não foi avisada desse fato.

Aqui esta a verdade sobre este assunto. A teoria do Juízo Inveistigativo é inteiramente errada e nenhum julgamento esta se realizando neste momento  nem será realizado antes da volta de Jesus, em um outro capítulo do mesmo livro  E.G.White diz:

 

“This work of examination of character, of determining who are prepared for the kingdom of God, is that of investigative judgment, the closing work in the sanctuary above” (Ibid., 1939 edition, page 489).

 

Tradução:-

 E.G.Whte: “Este trabalho de exame de caráter, para determinar quem está preparado para o Reino de Deus, é o Juízo investigativo, o trabalho de fechamento do serviço no santuário de cima” (Ibid., 1939 edition, page 489).

Esses fatos nos chamam a atenção para  uma grande conclusão a respeito da doutrina do juízo investigativo. Os proponentes dessa teoria não tinham idéia de que o julgamento duraria tanto tempo. Quando a Sra. White escreveu esse parágrafo, ela disse que o trabalho do Juízo Investigativo já se fazia a 40 anos.  Mas agora esses, a quem caiu o fardo de continuar a ensinar o Juízo  Investigativo, são confrontados com o fato que não quarenta anos, mas bem mais de um século decorreu desde 22 de outubro de 1844 . No ano 2044, Cristo estaria julgando os santos a 200 anos . Olálá!

 

Ninguém sabe se o Juízo Investigativo já passou aos casos dos vivos! Isso significa que a IASD está pregando a quatro gerações, para pessoas vivas,  e o Juízo Investigativo está investigando ainda as pessoas mortas  e nesse caso nenhum dos vivos ainda foi julgado!   É realmente um pensamento perturbador. 

Porque a mudança de “40 anos” para “muitos anos”?

Em 1850 a Sra. E.G.White escreveu:-

 
“I saw that the time for Jesus to be in the most holy place was nearly finished, and that time can last but very little longer”(Early Writings, page 58). On the same page she writes: “The sealing time is very short, and will soon be over.” Again, on page 67 of the same book, she writes: “But now time is almost finished, and what we have been years learning, they will have to learn in a few months.”  

 

Tradução:-

“Eu vi que o tempo para Jesus permanecer no lugar santíssimo terminaria logo, e aquele tempo pode demorar, mas muito pouco tempo”(Early Writings, page 58). Na mesma página ela escreve: “O tempo do selamento é muito curto, e terminará logo”  ainda na página 67 no mesmo livro ela escreve: Agora o tempo está quase terminado e o que nós aprendemos durante anos, eles deverão aprender em poucos meses.”

Isto foi escrito em meados de 1850. Os pioneiros, Em especial o capitão Bates, estavam ensinando que as sete vezes que o sangue era espargido sobre o propiciatório (levítico 16:14) representavam sete anos que seriam usados por Cristo no trabalho de expiação no lugar santíssimo. Esse período terminaria em 22 de outubro de 1851, e que em seguida ele voltaria. Eles tinham tido 6 anos para aprender mas os laodiceanos que chegaram depois tinham poucos meses para aprender. Por tudo isso fica claro que os pioneiros acreditavam que a volta de Jesus de daria ainda em seus dias e muito brevemente.

 

8

Textos bíblicos utilizados para base da teoria do Juízo investigativo.

Não são em grande número as passagens bíblicas que a IASD usa para tentar basear o Juízo Investigativo. Um exame cuidadoso nos mostrará que essas passagens, na realidade, contradizem tal teoria.

 

Atos 3:19 “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, de sorte que venham os tempos de refrigério, da presença do Senhor,”

 

Atos 2:38  “Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão dos vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.” 

Pedro não está dizendo aos seus ouvintes que o “apagamento dos pecados” seria um evento futuro, mas um evento presente, para que venham os tempos de refrigério. Isso ocorreria quando eles recebessem o Dom do Espírito Santo. Não se trata de um evento após a morte e no Juízo Investigativo.
Daniel 8:14  “Ele me respondeu: Até duas mil e trezentas tardes e manhãs; então o santuário será purificado.”

And he said unto me, Unto two thousand and three hundred days;then shall the sanctuary be cleansed. (KJV)

 

“O santuário seria limpo” é o que diz a  Versão King James. Traduções mais cuidadosas  tem usado o termo “Reconsagrado” ou “Restaurado”.

Em português temos a tradução “Purificado” .

Mesmo em inglês os ASD procuram criar uma confusão entre os conceitos das palavras Purificar e Expiar para com isso criar uma confusão entre expiação e purificação.

Vejamos o que diz o dicionário Aurélio – o mais conceituado na língua portuguesa.

EXPIAR

[Do lat. expiatione.]
S. f.
1. Ato ou efeito de expiar (1); castigo, penitência, cumprimento de pena. ~ V. expiações.

u Expiação suprema.
1. A pena capital.

======= ======== 

PURIFICAR

[Do lat. purificare.]
V. t. d.
1. Tornar puro; livrar ou desembaraçar de substâncias que alteram, corrompem; depurar, purgar, mundificar, acrisolar: 2
2. Tirar mácula(s) a; tornar puro moralmente; santificar, mundificar: 2 &
V. t. d. e i.
3. Limpar, isentar: 2
4. Limpar, desembaraçar, purgar [de impureza(s)] ; mundificar.
V. p.
5. Limpar-se (física ou moralmente); mundificar-se. 

O serviço do Santuário de Daniel 8:14 não se referia ao dia da Expiação nem mesmo a um evento futuro que ocorreria em 1844.  Quando o Santuário foi profanado?  Vs. 9-12 conta-nos que foi o pequeno chifre  que profanou o santuário. Essa limpeza nunca poderia ser feita no dia da Expiação.

A purificação do santuário não foi feita no dia da Expiação.

A Bíblia nos dá outro exemplo de purificação do santuário.

 2 Crônicas 29:5 

disse-lhes: Ouvi-me, ó levitas; santificai-vos agora, e santificai a casa do Senhor, Deus de vossos pais, e tirai do santo lugar a imundícia.”

2 Crônicas 29:15 -18 

Ajuntaram seus irmãos, santificaram-se e entraram conforme a ordem do rei, segundo as palavras do Senhor, para purificarem a casa do Senhor.16 Também os sacerdotes entraram na parte interior da casa do Senhor para a limparem, e tirarem para fora, ao átrio da casa do Senhor, toda a imundícia que acharem no templo do Senhor; e os levitas a tomaram e a levaram para fora, ao ribeiro de Cedrom.”

17 “Começaram a santificá-la no primeiro dia do primeiro mês, e ao oitavo dia do mês chegaram ao alpendre do Senhor, e santificaram a casa do Senhor em oito dias; no décimo sexto dia do primeiro mês acabaram.”

18 “Então foram ter com o rei Ezequias no palácio, e disseram:Acabamos de limpar toda a casa do Senhor, como também o altar do holocausto com todos os seus utensílios, e a mesa dos pães da proposição com todos os seus utensílios.”

Daniel 7:9 -10

9 “Eu continuei olhando, até que foram postos uns tronos, e um ancião de dias se assentou; o seu vestido era branco como a neve, e o cabelo da sua cabeça como lã puríssima; o seu trono era de chamas de fogo, e as rodas dele eram fogo ardente.”

10 “Um rio de fogo manava e saía de diante dele; milhares de milhares o serviam, e miríades de miríades assistiam diante dele.Assentou-se para o juízo, e os livros foram abertos.”

 

E.G.White e a IASD interpretam o julgamento de Daniel 7 como sendo o Juízo Investigativo dos santos que seria  iniciado em 1844. Se você olhar cuidadosamente para este capítulo você verá que se trata do Julgamento feito por Deus contra o poder da besta que estava perseguindo os santos. 

Os santos não são julgados por seus pecados mas são vindicados por Deus. Leia Daniel  7: 21-26. Não há nada na Bíblia que descreva o Juízo Investigativo de E.G.White, isso é uma perversão das escrituras para tentar justificar uma afirmação não bíblica de E.G.White
Apocalipse 14:6-7 

6 “E vi outro anjo voando pelo meio do céu, e tinha um evangelho eterno para proclamar aos que habitam sobre a terra e a toda nação, e tribo, e língua, e povo,”

7 “dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.”

 

Apocalipse:-14:7, não diz que a hora do julgamento de Deus ocorre em 1844. Quando João estava escrevendo para as sete igrejas sobre este dia “A hora do julgamento já tinha começado”. Não se trata ai de um evento futuro . Trata-se de um julgamento contra contra a besta que estava naquele momento perseguindo a Igreja e essa besta era o Império Romano.

James White concorda que este texto não se aplica a um julgamento iniciado em 1844. diz ele:

 

“The advent angel (Rev. 14:6,7) ‘saying with a loud voice, Fear God and give glory to him: for the hour of his judgment is come,’ does not prove that the day of judgment came in 1840, or in 1844, nor that it will come prior to the second advent.” Advent Review of Sept. 1850.

 

Tradução:-

O Anjo do advento (apocalipse 14: 5,7) “dizendo em alta voz, Temei a Deus e dai-lhe gloria porque a hora do seu julgamento é chegada,Não prova que o dia do julgamento viria em 1840 ou 1844, isso só ocorreria com o segundo advento. Advent Review of Sept. 1850.

 

9

O que E.G.White mudou sobre o Juízo Investigativo de 1844.

A mudança feita por E.G.White passa a incluir todas as pessoas do mundo e não somente os salvos.

Manuscript Releases Volume Eight, page 244, paragraph 2

Chapter Title: The Investigative Judgment

When speaking to congregations, there is always before me the final judgment, which is to be held in the presence of the world, when the law of God’s government is to be vindicated, His name glorified, His wisdom acknowledged and testified of as just to believers and unbelievers. This is not the judgment of one person, nor of a nation, but of a whole world of intelligent beings, of all orders, of all characters. The judgment takes place first upon the dead, then upon the living, then the whole universe will be assembled to hear the sentence. I feel as if I were in the presence of the whole universe of heaven, bearing my message for time and for eternity.–Letter 109, 1898, p. 4. (To Brother Moon, November 29, 1898.)

 

Tradução:-

Título do capítulo: – O Juízo Investigativo

 

Ao falar com as congregações, sempre tenho diante  de mim o julgamento final, que será realizado  na presença do mundo, quando a lei do governo de Deus será vindicada, Seu nome Glorificado. Sua sabedoria será reconhecida  e testemunhada seja pelos crentes ou descrentes. Este não é o julgamento de uma pessoa, nem de uma nação, mas de um mundo inteiro de seres inteligentes, de todas as ordens, de todos os caráteres. O julgamento inicia primeiro pelos mortos e depois pelos vivos,  então o universo inteiro será reunido para ouvir a sentença. Eu sinto como se eu estivesse na presença do universo inteiro sob o  céu, levando minha mensagem durante tempo e para eternidade. Letter 109, 1898, p. 4. (To Brother Moon, November 29, 1898.)

 

10

Em 1850 James White Não acreditava em um Juízo Investigativo.

Publicado no  Advent Review de Setembro de . 1850.

“Some have contended that the day of judgment was prior to the second advent. —This view is certainly without foundation in the word of God . . . . .

Tradução:-

“Alguns discutem afirmando que o dia do julgamento será antes do segundo advento. – Essa interpretação é certamente sem fundamentação  na palavra de Deus……

“Daniel, ‘in the night visions’ saw that ‘judgment was given to the Saints of the Most High,’ but not to mortal saints —not ‘until the Ancient of days came,’ and the ‘little horn’ ceased prevailing, which will not be until he is destroyed by the brightness of Christ’s coming.

Tradução:-

” Daniel, nas visões da noite, disse que o julgamento era para os Santos do Mais Alto; mas não para Santos mortais – não ‘até a vinda do  Ancião de dias’, e de que o ‘pequeno chifre’ deixasse de prevalecer, o qual não seria destruído até que o Brilho da vinda de Cristo o destrua.

Conjuro-te diante de Deus e de Cristo Jesus, que há de julgar os vivos e os mortos, pela sua vinda e pelo seu reino;  2 Tim. 4:1.

“O anjo do advento  (Apoc. 14:6,7) ‘dizendo em alta voz , Temei a Deus e dai-lhe Gloria porque é chegada a hora do seu Juízo”  Não prova que o dia do julgamento viria em 1840 ou em 1844 ou que ele seria antes do segundo advento.  Advent Review de setembro de 1850.

“It is not necessary that the final sentence should be given before the first resurrection as some have taught; for the names of the saints are written in heaven, and Jesus, and the angels will certainly know who to raise, and gather to the New Jerusalem.” James White, A Word to the Little Flock, 1847, p. 24.

Tradução:-

“Não é necessário que a sentença final seja dada antes da primeira ressurreição como alguns crêem, para que os nomes dos santos sejam escritos no Céu, e Jesus, e os anjos certamente saberão como junta-los e levá-los para a Nova Jerusalém. A Word to the Little Flock,1847, p. 24.

Se o Juízo Investigativo não tinha suporte na Bíblia  em 1850 e antes, é porque ele nunca teve fundamentação Bíblica. James White pode ter mudado de posição para apoiar E.G.White nas suas “Visões” não bíblicas.

 

11
De acordo com o  Pastor Robert Olson, do White Estate, Ellen White “interpretou mal” sua visão da porta fechada em 1844. 

Ellen White “interpretou mal” sua visão  sobre a porta fechada em 1844, admite Robert Olson do White Estate que assume isso no folheto ,  One Hundred and One Questions on The Sanctuary and On Ellen White, p. 58.

  1. A Porta Fechada 

“Ellen mostrou 3 grupos de pessoas.

(a)   Os Santos vivos, em número de 144.000, Os quais mantiveram a sua fé na experiência de 22 de outubro.

(b)  Os mileritas que viram o movimento de 1844 como um erro e que disseram que não havia sido um movimento de Deus.  E

(c)   “O mundo mau que Deus tinha Rejeitado. ”

Ellen interpretou mal essa visão.  She correctly understood that the day of salvation for the latter two groups was past. For them, the door was shut. (See Selected Messages, book 1, p. 62.) But she incorrectly concluded that no one could accept Christ after October 22, that only the little flock remaining in the household of faith would be saved, and that everyone else would be lost. She somehow failed to see that the figure 144,000, however interpreted, must surely include more than a few small groups of the advent bands. “ One Hundred and One Questions on The Sanctuary and On Ellen White, p. 58.

Tradução:-

Ela entendeu corretamente que o dia da salvação para os dois últimos grupos já havia passado. PARA ELES, A PORTA ESTAVA FECHADA. (Veja -Mensagens escolhidas, vol. 1, p.62)Mas ela erradamente concluiu que ninguém poderia aceitar Cristo depois de 22 de outubro, que somente o pequeno rebanho remanescente (já na Igreja) da fé poderiam ser salvos,  todos os demais estariam perdidos. Ela de alguma maneira falhou no entendimento da  figura dos  144,000, porém interpretou, que devia  incluir mais  alguns grupos pequenos .

 Robert Olson está também errado quando ele diz que:-  “Ela entendeu corretamente  que o dia da salvação para os dois últimos grupos já havia passado pois a porta da graça já estava fechada” .

O dia da salvação para os dois últimos grupos tinha realmente passado? Deus nunca fechou a porta da salvação.

O grupo  (b) , “os Mileritas” iniciaram reuniões evangelísticas  depois de 1844 enquanto  os White insistiam que a porta da graça já estava fechada para todos menos para o grupo deles.  E.G.White só resolveu abrir a porta da graça depois de 1851 !!

O grupo (c) , “O mundo Mau “.

Deus nunca rejeitou ninguém por não crer na falsa mensagem de Miller. A porta da salvação nunca esteve fechada, tudo estava errado na teoria da porta fechada pregada por E.G.White.

Conclusão

O Juízo investigativo não engrandece o Criador. 

Heb. 4:12 –  E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele a quem havemos de prestar contas.

O que o Juízo Investigativo faz.

Eles Manterem os ASD em um estado de incerteza com relação aos seus pecados. O Juízo Investigativo rouba a segurança de que seus pecados estão perdoados e esquecidos. E.G.White diz a seus seguidores que o arrependimento de seus pecados não cancela esses pecados. Isto é uma heresia! Isto contradiz toda a mensagem de Jesus. A palavra de Deus ensina que se eu me arrependo e peço perdão dos meus pecados eles estão imediatamente perdoados, apagados e esquecidos.

Na realidade todos esses ensinos não bíblicos da IASD foram criados para tentar tapar a vergonha e o erro das interpretações mileritas que determinavam que a segunda visita de Cristo seria em 1843 depois em 1844 e depois em 1845.

Sobre o tradutor:

O Professor Eloy Arraes Vargas, é Adventista do Sétimo Dia desde 1968, é Bacharel em Ciências Políticas e Sociais pela Escola Superior de Sociologia e Política, é Licenciado em Ciências Sociaispela Pontifícia Universidade Católica é Bacharel em Direito pela Universidade Braz Cubas e é Bacharel em Matemática pela Universidade de Mogi das Cruzes.

É professor registrado no MEC para ministrar aulas de várias disciplinas, entre elas Sociologia, História e Matemática

FONTE: http://www.adventistas-bereanos.com.br/2005agosto/ojuizoinvestigativo.htm

Veja também: http://www.israelitas.com.br/estudos/estudosVer.php?id=61

https://www.dropbox.com/s/69jrexgpeweb4g4/DSCN1547.JPG?dl=0
BATISMO HARAS_29_11_14 Clique na foto para aumentá-la.
Captura de tela 2014-11-29 17.05.15
Captura de tela 2014-11-29 16.50.12

Captura de tela 2014-11-29 17.08.13

https://www.dropbox.com/s/350r0yqkpnx7o04/DSC08737.JPG?dl=0

https://www.dropbox.com/s/gtrlblqo0mpf1eh/DSC08770.JPG?dl=0

https://www.dropbox.com/s/ywz92nwa34npzf6/DSC08768.JPG?dl=0

https://www.dropbox.com/s/i372q08yi4do3hm/DSC08750.JPG?dl=0

https://www.dropbox.com/s/350r0yqkpnx7o04/DSC08737.JPG?dlI=0

Irmã Tereza da Silva, 82, da comunidade Adventista Bereana do 7o. Dia do Núcleo 6 do Projeto Senador Nilo Coelho, durante muitos anos almejou concretizar seu casamento civil com seu parceiro há décadas, Sr. Jonas, pai de sua duas filhas, sem poder, entretanto, chegar ao altar, a fim de descer às água batismais em nome do Senhor Jesus Cristo, conforme a Bíblia ensina (diferente de como as igrejas que seguiram Roma batizam, em nome da trindade, alicerçados na areia movediça do verso 19 do capítulo 28 de Mateus – adulterado pelos “pais” da igreja).

Enfim, o seu esposo morreu enfermo há alguns tempos, sentindo-se a mesma livre para descer às águas batismais, o que ela concretizou na manhã de sábado de 29.11.2014, nas águas da piscina do Haras Pé de Serra, em Petrolina, PE, sendo o batismo oficiado pelo irmão Augusto Coimbra Costa Pinto, auxiliado por sua esposa Tâmara Coimbra Diniz e pelo irmão Jesus, que hoje mora no povoado de Porteiras, PSNC, Petrolina, PE, os quais tem colaborado com a causa do Mestre ajudando na manutenção da fé da família da irmã Tereza, das suas duas filhas Marinalva, Isabel e seu esposo.
É muito grande a alegria da irmã Tereza por dar esse importante passo em sua vida espiritual com Cristo e seu Deus e Pai neste dia.

Veja a verdade sobre o batismo verdadeiro

LAMENTAMOS SUA MORTE (CLIQUE E LEIA AQUI)
Lamentamos, porque quase todos nós o assistimos e rimos muito, independente da idade, sobretudo porque fazia humor com muita inteligência, criatividade, sem pornografia, sem palavrões, … por que gostávamos tanto dele? “talvez ele fosse um espelho de nós”.
Lamentamos mesmo.

SÓ UM TOCAR – SARAH ALVES

novembro 28th, 2014 | Posted by Paulo Pinto in Artigos - (0 Comments)

O ORGULHO HUMANO COLOCADO NO LIXO

novembro 26th, 2014 | Posted by Paulo Pinto in Artigos - (0 Comments)

OUÇA O ÁUDIO E PARTILHE COM AMIGOS

LEIA A MATÉRIA


Embora se afirme que esse vírus não é perigoso para nós humanos, em outros casos não se pode dizer o mesmo. E isso já está comprovado mesmo? E se houver uma mutação que faça o contrário?
“A existência de propriedades com 10.000 a 100.000 bovinos de corte, de 200 a 2000
vacas de leite, de 20.000 a 100.000 suínos e granjas com milhões de
frangos de corte e aves de postura favorecem a manutenção de
determinadas doenças transmissíveis, principalmente as respiratórias,
digestivas e por contato direto”.
“a) A tuberculose é a principal causa de condenação de carcaças de
bovinos para graxaria, embora a cisticercose seja a principal
causa de julgamento e aproveitamento condicional desta peça
em frigoríficos de Minas Gerais sujeitos à Inspeção Federal.
b) Magreza, caquexia e traumatismos são importantes causas de
depreciação de peças de bovinos abatidos em frigoríficos.II Simpósio de Produção de Gado de Corte – 149
c) As carcaças que vão a julgamento são aproveitadas
condicionalmente (57,03%) ou liberadas para consumo
(41,98%). Menos de 1% são condenadas para graxaria.
d) O julgamento das vísceras de bovinos resulta quase sempre em
depreciação, principalmente com envio para graxaria.
e) O prejuízo devido à condenação de fígado dos bovinos para
graxaria é cerca de quatro vezes superior ao da condenação de
suas carcaças.
f) As principais causas de condenação de fígado de bovinos em
frigoríficos sob Inspeção Federal são a teleangiectasia maculosa
e as lesões supuradas”. – Idem.
“Não há a menor possibilidade de sucesso na expansão da
produção ate que sejam controladas e mesmo erradicadas doenças
como a febre aftosa, tuberculose e brucelose nos bovinos, peste suína
clássica nos suínos e Newcasttle nas aves. Essas doenças podem ser
agrupadas em três importantes categorias:
A) – Doenças que causam severas perdas econômicas e que são
barreiras no comércio internacional de animais e de seus
produtos. Exemplos são a febre Aftosa, Encefalopatia
Espongiforme Bovina (EEB- Vaca Louca), Peste Suína Africana
e Clássica e NewCasttle.
B) – Doenças que são onipresentes, prevalentes e são causas que
contribuem para baixa performance dos animais. Aqui estão
incluídas as doenças respiratórias, infecções entéricas e
doenças por ecto e endo parasitas.
C) – As zoonoses, doenças dos animais transmissíveis ao homem e,
portanto de importância para a Saúde Pública. Exemplos são as150 – II Simpósio de Produção de Gado de Corte
Cisticercoses, Bruceloses, Hidatidose, Leptospiroses,
Tuberculose e Leptospiroses.” Idem
No livro da crise à paz de Ching Hai, lemos na página 5 “É a carne que cria doenças, que nos obriga a destinar fortunas aos hospitais. Portanto, a mudança da dieta é a opção número um para todos aqueles que desejam salvar a terra”. E mais, ” Se você comparar com uma dieta vegana, uma dieta à base de carne usa até 17 vezes maios terra, 14 vezes mais água e 10 vezes mais energia”.
Na Palavra de Deus, lemos: “E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento.
E a todo o animal da terra, e a toda a ave dos céus, e a todo o réptil da terra, em que há alma vivente, toda a erva verde será para mantimento; e assim foi.
¶ E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã, o dia sexto”.

Gênesis 1:29-31
Esta foi a dieta original para homens e para animais.

Naquela mesma hora se alegrou Jesus no Espírito Santo, e disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que escondeste estas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste às criancinhas; assim é, ó Pai, porque assim te aprouve. Lucas 10:21.

Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos. Mateus 11:25.

Em recente episódio numa comunidade na zona rural de Juazeiro, BA, um irmão adventista do sétimo dia, após ter estudado a verdade bíblica sobre o BATISMO EM NOME DO SENHOR JESUS CRISTO, embora muito simples e de não muitas letras, foi procurado pelo pastor de sua antiga igreja que queria por tudo fazer sua cabeça para ele não se batizar em nome do Senhor Jesus Cristo entre os irmão Adventistas Bereanos.

Iluminado pelo espírito de Deus, e sendo bastante sincero, o irmão propôs ao pastor adventista: Pastor, o senhor aceita me batizar em nome so Senhor Jesus Cristo, conforme todos os batismos bíblicos? O pastor respondeu: Não, não o batizo em nome do Senhor Jesus.

Impressionante!

Guiado pelo espírito de Deus o irmão, embora simples, deu-lhe a oportunidade áurea de ficar ao lado da verdade da palavra de Deus, mas ele, servo do sistema religioso que deixou a verdade, preferiu permanecer ao lado de sua corporação religiosa a Associação Geral da Igreja Adventista do Sétimo Dia. 12501 Old Columbia Pike, Silver Spring, MD 20904, USA . http://arquivoxiasd.com/parte1.htm (abra e role a página até em baixo e veja o que foi introduzido na sede mundial desde 2.000, mesmo ano em que assinou pacto de amizade com a ICAR, na Polônia)

Profundamente lamentável quando a verdade bíblica é trocada pelo interesse financeiro de uma corporação “religiosa” que trocou Deus pelos manuais e pelo vil metal.

“Assim, também, não é vontade de vosso Pai, que está nos céus, que um destes pequeninos se perca”.Mateus 18:14.

E ali haverá uma estrada, um caminho, que se chamará o caminho santo; o imundo não passará por ele, mas será para aqueles; os caminhantes, até mesmo os loucos, não errarão. Isaías 35:8.

Nos últimos onze anos, desde que fomos libertos do sistema religioso perverso, podemos dizer com pureza de alma junto com o salmista: ” O SENHOR É O MEU PASTOR E NADA ME FALTARÁ”.

Aleluia!!!!!

Graça e Paz,

Segue link https://www.youtube.com/watch?v=-x4PMU5xpiU#t=23 de vídeo que está no youtube sobre as homenagens que a liderança maior de uma Igreja muito conhecida na mídia prestou aos líderes católicos, espíritas, inclusive umbandistas e igreja Brasil para Cristo (Pentecostal), durante o II Festival de Liberdade Religiosa realizado em São Paulo em 25 de maio de 2013.
Tem isso algo a ver com Apoc. 16:13?
Que recado essa igreja está dando às pessoas?
• No ano de 1995 a igreja retira o logotipo dos 3 Anjos.
• Em 1996 acrescenta-se hinos a trindade no hinário. http://arquivoxiasd.com/parte8.htm
• 2000 culmina 15 anos de diálogos com a ICAR.
• Em 2009 não podemos mais pregar sobre a Besta!
• Entendemos então que os que persistirem em pregar as 3 mensagens angélicas, serão chamados de FÁNATICOS e  EXTREMISTAS, e serão devidamente expulsos da Igreja Adventista do Sétimo Dia a nível mundial!

 

FONTE

VEJA O VÍDEO

O POVO DE DEUS NÃO PARTICIPA DISSO.
OUÇA: I PARTE
II PARTE


Em Que Crêem os Judeus-Adventistas?
OS ADVENTISTAS JUDEUS NÃO SÃO OBRIGADOS A CREREM NA TRINDADE.
OS ADVENTISTAS NÃO JUDEUS SIM, SÃO OBRIGADOS A SEREM PAGÃOS.
É UMA DENOMINAÇÃO PARA VÁRIOS GOSTOS.
PARECE QUE O IMPORTANTE MESMO É ENTRAR DINHEIRO DE TODOS OS LADOS!
ISSO É IGREJA?

COMO A VIRGEM SE PROSTITUIU

novembro 14th, 2014 | Posted by Paulo Pinto in Artigos - (0 Comments)

logo_antigo_iasd ERA ESSE E PASSOU A SER ESSE OUTRO. POR QUE? DESCUBRA.
logo_iasd_atual
“Em 1931, numa reunião de portas fechadas e sem autorização, quatro administradores da IASD, decidem publicar no Year Book a doutrina da trindade.
Em 1940, começa uma “limpeza” nos livros da igreja, especialmente nos livros de Ellen G. White e Urias Smith. Essa limpeza foi para incluir a doutrina da trindade nos seus escritos. O professor de história da Andrews University, George R. Night, conta em seu livro “Em Busca de Identidade”, pág. 16 (CASA Publicadora Brasileira), as mudanças que ocorreram no adventismo.
“Muitos dentre os fundadores do adventismo não se uniriam à igreja hoje, se eles tivesses que subscrever as crenças fundamentais da denominação. Mais especialmente, muitos deles não concordariam com a crença nº 2, a qual trata da doutrina da Trindade. Semelhantemente, os pioneiros adventistas ficariam perturbados com a crença nº 4, que fala da eternidade e divindade de Cristo.
Tampouco poderiam, alguns dos primeiros dirigentes adventistas concordar com a crença nº 5, relacionada com a personalidade do Espírito Santo.”
Conferir no mesmo livro, nas páginas, 157 à 160, a “limpeza” nos livros da IASD para incluir a doutrina da Trindade.
Em 1980, foi aprovada a doutrina da trindade na IASD. Na Conferência Geral realizada em Dallas (Texas), o pastor e vice-presidente Neil Wilson da Associação Geral dos adventistas do sétimo dia, temendo as discussões que a mudança para trindade poderia ocasionar, maquinou um plano para a doutrina da trindade ser aprovada na forma de um livro com mais de 450 páginas (Nisto Cremos/ CPB).
A partir de 1980 por ordem da Divisão Sul Americana, começaram a cortar todos os membros que se declaram contra a doutrina da trindade. Milhares de adventistas já foram expulsos da IASD em todo o Brasil.
Veja o que encontramos no livro “A Trindade” (CPB), na pág. 221: “Os pontos de vista da igreja finalmente mudaram porque os adventistas chegaram a uma compreensão diferente da evidência bíblica.”
Ora irmão (ã), o pastor LeRoy E. Froom confessa que foi buscar informações sobre a Trindade em outras fontes por não ter encontrado nada nos livros da igreja. Os autores do livro “A Trindade” confessam que os pontos de vista da igreja finalmente mudaram porque os adventistas chegaram a uma compreensão diferente da evidência bíblica. Como poderemos aceitar uma doutrina que não possui nenhum amparo, tanto na Bíblia como nos escritos da irmã Ellen G. White?
Inclusive a irmã White nunca usou a palavra trindade (tradução da palavra em -06-inglês “trinity”) nos seus escritos, mas sim Divindade (tradução para o inglês é “Godhead”). A própria IASD, através de uma publicação oficial “The Trinity in Scripture”, no ano de 1999, informou que: “A palavra Trindade nunca existiu nos escritos de Ellen G. White.” É mais uma prova de que os escritos da serva de Deus foram adulterados, para insinuar que ela em algum momento acreditou nesta doutrina”.
Leia mais em

Leia sobre as Mudanças em Livros de Urias Smith Foram Feitas pela IASD

Veja Logo da IASD e EGW sobre o logo da iasd e porque mudou.

É O QUE ENSINA MINHA VIDA – Saúde, alimentação e bem estar

DICAS SOBRE SEGURANÇA ALIMENTAR

novembro 12th, 2014 | Posted by Paulo Pinto in Artigos - (0 Comments)


love_story

Em nossa jornada diária, infelizmente, todos ou quase todos, ainda temos uma batalha a travar contra o pecado, para vencer nossas falhas, nossas quedas e fracassos.

No filme Love Story é citada a frase “Amar é não ter jamais que pedir perdão”.

Creio que todos precisamos amar ao Deus verdadeiro e a nosso próximo de tal forma, que não tenhamos jamais que lhes pedir perdão. Não que pedir perdão não seja um gesto nobre. Não, absolutamente; mas por nos relacionarmos com Deus e com nosso semelhante de tal forma, ao ponto de não haver necessidade de tal atitude.

Que o Eterno e seu divino Filho nos ajudem a viver de tal forma, até que em breve, muito em breve, se cumpra o que lemos em Apocalipse 22:1-5. “E mostrou-me o rio puro da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e do Cordeiro.
No meio da sua praça, e de um e de outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês; e as folhas da árvore são para a saúde das nações.
E ali nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão.
E verão o seu rosto, e nas suas testas estará o seu nome.
E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os ilumina; e reinarão para todo o sempre”. Apocalipse 22:1-5.

IGREJA PRIMITIVA X IGREJA ATUAL

novembro 10th, 2014 | Posted by Paulo Pinto in Artigos - (0 Comments)

Cristãos+perseguidos

Na Igreja Primitiva, ou seja, a Igreja dos primeiros séculos, os cristãos buscavam a Deus sobre todas as coisas, renunciavam suas próprias vontades pelas de Deus e Sua Obra. Os cristãos primitivos morriam como espetáculo para o mundo, em arenas, Coliseu, das formas mais terríveis: queimados, transpassados, devorados por animais, etc mas não negavam a sua fé em Cristo Jesus.

E hoje? Com algumas exceções….

O cristão atual nunca lê um capítulo completo: contenta-se em ler um versículo e a partir dele, conforme instruções de seus líderes (que também aprenderam assim), cria uma doutrina própria.

O cristão atual tem medo de pensar por si próprio, pois isso demandaria a difícil tarefa de ter que meditar na Palavra e correr o risco de fazer escolhas, e por isso se deleita em ter quem pense por ele. Assim surgem as coberturas espirituais, os ungidos do Senhor que não podem ser tocados ou questionados, os líderes que convencem seu rebanho a votar em determinado candidato nas eleições, a aceitação de qualquer heresia. Afinal, se o Anjo da igreja falou, está falado.

O cristão atual tem um objetivo na vida: prosperar. Esse desejo ele tirou do mundo, do qual ainda faz parte embora pense não pertencer mais a ele. Assim, transfere para si os valores do mundo, que são a aparência acima de tudo, o ter em detrimento do ser, o ser bem-sucedido em todas as áreas como prova da vitória de Cristo na cruz. Porém Cristo não morreu para que tivéssemos conforto e segurança, mas para que pudéssemos ser salvos e ter a vida eterna, mas essa interpretação não condiz com o american way of life, que na verdade é o anseio de todos os povos, incluindo o tupiniquim. Não à toa importamos a teologia da prosperidade e muitos modismos, o que vem de fora é melhor do que o que temos, inclusive quando o assunto é Deus.
.
O cristão atual quer comandar, estar adiante, na frente, não ser servo. Quer ser cabeça e não cauda, quer as riquezas dos ímpios, quer o poder terreno, pois crê que o céu é aqui na Terra e enquanto se está vivo. Isso está totalmente na contramão dos ensinos de Jesus, de que importa mais ser servo do que senhor, de que se deve ser o menor.
.
O cristão atual tem uma fé fraca, e para fortalecê-la precisa contar com a ajuda de muletas espirituais. Sal grosso, água benta, sabonete ungido, campanha das 7 semanas, tudo é válido para aguçar-lhe a fé. Seu cristianismo precisa se sincretizar com o paganismo em suas várias formas, pois Cristo apenas não é suficiente. O cristão atual é um neopagão, adora a vários deuses sem se dar conta. Cada amuleto gospel é um ídolo de pedra.
.
O cristão atual diz não negar nunca a Cristo, mas já O nega a cada dia, quando busca os valores inversos aos Seus ensinos. Infelizmente a sutileza dos enganos fez do cristão atual mais um religioso dentre tantas religiões. O cristão atual é tão cego à realidade do Evangelho que considera heresia ensinos sobre desprendimento material, afinal foi-lhe incutido que pobreza é coisa do diabo. O servir é coisa de derrotados; o não se conformar com esse mundo é demagogia, pois vivemos nele. Mudar essa mentalidade demoniacamente construída é quase impossível, só pela obra do Espírito Santo.
.
Como converter um cristão ao verdadeiro cristianismo? Como fazê-lo buscar primeiro o Reino de Deus e a Sua justiça, e abrir mão das riquezas materiais, se muitas vezes é o desejo de riquezas que o leva aos templos, que prometem restituição financeira a quem segue as regras da denominação? Como convencê-lo de que deve morrer para esse mundo, quando o engano lhe diz que é nesse mundo que se experimenta um pedacinho do céu? Como mostrar-lhe que o Jesus que ele diz venerar não nasceu num palácio, optando por nascer em uma família humilde; que não adentrou em Jerusalém numa carruagem de fogo, mas num jumentinho? Como ensiná-lo a lição do lava-pés, da renúncia aos valores materiais, do amor ao próximo como a nós mesmos, se o pseudocristianismo lhe diz que é assim mesmo, que Jesus venceu e que viemos para vencer, numa deturpação completa de Sua Palavra?
.
Realmente é muito mais fácil converter um não cristão que ainda não foi infectado pelo vírus do engano religioso, do que converter um “cristão”, pois a lavagem cerebral que esse recebeu torna o processo doloroso e trabalhoso demais. Reverter esse processo é um verdadeiro trabalho de libertação do Espírito Santo, em nome de Jesus.

do blog umaestrangeiranomundo

FONTE

A IGREJA PRIMITIVA

Para compreendermos melhor o cenário da igreja atual em relação a igreja primitiva, temos que voltar aos primórdios da igreja. No livro de Atos dos Apóstolos encontramos uma narrativa de como foi o início da igreja de Jesus Cristo aqui na terra. Aqui temos o exemplo deixado pelos apóstolos e um padrão permanente para a igreja.

Quem quiser seguir a Cristo deve levar em conta os exemplos dos apóstolos vistos neste livro. Exemplos de santidade, ousadia, sofrimento, oração, fraternidade e união. As principais características da igreja primitiva, narrada no livro de Atos dos Apóstolos são:

As últimas instruções de Jesus e a ordenança de evangelizar as nações. A essência do Cristianismo é comunicar o Evangelho, as mensagens de amor, fraternidade e esperança do Cristo. Os apóstolos, depois do próprio Cristo, foram os primeiros a utilizarem a comunicação verbal com o propósito de evangelizar. Esta missão continuou sendo cumprida há séculos, quer por pessoas individualmente quer por comunidades de cristãos. Portanto, não se pode negar que o evangelismo era parte integral da vida da igreja primitiva, sendo que isto acontecia diariamente. A proclamação da verdade era parte essencial da vitalidade da Igreja de Cristo.

A igreja estava constantemente em oração. As orações tinham um papel fundamental na vida da Igreja Primitiva. Isso pode ser claramente percebido pelo relado deixado por Lucas, que diversas vezes considera as orações dos primeiros cristãos.Em Atos podemos ver que a oração foi a atitude dos cristãos diante das decisões a serem tomadas (1.14), a atitude da liderança da igreja em situação de crescimento (6.4) e a prática da igreja quando estava em situação de perigo e perseguição (12.5)

A igreja supria os necessitados. A igreja supria toda necessidade de órfãos e viúvas, e também vimos que irmãos vendia propriedade para socorrer irmãos necessitados.

 

  • Curas e maravilhas eram realizadas pelos apóstolos, dando sequência ao que Jesus tinha feito. As curas na Bíblia eram instantâneas. Não havia reação retardada. Os cegos recebiam sua vista na hora; os coxos começavam a andar, correr e saltar; a pele dos leprosos era purificada instantaneamente (Mateus 8:3; 12:13; Atos 3:7-8; João 9:7). As curas miraculosas foram sempre completas. Não havia curas parciais (Atos 3:16). A maneira de Jesus e dos apóstolos era simples. Não havia fanfarras; não havia nada encenado. Aqueles com a verdadeira capacidade de curar faziam seu trabalho calmamente, simples e completamente.

 

  • Prisões e sofrimento fizeram parte da vida dos apóstolos. Dados históricos e informações preservadas pela tradição antiga referentes ao que ocorrera com os apóstolos e outros importantes líderes do cristianismo, nos ajudam a entender que o compromisso com o caminho da cruz foi levado até as últimas conseqüências. Muitos foram submetidos ao martírio por causa do evangelho de Cristo.

A IGREJA ATUAL

 

Com a leitura do livro de Atos dos Apóstolos devemos compreender que servir a Deus está acima de todas as coisas e mesmo em meio às dificuldades e sofrimentos é necessário mantermos o padrão bíblico de obediência a Deus, fazendo uma comparação da igreja primitiva com o cristianismo atual, iremos encontrar diferenças discrepantes. Veja algumas coisas que ocorre na igreja atual e não encontramos em Atos dos Apóstolos.

 

  • Muitas pessoas têm procurado as igrejas evangélicas para obter benefícios materiais apenas e esquecem-se do que é de fato a igreja. Hoje as igrejas joga tudo para obras sociais do governo, onde elas são beneficiadas com várias isenções de impostos, e portanto não haveria a necesidade de dízimo e sim algumas coletas para pequenas despesas, lembrando que Deus não precisa de dinheiro. Nestes dias, o dízimo serve mais para salários de pastores e suas mordomias.

 

A igreja tem sido usada por muitos apenas para “cobrar” bênçãos de Deus. A Bíblia nos ensinas que não é correto cobrar ou pedir ofertas em troca de milagres e curas, pois é Deus quem as faz e não o obreiro. Jesus ordenava aos seus discípulos “Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios. De graça recebestes, de graça daí” (Mt 10.8). Hoje em dia, quando um dos que “curam” não têm êxito, geralmente, atribuem a culpa pelos insucessos à falta de fé por parte dos que querem ser curados. Mas na Bíblia, aqueles que realmente tinham o poder de curar conseguiam seu intento. Há uma única exceção registrada (Mateus 17) e, nesse caso, o problema foi uma falta de fé por parte dos que pretendiam curar. Nem todos aqueles que recebiam as curas tinham fé; de fato, alguns que nem esperavam ser curados o foram (João 5; Atos 3). Deus nunca falha. Se houvesse, nestes dias, pessoas que verdadeiramente tivessem poderes especiais de Deus para curar, eles também não falhariam.

 

 

O relativismo é tolerado como normal por muitos. A idéia de pecado passa ser algo muito vago. Tem muita gente convivendo com o pecado e está até gostando. O pecado em muitos já até se institucionalizou, se acomodou; convive-se, suporta-se, acaricia-se, é um animal de estimação. A vida destes gira em torno de seus deuses como: sexo, fama, poder, moda, filosofias, avarezas, dinheiros e prazeres (hedonismo), criando raízes e consequências, principalmente no homem natural e nos crentes carnais. Tem muita gente brincando com o pecado. Não podemos brincar nem com a sorte e nem com misericórdia de Deus. Não podemos ser irresponsáveis a ponto de colocarmos nossa vida e futuro em perigo. Tem muita gente assim, que crêem mais em outros meios para se livrar, creem mais em ídolos, na sua própria capacidade, soberba, altivez, arrogância, posição dualista: deus e o diabo, do que em Deus.

 

 

A chamada “Teologia da Prosperidade”. Propagada hoje no Brasil por alguns segmentos evangélicos, tem enfatizado que seguir a Jesus é automaticamente candidatar-se a uma vida de sucesso financeiro, de projeção social e quase imunidade a qualquer tipo de sofrimento. Na verdade, até mais do que isto, segundo tal proposta, todo cristão tem o direito de reivindicar e até exigir de Deus a satisfação de seus desejos pessoais. A “teologia da prosperidade” está trazendo o celeste porvir para o terrestre presente. Para comermos a melhor comida, para vestirmos as melhores roupas, para dirigirmos os melhores carros, para termos o melhor de todas as coisas, para adquirirmos muitas riquezas, para não adoecermos nunca, para não sofrermos qualquer acidente, para morrermos entre 70 e 80 anos, para experimentarmos uma morte suave. Basta crermos no coração e decretarmos em voz alta a posse de tudo isso. Basta usar o nome de Jesus com a mesma liberdade com que usamos nosso talão de cheques.

 

 

O amor ao dinheiro tem corrompido a igreja. Antigamente para se tornar membro de uma igreja Evangélica, o candidato teria que passar por uma avaliação rigorosa.

Tendo que mostrar que era realmente convertido, que não é o caso de nossos dias.

Hoje o que é mais visado é a quantia com que ele pode dizimar ou contribuir com ofertas. A exploração religiosa hoje se tornou prioridade da maior parte dos que dirigem determinadas religiões, a meta principal é faturar.

 

Líderes despreparados tem prejudicado o evangelho. Outro grande empecilho é a falta de preparo de certos lideres que tem nome de pastores, mas nunca cursou uma faculdade ou teve qualquer orientação bíblica, não tendo condições psicológicas para administrar, acabam por meter os pés pelas mãos, e causam grandes escândalos distorcendo assim todo ensinamento de Jesus, da maneira mais sórdida, adotando doutrinas totalmente contraria o que Ele ensinou e fazem de tudo para tirar proveito da religião. Obviamente fica um grande prejuízo a causa do Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo, desacreditando a quem com responsabilidade procura fazer a cosisa certa.

RESUMO

A igreja de Jesus Cristo iniciou sofrendo muitas perseguições. Os apóstolos foram presos, alguns apedrejados, outros mortos e tudo isto porque eles davam testemunho de Jesus Cristo. Eles pregavam era que Jesus havia ressuscitado, subido ao céu e que voltaria. Pregavam que era necessário o arrependimento dos pecados e entregar a vida a Jesus Cristo para obter a salvação. A mensagem que Paulo, Pedro, Estevão, João, Tiago e outros pregavam naquela época continua valendo para os nossos dias. Ela não caducou, pelo contrário, continua viva e atual para a igreja contemporânea.

O que Jesus disse sobre pregar o evangelho, a fim de ganhar almas, parece que ficou meio esquisito nas cabeças de muitos. Pois parecem ter vergonha de receber o nome de Cristão ou de ser chamados de crentes. O testemunho que recebeu a incumbência de mostrar para os outros a vida transformada por Cristo, nem se fala, isto a gente pensa depois, e este depois vai sempre ficando para depois. Enquanto isto satanás está ganhando terreno, aqueles que se dizem crentes verdadeiros, tem que assumir um compromisso com Deus, para virar esta pagina o quanto antes. O trabalho do Senhor não pode ficar prejudicado, por falta de testemunho de quem precisava dar exemplos positivos, para que todos vissem nele a luz verdadeira do Evangelho. Todo aquele que assume responsabilidade, diante de Deus para administrar qualquer igreja, deverá ter preparo para enfrentar os problemas que surgirem.

Deverá levar sua vida de maneira a refletir positivamente e não negativamente, que sejam atentos e não dar lugar para suspeitas.

Por Natal Pereira da Silva

Instituto Moriah

Fonte

VEJA VÍDEO

O que será das cidades e seus moradores, se o processo de destruição das matas ciliares, assoreamento do rio, retirada de água para usos múltiplos,… não for disciplinado e a degradação detida?????

Pesquisadores anunciam a ‘extinção inexorável’ do Rio São Francisco

 

LEIA E REFLITA

http://doczz.com.br/doc/694055/por-que-o-adventismo-vive-seu-%C3%BAltimo-desapontamento-e-um-…

” target=”_blank”>href=”

Muitos tem estado preocupados, como viver fora de uma denominação oficialmente estabelecida.
Milhares tem se libertado do Sistema que se tornou corrupto e tem buscado em pequenas comunidades, ou em família, ou mesmo sozinhos, tem buscado servir a Deus em espírito e em verdade, livre da dominação dos “pastores”, da cobrança ilegal do dízimo (extinto junto com o sacerdócio levítico na cruz, ainda que sem desobrigar o crente de utilizar parte de seus recursos, conforme as suas condições, na ajuda ao próximo e à pregação do evangelho) de pactos financeiros inventados pelo sistema corrupto, insaciável por dinheiro e poder, livres da compra constante da chamada “cesta básica” recheada de manuais, guias de mordomia ao inverso, livros de Bullonadas e de outros “iluminados”, louvando ao Senhor, orando fervorosamente em busca da misericórdia de Deus e aguardando a bendita esperança, o sonho de todos os crentes em todos os tempos, a saber, a volta gloriosa de Jesus.
http://www.adventistas.com/downloads/aultimachanceparaomundo.pdf (VER RESPOSTA DA PERGUNTA 26 NA ÚLTIMA PÁGINA).


RIO NO DESERTO
Lucas Souza

O site Revelation Daily [Revelação diária] destacou esta semana o que pode ser o cumprimento de profecias do livro de Isaías. O vídeo original foi postado no Youtube, alguns meses atrás. Agora, com mais de 750 mil visualizações, a filmagem do rio Zin “ressuscitando” em plano deserto do Neguev (que significa literalmente ‘árido’) ainda gera comentários de surpresos.

O site aponta que este ano tem sido importante para os estudiosos de profecias, por causa da ocorrência das “luas de sangue” e de descobertas arqueológicas, em especial os avanços na reconstrução do templo de Salomão.

Essa profecia tem cerca de 2.500 anos e o renascimento de um rio dos tempos bíblicos que não se ouvia mais falar foi celebrada por estudiosos do assunto. Citado em Números 13:21, a região de Zin marcava a fronteira do território de Israel. Este é o local onde os 12 espias foram enviados por Moisés para espiar a Terra de Canaã.

Alguns especialistas acreditam que o rio tem relação com a promessa de Isaías 35:1, 6-7: “O deserto e o lugar solitário se alegrarão disto… porque águas arrebentarão no deserto e ribeiro no ermo. E a terra seca se tornará em lagos, e a terra sedenta em mananciais de águas…” Lembram também Isaías 41: 18,20, que diz: “Abrirei rios nas colinas estéreis, e fontes nos vales. Transformarei o deserto num lago, e o chão ressequido em mananciais… para que o povo veja e saiba, e todos vejam e saibam, que a mão do Senhor fez isso, que o Santo de Israel o criou.”
MAPA ISRAEL

Curso do rio.

Sua nascente fica na região sul de Israel, perto da cratera de Ramon (85 km de Berseba) e desagua no Mar Morto. Ele corre ao longo de uma makhtesh (“cratera”), formação geológica típica da região. Há anos estava seco, mas as fortes chuvas que caíram em 2014 nas montanhas o trouxeram de volta à vida. Os estudiosos afirmam que isso é anormal na região, que vive secas prolongadas.

O vídeo amador que o rio brotando no deserto do Negueve, conta com mais de 730 mil acessos desde que foi publicado no YouTube. Com informação de Daily Mail e Yahoo
FONTE:

Estimado irmão em Cristo,

Graça e paz,

Até quando você e milhares vão entender ou pedirem a Deus o discernimento para entender que o mundo se preparar para uma só religião, a da nova era, tendo um guia, um líder, o Anticristo?

O paganismo tem a trindade com base de sua crença e as denominações, deixando a verdade, apegaram-se aos dogmas pagãos.

O Papado tem afirmado que nenhuma religião ficará fora do Ecumenismo e o requisito número 1 é crer na trindade.

Por isso, para não perder a mídia e os bilhões de dólares só de dízimos, a IASD aceitou o dogma da trindade em 1980 (pela 1ª. Vez em uma Conferência Geral) e, em 2.000, assinou pacto de amizade com a ICAR na Igreja que visitamos no domingo passado, 1.11.14 (http://aodeusunico.com.br/?p=5952)

De fato, como escreveu, trata-se, não de Jesus ou seus discípulos, mas de  “professores renomados do Hebraico não descartam a informação de que a palavra no hebraico echad signofica Unidade Composta e que a palavra yachid significa unidade absoluta, conforme podemos constatar nos renomados Dicionários Lexico de strong, Vine e outros…”. Na Bíblia sagrada, o que encontramos, conforme o irmão Aristóteles Pereira de Oliveira escreveu?

Dá para contestar as Escrituras Sagradas, para ficar ao lado de “professores” guiados e bem pagos pelo sistema religioso caído?

 

“Veja textos onde a palavra echad aparece expressando literalmente um:

 

1.I Samuel 7: 9.

“Então tomou Samuel um (echad) cordeiro de mama, e sacrificou-o inteiro em holocausto

ao SENHOR; e clamou Samuel ao SENHOR por Israel, e o SENHOR lhe deu ouvidos.”

De acordo com o texto que lemos, quantos cordeiros de mama Samuel sacrificou ao Senhor?

O texto diz um, mas a palavra um aqui é echad, então ele teria sacrificado quantos?

  1. I Reis 13:1.

“E eis que um (echad) homem de Deus veio de Judá com a palavra do Senhor a Betel, e Jeroboão estava junto no altar, para queimar incenso.”

  1. I Reis 13:2.

“E ele clamou contra o altar por ordem do SENHOR, e disse: Altar, altar! Assim diz o SENHOR:

Eis que um (echad) filho nascerá à casa de Davi, cujo nome será Josias, o qual sacrificará sobre ti os sacerdotes dos altos que sobre ti queimam incenso, e ossos de homens se queimarão sobre ti.”

Quantos filhos nasceriam cujo nome seria Josias? A palavra um aqui nesse texto é echad e não yachid. Então seria mais de um filho que nasceria com o nome Josias? Ou seria literalmente um?

Se era um literalmente, porque não usaram a palavra yachid no lugar de echad?

  1. I Reis 22:8.

“Então disse o rei de Israel a Jeosafá: Ainda há um (echad) homem por quem podemos consultar ao Senhor; porém eu o aborreço, porque nunca profetiza de mim bem, mas só mal; este é Micaías, filho de Inlá. E disse Jeosafá: Não fale o rei assim.”

  1. II Crônicas 18:8.

“Então chamou o rei de Israel um (echad) eunuco e disse: traze aqui depressa a Micaías, filho de Inlá.”

 

  1. I Reis 13:11.

“E morava em Betel um (echad) velho profeta; e vieram seus filhos, e contaram-lhe tudo o que o homem de Deus fizera aquele dia em Betel, e as palavras que dissera ao rei; e as contaram a seu pai.

  1. I Samuel 1:1.

“Houve um (echad) homem de Ramatoim de Zafim, da montanha de Efraim cujo nome era Elcana, filho de Jeroão, filho de Elirí, filho de Toú, filho de Zule efrateu.”

  1. Juízes 13:2.

“E havia um (echad) homem de Zora, da tribo de Dã, cujo nome era Manoá, e sua mulher era estéril, e não tinha filhos.”

  1. I Samuel 16:20.

“Então tomou Jessé um (echad) jumento carregado de pão, e um odre de vinho, e um cabrito, e enviou-os a Saul pela mão de Davi, seu filho.”

  1. Deuteronômio 17:6.

“Por boca de duas testemunhas, ou três testemunhas, será morto o que houver de morrer; por boca de uma só (echad) testemunha não morrerá.”

 

  1. Eclesiastes 4:8.

“Há um (echad) que é só, e não tem ninguém, nem tampouco filho nem irmão; e contudo não cessa do seu trabalho, e também seus olhos não se satisfazem com riqueza; nem diz: Para quem trabalho eu, privando a minha alma do bem? Também isto é vaidade e enfadonha ocupação.”

  1. Eclesiastes 4:9.

“Melhor é serem dois do que um (echad) porque têm melhor paga do seu trabalho.”

  1. Eclesiastes 4:10.

“Porque se um (echad) cair, o outro levanta o seu companheiro, mas ai do que estiver só, pois, caindo não haverá outro que o levante.”

  1. Eclesiastes 4:11.

“Também, se dois dormirem juntos eles se aquentarão, mas um só (echad) como se aquentará.”

  1. Eclesiastes 4:12.

“E, se alguém quiser prevalecer contra um só (echad), os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa.”

Já os textos onde aparece a palavra Yachid são:

  1. Gênesis 22:2.

“E disse: Toma agora o teu filho, o teu único (yachid) filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece- o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi.”

2.Gênesis 22:12.

“Então disse: Não estendas a tua mão sobre o moço, e não lhe faças nada; porquanto

agora sei que temes a Deus, e não me negaste o teu filho, o teu único (yachid) filho.”

 

3.Gênesis 22:16.

“E disse: Por mim mesmo jurei, diz o SENHOR: Porquanto fizeste esta ação, e não me negaste o teu filho, o teu único (yachid) filho,”

  1. Juízes 11:34

“Vindo, pois, Jefté a Mizpá, à sua casa, eis que a sua filha lhe saiu ao encontro com adufes e com danças; e era ela a única (yachid) filha; não tinha ele outro filho nem filha.”

  1. Salmos 22:20.

“Livra a minha alma da espada e a minha predileta (yachid) da força do cão.”

  1. Salmos 25:16.

“Olha para mim, e tem piedade de mim, porque estou solitário (yachid) e aflito.”

  1. Salmos 35:17.

“Senhor, até quando verás isto? Resgata a minha alma das suas assolações, e a minha predileta (yachid) dos leões.”

  1. Provérbio 4:3.

“Porque eu era filho tenro na companhia de meu pai, e único (yachad) diante de minha mãe.”

  1. Jeremias 6:26.

“O filha do meu povo, cinge-te de saco, e revolve-te na cinza; pranteia como por um filho único (yachid), pranto de amargura; porque de repente virá o destruidor sobre nós.”

  1. Amós 8:10.

“E tornarei as vossas festas em luto, e todos os vossos cânticos em lamentações; e porei pano de saco sobre todos os lombos, e calva sobre toda cabeça; e farei que isso

seja como luto por um filho único (yachid), e o seu fim como dia de amarguras.”

  1. Zacarias 12:10.

“Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito (yachid); e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito.”

Conclusão do autor:

A palavra echad ( ?????? ) no hebraico não significa unidade composta como afirmam alguns trinitarianos, e nem yachid ( ??????? ) significa unidade absoluta. Qualquer pessoa que tenha real conhecimento do idioma hebraico logo descarta essa “desinformação”. É bem verdade que echad no hebraico nem sempre corresponde literalmente a UM assim como UM é para nós no Português.

Quanto a yachid no hebraico, também nem sempre significa único. Ambas as palavras echad eyachid são sinônimas, o seu uso em textos hebraicos vai depender do assunto. Já a palavra hebraica yechidah ( ????? ) tem o significado de unidade”.
Teria mesmo o Deus Eterno inspirado Seu profeta Moisés a declarar em Dt. 6.4 que o Deus Eterno é Único Senhor (mas dois deuses, ou Deus em duas ou em 3 pessoas, como os pagãos ensinam?) e a registrara palavra echad para falar de Sua Unidade?

 

Você escreveu: “Isto não foi por acaso, pois no decorrer de todas as Escrituras o Místério foi se desenrolando e a pluralidade das pessoas compostas foram reveladas, sem confundira Unidade do Deus Eterno”.

Cadê as provas disso?
Sabemos que na época em que Deus revelou a Moisés esta verdade, o politeísmo imperava no coração e mente dos seres humanos e o Eterno e Único Deus, para não confundir mente e corações, foi revelando-se gradativamente com toda sabedoria e Santidade que lhe é peculiar.

ENTÃO O IRMÃO QUER DIZER QUE DEUS QUIS MOSTRAR QUE O POLITEÍSMO ESTAVA CERTO?

O irmão escreveu “…penso e creio como Jesus, Paulo apóstolo e demais santos, pois consigo entender pela graça do Eterno a Verdade da Unidade Composta revelada no Antigo e mais claramente no Novo Testamento”.
“Respondendo a seu questionamento digo ao amado do Senhor que Deus não morre e não muda. Jesus era Espirito, como o Pai Jo.4.24, fez-se carne humana, quando nasceu da virgem Maria e esta carne morreu no madeiro pagando o preço do meu, teu e o pecado da humanidade.”

ENTÃO NÃO FOI O FILHO DE DEUS QUEM MORREU NA CRUZ?

QUE PESSOA MORREU?

FOI TUDO UM TEATRO?

HAVIA UM JESUS HOMEM E OUTRO NO CÉU, DEUS?

A BÍBLIA DIZ “Por isso convinha que EM TUDO FOSSE SEMELHANTE AOS IRMÃOS, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote naquilo que é de Deus, para expiar os pecados do povo”. Hebreus 2:17.

 

ORA, SE JESUS, EM TUDO FOI SEMELHANTE AOS IRMÃOS E, EM SUA MORTE, UMA PARTE MORREU E OUTRA FICOU VIVA, LOGO, O ESPIRITISMO ESTARIA CERTO?

ASSIM, AS DENOMINAÇÕES SE APROXIMAM DO ESPIRITISMO AO CREREM NA TRINDADE!!!

LEIA Entenda como a Doutrina da Trindade Nega a Morte de Cristo no Calvário e Aproxima a IASD do Espiritismo

 

O irmão escreveu: “Na primeira postagem mencionamos que: ” As Escrituras nos ensinam as duas naturezas de Jesus. Temos que estudá-las com toda diligência para não sermos injustos e mau agradecido ao Senhor Jesus, por Seu ato de amor por nós pecadores. Ele não é a mesma pessoa que O Pai. ”

Tem Base Bíblica a Crença Adventista nas Duas Naturezas Simultâneas de Cristo?

 

Não temos dúvida da divindade de Cristo, na medida em que ele é o divino Filho de Deus, gerado do Pai desde a eternidade.  Divindade é “a qualidade do que é divino”, proveniente de Deus.

 

O irmão escreveu que crê como Jesus e os apóstolos.

Não parece, pelo que escreveu em seu texto.

 

Veja qual era a fé de Jesus:

 

E a fé dos apóstolos, que criam como Jesus, que Jesus tem um Deus, que também é seu Pai. O irmão crê que Jesus é Deus = ao Pai. Logo, crê diferente deles.

Em Apoc. Diz que os santos têm a FÉ DE JESUS (APOC. 14:12).

 

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação; 2 Coríntios 1:3

Para que concordes, a uma boca, glorifiqueis ao Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Romanos 15:6

O Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que é eternamente bendito, sabe que não minto. 2 Coríntios 11:31

Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo; Efésios 1:3

Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação; Efésios 1:17.

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, 1 Pedro 1:3.

 

Disse-lhe Jesus: Não me detenhas, porque ainda não subi para meu Pai, mas vai para meus irmãos, e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus. João 20:17

Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele. 1 Coríntios 8:6.

O AMADO IRMÃO PERCEBE? PODE CONTRADIZER A VERDADE QUE NÃO CONFUNDE, MAS ILUMINA??

Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? É o anticristo esse mesmo que nega o Pai e o Filho1 João 2:22. (O DOGMA ROMANO DA TRINDADE MOSTRA QUEM É O ANTICRISTO. DIZ QUE HÁ UM SÓ DEUS, MAS AO DIZER QUE UM É = AO OUTRO, NEGA O PAI E O FILHO).

Jesus, sabendo que o Pai tinha depositado nas suas mãos todas as coisas, e que havia saído de Deus e ia para DeusJoão 13:3.

EM QUE DIFERE O PAI DO FILHO?

E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai. Colossenses 3:17 (LOGO QUEM BATIZA EM NOME DA TRINDADE, E NÃO DE JESUS, NÃO É DELE. PAI NÃO É NOME, FILHO NÃO É NOME E ESPÍRITO SANTO NÃO É NOME. NENHUM DISCÍPULO BATIZOU EM NOME DO PAI, DO FILHO E DO ESPÍRITO SANTO E NÃO SE PODE ESTABELECER UMA DOUTRINA COM UM SÓ VERSO, PERCEBE?)

 

As Escrituras Sagradas afirmam taxativamente que embora Jesus fosse um ser espiritual existente nos céus junto ao Pai desde os dias da eternidade, Jesus se fez como um de nós, carne sujeita a cair – mas nunca caiu – e, agora, no céu, é homem glorificado junto ao Pai, a quem Ele deu todo o poder no céu e na terra. Veja: “Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem”. 1 Timóteo 2:5.  ISSO, MUITO APÓS A GLORIFICAÇÃO.

NO VERSO SEGUINTE, ESCRITO NO GREGO, NÃO DANDO MARGEM PARA QUALQUER MAL ENTENDIDO, VEMOS QUE A IMORTALIDADE É PECULIAR APENAS E SOMENTE AO PAI. JESUS A ADQUIRIU APÓS SER MORTO E RESSUSCITADO PELO PAI. SÓ ENTÃO, POIS, IMORTAL NÃO MORRE. POR ISSO O PAI O ENVIOU.

“Aquele que tem, ELE SÓ, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver, ao qual seja honra e poder sempiterno”. Amém. 1 Timóteo 6:16. ELE SÓ, É UM, DOIS OU TRÊS SERES? JESUS FOI OU NÃO VISTO PELOS HOMENS POR 33,5 ANOS? DEUS MUDA? HOJE É ESPÍRITO E AMANHÃ É HOMEM? JESUS ERA ESPÍRITO, TORNOU-SE HOMEM, ENTREGOU SEU ESPÍRITO, SUA VIDA A DEUS E MORREU. O PAI O RESSUSCITOU HOMEM, FOI CHEIO DO ESPÍRITO SANTO DE DEUS AO SER GLORIFICADO, DERRAMOU O ESPÍRITO SANTO SOBRE OS APÓSTOLOS NO DIA DE PENTECOSTES (EF. 4:1-13; ATOS 2:32 E 33), ASCENDEU AOS CÉUS E LÁ É HOMEM GLORIFICADO, ÚNICO MEDIADOR (NÃO HÁ LUGAR PARA UMA 3ª. PESSOA DA TRINDADE, NEM PARA MARIA, NEM SANTOS) ENTRE DEUS (SER ÚNICO, INDIVISÍVEL) EOS HOMENS.

Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo1 Coríntios 11:3

E vós de Cristo, e Cristo de Deus1 Coríntios 3:23

ESSA ERA A FÉ DOS APÓSTOLOS E A DE JESUS QUE LHES TRANSMITIU ESSA FÉ.

Resta agora, crer ou não crer.

É BEM MELHOR CRER.

CONCORDA?

PEÇAMOS A DEUS O DISCERNIMENTO ESPIRITUAL, O COLÍRIO DO ESPÍRITO DE DEUS, PARA ENXERGARMOS.

Amém, Aleluia!!!!

Paulo A. da Costa Pinto

 

 

EM QUE DIFERE O PAI DO FILHO

novembro 5th, 2014 | Posted by Paulo Pinto in Artigos - (0 Comments)

http://www.adventistas-historicos.com/arquivos/O_Que_Difere_o_Filho_do_Pai.ppt