Header
Header
Header
Header
Header

COMO TER UM ANO NOVO FELIZ

dezembro 31st, 2013 | Posted by Paulo Pinto in Artigos - (0 Comments)

Introdução:

1. O apóstolo Paulo era maravilhosamente guiado por Deus.

2. Talvez ele tenha sido o cristão mais dinâmico que pode ser encontra do em toda a Bíblia.

3. Mas pessoas bem-sucedidas, como os campeões, não nascem feitas, precisam tornar-se…

4. Paulo não tornou-se o homem que era por mero acidente.

5. Ele não tornou-se subitamente um brilhante porta-voz de Deus…

6. Pelo menos três palavras caracterizam sua vida, e estas mesmas três palavras ajudarão você descobrir “como ter um ano novo feliz”, bem como uma vida triunfante.

7. As três palavras capazes de modificar nossa vida que desejo partilhar com você são: propósito, atitude e motivação…

8. Elas são palavras que descrevem os escritos de Paulo em sua epístola aos Filipenses.

9. Leiamos Filip. 3:10-14…

I. Analisemos em Primeiro Lugar o Propósito De Paulo…

A. Quer estivesse remendando tendas, escrevendo uma carta a uma igreja recém fundada ou pregando a uma multidão numa praça, ele era dirigido por um só propósito…

1. Conhecer a Deus!

2. Paulo expressou este propósito em Filip. 3:10.

a. Ler…

3. Na época ou fora de época, desperto ou adormecido, conscienciosa e sub-conscienciosamente, Paulo perseguia incansavelmente este propósito…

4. Ele possuía um profundo desejo, não meramente de conhecer algo sobre Jesus Cristo…

a. Ele, desejava conhecê-Lo intimamente em toda a Sua glória e humilhação.

5. O propósito de Paulo era muito semelhante ao de Davi, que orou:…

a. “Como suspira a corça pelos correntes das águas, assim, por Ti, ó Deus, suspira a minha alma” Sal. 42: 1.

6. O quadro que Paulo nos oferece em Filip. 3 é de um corredor.

a. Seus olhos estão fixos no alvo…

b. Como um atleta disciplinado, Paulo relembra-nos: “Eu subjugo meu corpo” I Cor. 9:27… .

c. Em outras palavras, todas as fibras de sua personalidade eram esticadas num único e santo propósito – contemplar a glória de Jesus.

d. Meu amado irmão, é este o santo propósito de sua vida?..

II. Qual Era a Atitude do Apóstolo dos Gentios?

A. As atitudes são extremamente importantes.

1. Por quê?

a. Porque atitudes determinam ações.

2. O contexto de Filip. 3 expressa alguma coisa da atitude de fé do apóstolo Paulo.

3. Observe algumas frases poderosas e inspiradoras que encontramos nesta passagem:

a. “Que eu possa ganhar a Cristo”. v.8.

b. “Que eu possa conhecê-Lo” v.10.

c. “Prossigo para alcançar” v.12.

d. “Esquecendo-me das coisas que atrás ficam” v.13.

c. “Avançando para as que estão diante de mim” v.13.

f. “Prossigo para o alvo” v.14.

4. Será que você pode sentir a vibração deste agressivo servo de Deus?.. .

B. Mas, você pode perguntar: “Como é possível, num mundo caótico como o nosso, ter uma atitude de fé?

1. “Como pode alguém ser tão otimista?”

a. Devo confessar que quando olho para dentro de meu próprio coração, fico desencorajado.

b. Quando olho para nosso mundo confuso, sinto-me oprimido.

c. Mas, quando olho para Jesus Cristo, encontro uma razão para esperança e otimismo…

2. A Bíblia nos ensina que esta espécie de atitude começa quando alguém nasce de novo.

a. Aí é que tudo começa…

b. Depois de recebermos a Cristo, olhamos para Ele em cada necessidade…

c. Quando aceitamos a Jesus Cristo nascemos do alto.

d. Então, quando enfrentamos necessidades, devemos olhar para cima em busca de Deus (Tia. 1 :5).

3. A Bíblia nos ensina que “toda boa dádiva e todo dom perfeito vem do alto” Tia. 1:17.

a. O conselho das Escrituras é “olhando para Jesus”…

4. Mas você pergunta: “Num mundo como o nosso, como pode alguém ter uma atitude de fé?”

a. A resposta é encontrada antes de tudo em nossa posição em Jesus Cristo.

b. Rom. 5: 17 ensina que podemos “reinar em vida” agora, através de Jesus Cristo.

5. Quando Paulo estava numa prisão em Roma esperando a morte, ele escreveu entusiasticamente as palavras que encontramos em Filip. 4:4…

a. Ler…

6. A chave para esta espécie de atitude de fé e vitória está na compreensão e aceitação de nossa posição em Jesus Cristo…

a. A atitude de Paulo está expressa naquela bela frase “esquecendo-me das coisas que atrás ficam”…

b. Nos últimos anos foram escritos vários livros sobre como ter “boa memória”.

c. E eu deveria concordar que uma “memória boa” é um alvo digno de ser buscado…

d. Creio, porém, que em alguns aspectos precisamos de uma memória que seja capaz de “esquecer” algumas coisas…

7. Muitos de nós conhecemos pessoas que são derrotadas em sua experiência cristã simplesmente porque nunca aprenderam como esquecer…

8. Sim, precisamos esquecer algumas coisas…

a. Precisamos esquecer nosso pecado, passado, confessado e abandonado.

b. Precisamos também esquecer nossas falhas do passado.

c. Precisamos esquecer nossas tristezas passadas.

III. Paulo Também Possuía Uma Grande Motivação.

A. Em Filip. 3: 14 lemos: “Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus”.

1. Observe a expressão “prossigo”.

a. A vida cristã não é um pic-nic…

b. Ela requer disciplina e determinação…

2. A expressão “prossigo” é cheia de energia.

a. O quadro é de um corredor, forçando cada músculo, cada fibra, cada tecido em seu movimento para o alvo…

3. A vida cristã envolve ação, envolve obras…

a. É verdade que somos salvos pela graça, mas devemos lembrar que somos “criados em Cristo Jesus para as boas obras” Efé. 2: 10.

4. Verdadeiro cristianismo requer disciplina e determinação.

a. Assim como um corredor que não é disciplinado perderá a competição, o cristão que não for determinado não alcançará o sucesso…

5. Mas qual era a motivação de Paulo?

a. Ela é encontrada em Filip. 3:14…

b. Ler…

c. A expressão “soberana vocação” refere-se ao dia quando os crentes serão arrebatados para estar com Cristo…

6. O contexto de Filip. 3 também enfatiza que Paulo viveu na esperança deste grande evento futuro.

a. Em Filip. 3:20-21, ele acrescenta:

b. Ler…

c. Ele ansiava pela vinda do Salvador…

d. Esta era uma das motivações de sua vida…

e. Ele vivia literalmente no brilho e excitamento causados pela esperança do retorno de Cristo Jesus…

Conclusão:

1. Há alguns anos, o antigo presidente dos USA, Genereal Eisenhower, estava na cidade de Denver, no Colorado.

2. Depois de assistir a um culto matutino na igreja natal de sua esposa, ele visitou à tarde um garotinho que era afligido por um câncer…

3. O presidente chegou sem ser anunciado, subiu até à pequena casa pintada de branco, e bateu a porta…

4. O pai do garoto veio atender, e de fato, ficou pasmado com quem ele encontrou à sua porta.

5. Ele estivera trabalhando nos arredores da casa; seu cabelo estava despenteado e a barba estava por fazer.

6. Ele estava usando uma camiseta velha e uma calça jeans bem desbotada…

7. E ali estava o presidente dos USA e seus assistentes…

8. Bem, a comitiva presidencial foi introduzida na humilde casa e um pequeno presente foi dado ao garoto.

9. O presidente tomou o garoto em seus braços e o levou para ver a limusine presidencial…

10. Após quinze minutos a comitiva partiu…

11. Toda a vizinhança ficou alvoroçada…

12. Todos estavam excitados, exceto o pai do garoto…

13. Ele jamais podia imaginar que um dia encontraria o presidente do USA estando despenteado, barbudo e mal vestido…

14. Que situação constrangedora!…

15. Qualquer dia desses Jesus virá…

16. Está você vivendo o excitamento da “soberana vocação?”…

17. O apóstolo Paulo vivia no brilho causado pela gloriosa esperança da volta de Cristo…

18. Um dia, de acordo com a tradição, o apóstolo Paulo ajoelhou-se numa arena em Roma…

19. Num momento, a cruel espada de Nero decepou sua cabeça fazendo-a rolar no pó; contudo, o orgulho da “soberana vocação… em Cristo Jesus” continuava sendo seu…

20. Paulo era fiel e verdadeiro ao seu propósito…

21. Para que você tenha um ano novo feliz, deixe-me encorajá-la a desenvolver um propósito dinâmico, uma atitude de fé e uma motivação celestial..

FONTE: http://www.horatranquila.com.br/o_bom_pastor/mauro_bueno/como_ter.htm

OUÇA O PROGRAMA A VOZ E A VERDADE, 2A A 6A, 13:15 H, após o Agente policial 459, SÁB E DOM. 14 H RÁDIO JUAZEIRO ZYH 459, 1190 Khz, OU PELA WEB TV para o planeta, http://www.radiojuazeiro.com.br 

 

libertos

Olá, estimados amigos e irmãos.

Graça e Paz vos sejam multiplicadas.

OUÇA O ÁUDIO NA VOZ DO IRMÃO MAX.

É difícil descrever a alegria que sinto com minha família e com milhares de irmãos em todo o Brasil e em várias partes do mundo por Deus (o único e verdadeiro, Deus e Pai de Jesus, João 17:3, I Cor. 8:6, II Cor. 1:3 e 11:31, Rom. 15:6, Efes. 1:3, I Ped. 1:3) nos ter libertado há dez anos da máquina de dominação em que se tornou a IASD, conforme afirmou o ex-Pastor ASD Edgard da Silva Pereira : “A grande ironia constatada na análise: a IASD, que deveria ser um agente da libertação em Jesus Cristo, transformou-se em uma máquina de dominação”, em seu livro o “LEVIATÃ ADVENTISTA – ANÁLISE SOCIOLÓGICA DA FORMA DE GOVERNO DA IGREJA ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA”, corporação “religiosa” parte do sistema corrupto de Babilônia encabeçado pela Igreja Católica Apostólica Romana, com a qual ela se enlameou, pactuou e se prostituiu, ainda que, à boca pequena, de modo desleal com sua parceira, engane os menos esclarecidos e informados de que a ICAR representa a besta de Apocalipse 13. Confira nos links a seguir.

http://www.youtube.com/watch?v=KQPpu5uJY3w

(http://aodeusunico.com.br/?s=PACTO+DE+AMIZADE)

Aproxima-se o novo ano de 2014 e as festividades que acompanham sua entrada.

“A alegria que hoje provoca o ano novo com o ruído esperado de cornetas, apitos, sirenas, fogos de artifício, etc., não é outra senão o modo agora mais sofisticado dos costumes dos povos pagãos ao esperarem o novo ano. Eles faziam fogueiras, ruídos altos, porque eles acreditavam que isso poderia afugentar os maus espíritos e trazer os bons espíritos de voltr à Terra e magicamente trabalharem em suas vidas”.

Mas, “foi o ano novo sempre celebrado como um festival pelos antigos seguidores do Messias?

Os verdadeiros seguidores de Cristo liderados pelo Calendário do Senhor, foram divididos em seu calendário anual civil e religioso. Seguindo o conselho do Senhor recebeu o novo ano civil com um espírito de humildade e devoção ao Senhor, com os seus pares e arrependimento pelos erros cometidos durante o ano. Esta preparação começou na Festa das Trombetas e culminou com uma obrigatória jejum no dia mais sagrado do ano , o Dia da Expiação. Mas, gradualmente, com o passar do tempo e como os fiéis seguidores de Yeshua estavam morrendo puras verdades do evangelho foram desaparecendo e também foram levando a tradição e paganismo. No século IV do Messias, com a aparente conversão de Constantino ao cristianismo, a congregação do Senhor , era pura uma vez em seus ensinamentos e apenas comemorava os feriados que o Senhor lhe havia ordenado , tornou-se contaminado com festivais pagãos introduzido ao verdadeiro culto a Javé. É muito triste saber que os cristãos de hoje são completamente inconscientes sobre o significado das Santas Festas do Senhor, … e participam celebrando feriados pagãos , que são cobertos com um manto assumido de santidade”.  http://ahmedministerio.org/blog/el-origen-del-ano-nuevo-2/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+LosEventosFinalesProfecasBblicas+%28Los+Eventos+Finales+Profec%C3%ADas+B%C3%ADblicas.%29

Que possamos receber o ano novo em contrição de espírito a Deus, sem nos envolvermos com os foguetórios pagãos, mas em oração de consagração a Deus, pedindo-lhe a direção para o novo ano.

Não precisamos mais de nos envolver com o Sistema “Religioso” hierarquizado, paganizado, corrupto, onde os pastores e demais líderes exploram as ovelhas, roubam-lhe as energias, o tempo, os recursos intelectuais, o dinheiro, e, o pior, a SALVAÇÃO.

Sob a Nova Aliança, o Novo Pacto, assinado por Cristo com o Seu próprio sangue, não precisamos mais de “Apóstolos”, bispos, Presidentes de Associação, Missão, Departamentais,…”Doutores em divindade”, uma vez que Cristo, nosso Sumo Pastor, nosso Sumo Sacerdote, ”

Mas vòs sois a geração eleita, o sacerdòcio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; 1 Pedro 2:9.

LOUVEMOS A DEUS E AO SEU FILHO, OS QUAIS DERRAMAM SEU ESPÍRITO SOBRE NÓS (JOÃO 14:16 A 23), POR TÃO GRANDE LIBERTAÇÃO.

NOSSA GRATIDÃO SERÁ MAIOR AINDA, NA MEDIDA EM QUE ESCLARECERMOS AOS SINCEROS, AINDA PRESOS AO SISTEMA CORRUPTO, COM CAPA DE SANTIDADE!

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. João 8:32 e 36.

 

 

Deus, o Pai, o criador dos céus e da terra, junto com seu filho Jesus Cristo, sempre tiveram um povo sobre a face da terra que lhes foi e é fiel (Gen. 1:1 e 2; Prov. 30:4; Jo. 1:1 a 3; Heb. 1:1 e 2; Apoc 14: 6 e 7).

Este povo os conhece, e adora a Deus na beleza de sua santidade e é um guardião dos seus preceitos e leis.

Conforme Alva G. Huffer A igreja é um dos três grupos dentro do qual todos os homens estão divididos. Paulo escreveu, “Não vos torneis causa de tropeço, nem a judeus, nem a gregos, nem a igreja de Deus” (I Coríntios 10:32). Segundo esta divina classificação, todo homem ou é judeu, ou gentio, ou um membro da igreja de Deus. Os judeus são o povo do pacto de Deus, o Israel literal. Os gentios são normalmente a humanidade não-judaica, as nações. A igreja de Deus é o corpo de Cristo, e consiste de ambos, judeus e gentios.

Os três grupos nem sempre existiram. Durante o tempo entre Adão e Abrão, existiu somente um grupo, as nações, ou gentios. Entre Abrão e o ministério terrestre de nosso Senhor, existiram dois grupos da humanidade, as nações e a nação, ou os gentios e os judeus. Hoje, durante os séculos entre o Pentecoste e o retorno de Cristo, existem três grupos: as nações, a nação, e a Igreja de Deus.

Cada um destes três períodos estendeu-se por aproximadamente por dois milênios. Durante o primeiro período, Deus trabalhou com a maioria da humanidade; durante o segundo período, Ele trabalhou principalmente com a nação, Israel; durante o terceiro período, Ele está trabalhando com a Igreja. Nós estamos vivendo o período chamado de dispensação da igreja. http://www.adventistas-bereanos.com.br/2005outubro/O%20novo%20povo%20de%20Deus.HTM

Algum tempo após a ascensão de Jesus aos céus lobos vorazes penetraram entre o povo de Deus e veio a apostasia.

Com a apostasia houve um distanciamento da verdade, mas, mesmo assim, Deus sempre teve um remanescente que permaneceu fiel aos seus princípios eternos, à Sua Santa Lei.

Durante a Reforma protestante Deus suscitou homens que com risco de sua própria vida promoveram um retorno à verdade que estava por terra. Entre esses lembramos de Wesley, Calvino, Wiclef, João Huss, Lutero e tantos outros servos de Deus, muitos anônimos.

Entretanto algumas verdades ainda precisavam ser restauradas. Entre elas estavam a verdade sobre 1) o santo dia do Senhor, o santo sábado da lei moral ou os 10 mandamentos (o que difere dos sábados cerimoniais, cravados na cruz de Cristo) em contraste com a guarda do domingo estabelecida pela igreja de Roma, após o decreto do imperador Constantino em 321 dC; 2) a alimentação pura, vegetariana, sem porco ou outros alimentos impróprios à saúde; 3) a verdadeira adoração ao único Deus, o Pai e ao Seu Filho Jesus Cristo, em contraste com a da Trindade que começou a ser estabelecida por Tertuliano entre os anos 195 e 220, fortalecida em 325 no Concílio de Nicéia e consumada em 381 no Concílio de Constantinopla, entre outras verdades que ainda estavam esquecidas.

Em 1844 o povo de Deus foi mais uma vez chamado a restaurar verdades esquecidas. Surge então o movimento Adventista, organizado como igreja Adventista do 7o Dia em 1863.

Entre os pioneiros descaram-se Joseph Bates, J.N. Andrews, Uriah Smith, Hiran Edson, James White, Ellen Gould Harmon, Raquel Oakes, Joseph Turner e J. N. Loughborough, dentre outros.

Cremos que estes homens e mulheres, embora humanos, falhos, receberam luz preciosa para a restauração de verdades eternas, que asseguraram o crescimento da Igreja Adventista do 7o Dia, hoje estabelecida no mundo em cerca de 210 países, contando com várias Casas publicadoras, Universidades e outras Instituições de ensino, Indústrias de excelentes alimentos, etc.

Até o ano de 1930, 15 anos após a morte da serva do Senhor EGW, os adventistas assim criam: “Cremos que existe um Deus, pessoal, um Ser espiritual, o criador de todas as coisas, onipotente, onisciente e eterno, infinito em sabedoria, santidade, justiça, bondade, verdade e misericórdia; imutável, e sempre presente em toda parte por seu representante o Espírito Santo. Salmos 139:7. Cremos que existe um Senhor Jesus Cristo, o Filho do Pai Eterno, por quem foram criadas todas as coisas, e pelo qual elas subsistem; …

Esta foi a fé dos Pioneiros do Movimento do Advento, levantado por Deus pelo cumprimento da profecia das 2300 tardes e manhãs, em 22 de outubro de 1844, desde a sua criação em 1844 até 1930. Era assim que constava em todos os Livros do Ano (Year Book) publicados pela Associação Geral.

Pioneiros como Tiago White, J.N. Lougborough, R.F. Cottrell, J.N. Andrews, escreveram que a doutrina da trindade era: vestígio do papado, tal como a natural imortalidade, batismo por aspersão e a guarda do domingo; que a mesma não é mais do que a doutrina dos persas remodelada; destrói a personalidade de Deus e de seu Filho Jesus Cristo, …

Disse a serva do Senhor: “Quando o homem vier mover um alfinete do nosso fundamento o qual Deus estabeleceu pelo seu Santo Espírito, deixem os homens de idade que foram os pioneiros no nosso trabalho falar abertamente, e os que estiverem mortos falem também, reimprimindo os seus artigos das nossas revistas. Juntemos os raios da divina luz que Deus tem dado, e como Ele guiou seu povo, passo a passo no caminho da verdade. Esta verdade permanecerá pelo teste do tempo e da experiência.” 24 de Maio de 1905 – Manuscript Release Vol. 1 pág. 55.

Nós não podemos aceitar as palavras daqueles que trazem mensagens contradizendo os principais pontos da nossa fé. Eles juntam um mundo de textos e uma pilha de provas que sustentam as suas teorias. Isso tem acontecido sempre nos últimos 50 anos. Enquanto as Escrituras são a Palavra de Deus e devem ser respeitadas, se o que eles mostram altera um pilar do fundamento que Deus tem sustentado nesses passados 50 anos é um grande engano. Os que recebem essas explicações sabem das maravilhosas demonstrações do Espírito Santo, que nos deu poder e força nas mensagens do passado, que vieram ao povo de Deus.” Ellen White, 1905, Manuscript Release No. 760: The Integrity of the Sanctuary Truth, pages 18-20.

Hoje os adventistas pregam que a verdade é progressiva e concordamos com isso. Entretanto uma verdade não derruba outra, apenas a aperfeiçoa, a fortalece. Por isso disse mais uma vez a serva do Senhor EGW.

Os pontos principais da nossa fé, tal como temos hoje, foram firmemente estabelecidos. Ponto por ponto foi claramente definido e toda a irmandade veio em harmonia. A inteira congregação de crentes está estabelecida na verdade. Há aqueles que vieram com estranhas doutrinas, mas nós não tememos encontrá-los. Nossa experiência foi maravilhosa e estabelecida pela revelação do Espírito Santo”. Ellen White – MS. 1903

“Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntei pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele”. Jer. 6:16.

“Não procure ninguém remover os alicerces de nossa fé – os alicerces lançados no princípio de nossa obra, pelo piedoso estudo da Palavra e pela revelação. Sobre estes alicerces temos estado a construir nestes cinqüenta anos passados. Poderão os homens supor que tenham achado um novo caminho, e sejam capazes de lançar um alicerce mais firme do que o já lançadoMas isto é grande engano. Homem nenhum poderá pôr outro fundamento além do que já foi posto.” (Adventist Review and Sabbath Herald, 03/03/1904) Testemunhos Seletos Vol. 3, págs. 273, 274.

Hoje, esquecendo como Deus tem guiado seu povo, a corporação Adventista afirma categoricamente que os Pioneiros estavam equivocados, face às igrejas de onde vieram, esquecendo-se que Deus estava com eles e que EGW a despeito de ter vindo do Metodismo, que adora a uma trindade, mesmo tendo escrito cerca de 100 mil páginas, NUNCA (nos originais em inglês) escreveu uma só vez esta palavra. Quando escreveu sobre o trio celestial, claramente falou do Único Deus verdadeiro, o Pai, do Seu Filho Jesus Cristo e do Anjo Gabriel, o que, antes do pecado, tratava-se de outro anjo, que caiu, Lúcifer. (ver H.R e PP primeiro e segundo capítulos; A Verdade Sobre os Anjos, p. 195).

Esta igreja que recebeu preciosas verdades de Deus, hoje:

1. Diferentemente do plano inicial de benevolência sistemática, cobra dízimos de todos os membros, independente da condição social, não permitindo que membros não dizimistas tenham cargos na igreja (Manual da IASD, p.54.) não estimulando as ofertas por estas ficarem na Igreja local em cerca de 60%, enquanto o dízimo, todo, vai para a Associação.

2. Não ensina mais que Apoc. 1:10 refere-se ao Sábado, mas ao tempo em que nosso Senhor Jesus deverá regressar a este mundo para continuar a sua obra de resgate do ser humano” (Ministério, maio/junho de 1993, p. 31-32, e março/abril de 1992, p. 22-25).

3. Participa do Conselho Mundial de Igrejas – uma organização ecumênica – nos EUA, como membro cooperador, desde a década de 1950.

4. Desde a Conferencia Geral de 2000 em Toronto, Canadá, exibiu ao mundo esculturas, as quais foram, no mês de agosto de 2000, oficialmente aceitas e dedicadas por um culto especial no salão nobre da Conferência Geral em Silver Spring, Maryland, EUA (http://www.adventistas.com/idolatria.htmhttp://mensagemfinal0.tripod.com/MonumentosIASD.htm )

5. Como os romanistas, colocam cruzes nas igrejas. Por toda parte se vê a insígnia da cruz. Por toda parte é ela exteriormente honrada e exaltada. EGW, Grande Conflito, CD ROM, p. 568.

6. Despreza advertências do Espírito de Profecia como: “Muitos que são agora só meio convertidos quanto à questão de comer carne, sairão do povo de Deus, para não mais andar com ele.” Idem, p. 382 (CD ROM).

7. Declara que o número 144.000 é simbólico, e representa todos quantos são do povo de Deus. Em outras palavras, não há limite.

8. Desprezando orientações como “O seguro de vida é um método mundano”. EGW, T. S. v. 1, p. 176 e 177, no Livro de Praxes da IASD, prevê seguros de vida para Obreiros da Divisão da ordem de US$75 a 150 mil (R$225 mil a 450 mil). Para os demais obreiros, de US$50 a 75 mil; para cônjuges dependentes de US$15 a 20 mil e filhos de dependentes de US$5 a 10 mil. LEIA TAMBÉM: http://aodeusunico.com.br/?p=3434

9. Desprezando escritos como Mat. 6:6 e 9; João 14:13 e 23 que nos ensinam a orar a Deus, o Pai, em nome de Jesus, ensinam hoje a orar ao Espírito Santo e a Jesus.

10. Sendo politiqueiros em todas as áreas, estabeleceram no Manual da Igreja, p.71, que: “Pode haver ocasiões em que seja próprio que nossas congregações ESCUTEM DISCURSOS DE FUNCIONÁRIOS DO GOVERNO OU PERSONALIDADES PÚBLICAS. TODOS OS DEMAIS DEVEM SER EXCLUÍDOS DE NOSSOS PÚLPITOS, …”.

11. A IASD assinou contrato de amizade com a Igreja Católica Apostólica Romana da Polônia em 2000, em Toronto, Canadá.

Presenteou o Papa com uma medalha de Ouro da Associação Geral da IASD. Marcos de Benedicto. Revista Adventista, fev. 2002, p. 38. Recebeu do Papa uma medalha de Ouro. Review and Herald, 30.05.1968, p.16. Na Revista Adventista de Abril de 2004, p. o Pr. José Carlos Ramos, em artigo intitulado 666, afirmou que dizer que o 666 é a besta de Apoc. 13, violenta tudo que, como igreja, cremos e ensinamos.

12. 60 anos depois do fim da II Guerra Mundial, os líderes da IASD na Alemanha e na Áustria emitiram uma declaração expressando que “lamentam profundamente” qualquer participação em atividades nazistas, ou em seu apoio, durante a guerra. “Nossos povos se tornaram associados com o fanatismo racial destruidor de vidas e liberdade de 6 milhões de judeus e representantes de minorias por toda a Europa“, e que “muitos adventistas do sétimo dia não compartilharam das necessidades e sofrimentos de seus concidadãos judaicos”. Motivo de extremo pesar, indica a declaração, foi que as congregações alemãs e austríacas adventistas “EXCLUÍRAM, alienaram e deixaram [membros da Igreja que eram]. . . de origem judaica entregues a sua própria sorte de modo que terminaram enfrentando prisão, exílio ou morte“.
http://news.adventist.org/data/2005/07/1124218053/index.html.pt ou http://news.adventist.org/data/2005/07/1124218053/index.html.en

Queremos ser fiéis a Jesus  e à Sua Palavra.

Não queremos ser fiéis a uma Corporação religiosa deixando Deus de lado.

Não cremos que a verdade progressiva anule verdades restauradas.

Manter verdades solenes, expressões do caráter do Único Deus verdadeiro e de Seu Filho Jesus Cristo, presentes entre nós e em nós por seu espírito não é “Dogmatismo engessado”, conforme acusa a IASD ao Movimento leigo.

Fazemos nossas as palavras de João Andrews: “Trocaria mil erros por uma verdade bíblica” Espiritual Gifts, v. 2, p. 117. E as palavras de Tiago White: “Mudaríamos outros pontos de nossa fé caso víssemos uma boa razão para faze-lo com base nas Escrituras”. R. and H., 7 de fev. de 1856.

Fazemos nossas as palavras dos irmãos do Ministério 4 Anjos: “A obra efetuada por Ezequias no passado é a obra que o Senhor espera dos líderes da Conferência Geral e dos membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia, para que voltem ao favor de Deus, e Ele os faça prosperar hoje como o fez no passado. Deus pode aceitar a confissão de indivíduos membros desta igreja para o perdão dos seus próprios pecados e reconciliação com Ele mediante o sangue de Jesus, mas a confissão individual nunca trará a IASD novamente ao favor de Deus. Segundo a ordem do santuário celestial, ensinada por Ele aos homens através do santuário típico, somente uma obra coletiva de reforma precedida de arrependimento genuíno, iniciada pelos líderes da Conferência Geral, cumpre as condições estabelecidas por Deus para que esta Igreja torne a obter o Seu favor”.

A menos que se arrependa e converta a igreja que agora está a levedar-se com sua apostasia, comerá do fruto de seus próprios atos, até que se aborreça a si mesma. Quando resistir ao mal e escolher o bem, quando buscar a Deus com toda a humildade e alcançar sua alta vocação em Cristo, permanecendo na plataforma da verdade eterna, e pela fé lançar mão dos dons que para ela se acham preparados, então será curada. Aparecerá então na simplicidade e pureza que Deus lhe deu, separada de embaraços terrenos, mostrando que a verdade com efeito a libertou. Então seus membros serão na verdade os escolhidos de Deus, os Seus representantes. Testemunhos Seletos, vol. 3, págs. 251, 252 e 254. “ Eventos Finais, pág. 60

“O Senhor diz para os líderes e membros desta denominação: Será isto humilhante e dolorido para vós – reconhecer o erro? Certamente não o será tanto quanto serão as amargas confissões dos servos maus, despreparados e perdidos, que enfrentarem o Senhor Jesus vindo em glória pela segunda vez à Terra, sabendo que estão condenados a sofrer a segunda morte. O Senhor é misericordioso e perdoa ao culpado. “O homem para quem olharei é este”, diz Ele, “o aflito e abatido de espírito e que treme da Minha palavra” Isaías 66:2. Ele favorece os contritos de coração e os esconde no Seu pavilhão. Deseja acolher os líderes e membros desta igreja que um dia escolheu, e trazê-los novamente ao Seu favor, fazendo deles os Seus filhos. Como diz o testemunho acima, dado por Jesus à Sua serva, quando houver esta obra de reforma precedida de arrependimento, “Então seus membros serão na verdade os escolhidos de Deus, os Seus representantes”.

(http://www.ministerio4anjos.com.br/site/index2.php?option=content&task=view&id=190&pop=1&page=0)

“Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados, a fim de que, pela presença do Senhor, venham os tempos do refrigério, e que envie ele o Cristo, que já vos foi designado, Jesus” Atos 3:19. Paulo Augusto da Costa Pinto, Adventista Bereano do 7º Dia.

PUBLICADO EM: http://www.adventistas.com/dezembro2005/diagnostico_iasd.htm

 

A SEMANA “SANTA” É COMEMORADA NA IASD TAL QUAL COMO NA ICAR 

     Tendo pertencido ao rol da IASD desde dezembro de 1963 até 16 de março de 2004, quando fomos expulsos eu e minha esposa, embora em plena comunhão com Cristo, em razão de não mais crer no dogma romano da trindade (João 16:1-3), sempre participamos do Evangelismo na “Semana do Calvário”, nunca tendo ouvido ou lido algo na Corporação incentivando a celebração da Semana Santa – a qual sempre vimos como um evento católico – passamos a verificar desde 2004, inicialmente de modo mais discreto e depois, de forma clara, sem rodeios, convidando as pessoas na época quaresmal, para “assistir a celebração da Semana Santa”, o que muito nos chamou a atenção.

semana santa1

 

O que sempre ouvimos os pastores afirmarem antes de 2004 foi que a IASD aproveitava a ocasião em que as pessoas estavam sensíveis à pregação sobre o sacrifício de Cristo, razão porque a Corporação se valia do momento propício, para pregar o evangelho.

No entanto, após 2004 (ver textos dos convites em anexo)a linguagem nos convites passou a ser igual à da Igreja Católica, assumindo que se estava celebrando a Semana Santa.

Clique na figura para ampliar a visualização

semana santa2

Ora, onde está na Bíblia ou nos livros de Ellen G. White, que os crentes em Cristo agora devem fazer tal celebração? Pelo contrário, nessas fontes encontramos sobre a Páscoa que “Passaria para sempre a festa nacional dos judeus”, enquanto prevalecia a cerimônia da Santa Ceia.

Clique na figura para ampliar a visualização

semana santa3

 

Onde então a IASD achou respaldo para celebrar a “Semana Santa”?

Registros dão conta de que “a primeira celebração da Semana Santa pelos cristãos ocorreu em 1.682. Ela é uma das conclusões do Concílio de Nicéia, regido pelo papa Silvestre I e patrocinado pelo imperador Constantino, em 325 d.C, que determinou a doutrina da Igreja Católica, transformada em religião oficial do Império Romano. Desde então, festejam-se em oito dias a paixão, morte e ressurreição de Cristo.

Um decreto papal estabeleceu o Domingo da Ressurreição como a data mais importante do ano eclesiástico. Ele é celebrado sempre no domingo seguinte à primeira lua cheia da primavera no Hemisfério Norte e do outono no Hemisfério Sul”.

http://www.brasilescola.com/historia/origem-da-semana-santa.htm

O registro sagrado dá conta de que “O Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; e, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei; isto é o Meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de Mim. Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o Novo Testamento no Meu sangue; fazei isto todas as vezes que beberdes, em memória de Mim. Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha”. I Cor. 11:23-26.

Cristo Se achava no ponto de transição entre dois sistemas e suas duas grandes festas. Ele, o imaculado Cordeiro de Deus, estava para Se apresentar como oferta pelo pecado, e queria assim levar a termo o sistema de símbolos e cerimônias que por quatro mil anos apontara à Sua morte. Ao comer a páscoa com Seus discípulos, instituiu em seu lugar o serviço que havia de comemorar Seu grande sacrifício. Passaria para sempre a festa nacional dos judeus. O serviço que cristo estabeleceu devia ser observado por seus seguidores em todas as terras e por todos os séculos.

páscoa fora instituída para comemorar a libertação de Israel da servidão egípcia. Deus ordenara que, de ano em ano, quando os filhos perguntassem a significação desta ordenança, a história desse acontecimento fosse repetida. Assim o maravilhoso livramento se conservaria vivo na memória de todos.

A ordenança da ceia do Senhor foi dada para comemorar a grande libertação operada em resultado da morte de Cristo. Até que Ele venha a segunda vez em poder e glória, há de ser celebrada esta ordenança. E o meio pelo qual Sua grande obra em nosso favor deve ser conservada viva em nossa memória” (EGW, Desejado de Todas as Nações, capítuloLXXII,p.652.

http://www.ellenwhitebooks.com

Revendo a história recente da Corporação adventista, encontramos que em 2000, durante a reunião da Conferência Geral da IASD, em Toronto, Canadá, a IASD pela primeira vez apresentou aos presentes um conjunto de esculturas em tamanho grande, http://session2000.adventist.org/press/(enter + day-one page-3)

Essas mesmas esculturas foram no mês de agosto de 2000, oficialmente aceitas e dedicadas por um culto especial no salão nobre da Conferência Geral em Silver Spring , Maryland, EUA.

http://session2000.adventist.org/session-news/febr uary-march/theme-exhibit.htm

     Em 31 de março de 2000, na cidade do Vaticano, o papa João Paulo II  afirmou: “ El arte puede comunicar con eficacia «la historia de la alianza entre Dios y el hombre y la riqueza del mensaje revelado”. ZENIT.org;  El mundo visto desde Roma)

http://www.adventistas.com/ag572000/ag57200005.htm

      Neste mesmo ano a IASD assinou pacto de amizade com Roma na Polônia, na Igreja Luterana da Santíssima Trindade.

http://news.adventist.org/issues/data/950655233/

O acordo foi confirmado pelo papa Bento XVI em maio de 2006, quando de sua visita à mesma Igreja, ocasião que o mesmo se dirigiu a líderes de várias Igrejas, inclusive da IASD, ali presentes.

http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/ speeches/2006/may/documents/hf_ben-xvi_spe_ 20060525_incontro-ecumenico_po.html

Em 2001 a IASD assumiu que “Costumamos pensar nosídolos sempre como algo inerentemente mau; mas nem sempre é assim. Estátuas de madeira e de pedra nem sempre são más. Em outras palavras, os ídolos podem ser algo que, por si mesmo, não são  maus. Ao contrário, o que os torna maus é a maneira como nos relacionamos com eles. …”. Lição da Escola Sabatina de 09/11/2001, p. 74, edição do professor.

Na Revista Adventista, fev. 2002, pág. 38, Marcos de Benedicto, escreve que, de fato, um pastor, alto funcionário da IASD, Bert B. Beach, relações públicas da Conferência Geral da IASD, presenteou o Papa com uma medalha da Associação Geral da IASD.

Isso não é novidade, pois, anos antes, a IASD já tinha recebido do Papa uma medalha de Ouro. Review and Herald, 30.05.1968, pág.16.

Porventura tais fatos teriam alguma conexão com a celebração da “Semana Santa” pela IASD após o ano de 2004?

Deus nos conserve ao lado da verdade pura e genuína da Sua Palavra, custe o que custar.

“A maior necessidade do mundo é a de homens – homens que não se comprem nem se vendam; homens que o íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens, cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao pólo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus.” E. G.W. Educação, p.57.

Paulo Augusto da Costa Pinto.Engo. Agro., D.Sc. Professor da UNEB/DTCS, Juazeiro, BA., Adventista Bereano do 7o. Dia.

PUBLICADO EM: http://www.adventistas-bereanos.com.br/2007julho/celebracaosemanasantapelaiasd.htm

ALFA E OMEGA. A APOSTASIA ÔMEGA.

dezembro 29th, 2013 | Posted by Paulo Pinto in Artigos - (0 Comments)

http://adventista1844.webnode.com.br/alfa-e-omega/

 

OS ACORDOS  MACABROS  DA IASD.

Na década de 1950, a liderança americana da IASD entrou em acordo com líderes porta-vozes evangélicos americanos (Martin & Barnhouse), para que a IASD não mais fosse considerada uma seita, mas sim uma igreja como as demais igrejas evangélicas. Tanto assim que já em 1959, a IASD passou a fazer parte como membro cooperador do Concílio Nacional de Igrejas dos Estados Unidos, uma organização ecumênica.

Para tanto, a IASD deveria abdicar de certas doutrinas fundamentais dos pioneiros adventistas, as quais são apoiadas pelo Espírito de Profecia de Ellen G. White. Dentre essas doutrinas fundamentais está a da Encarnação, a qual os evangélicos e católicos crêem que JESUS encarnou com a natureza de Adão antes de sua queda, ou seja, Sua natureza seria isenta ou imune às paixões e às leis da hereditariedade a que estão sujeitos os filhos de Adão, depois de sua queda.

Assim, a partir de 1957, os teólogos adventistas passaram a ensinar que JESUS veio com a natureza sem pecado de Adão, antes de sua queda, ao contrário do que ensinavam os pioneiros e a Sra. White. JESUS seria apenas nosso substituto e não nosso exemplo a ser seguido. Com essa mudança teológica o mundanismo entrou na IASD, junto com o ecumenismo.

Na ocasião, uma das raras vozes oficiais que se levantaram contra esse compromisso apóstata foi a do Pr. Andreasen (1876-1962), conhecido entre nós brasileiros como o autor do livro O Ritual do Santuário. Depois de tentar em vão fazer-se ouvir pela liderança apóstata da Igreja, ele escreveu seis longas cartas às igrejas adventistas de todo mundo, denunciando toda essa conspiração ecumênico-doutrinária. Devido ao protesto do Pr. Andreasen, a Associação Geral, em 06.04.61, tirou suas credenciais e sua pensão por aposentadoria.

Só depois que uns irmãos do sul da Califórnia, revoltados com a injustiça feita ao Pr. Andreasen, ameaçaram não encaminhar mais o dízimo à Organização, é que a Associação Geral voltou a pagar sua aposentadoria, mas isto já perto de sua morte, que ocorreu em 19.02.62. Em 01.03.62, após sua morte, a Associação Geral restaurou as credenciais do Pr. Andreasen. 

Isso, ainda hoje continua assim…se for contra,não rezar pela cartilha da IASD, leva  um chute certeiro na bunda!

FONTE: http://adventista1844.webnode.com.br/news/os-acordos-secretos-da-igreja-adventista/

 

OUÇA O ÁUDIO DO PROGRAMA A VOZ E A VERDADE

ESTÁ PUBLICADO EM www.adventistas.ws
CONFIRA: http://www.adventistas.ws/104.htm

A PALAVRA DE DEUS AFIRMA CLARAMENTE QUE O DIA DO SENHOR É O SÁBADO, 7o. DIA DA SEMANA, DIA QUE DEVE SER SANTIFICADO PELO VERDADEIRO POVO DE DEUS.
O DOMINGO, POR OUTRO LADO É O DIA DO DRAGÃO, IMPOSTO AOS CRISTÃOS EM 321 POR DECRETO DE CONSTANTINO, IMPERADOR ROMANO, MAIS TARDE, OFICIALIZADO PELA IGREJA CATÓLICA.
SERIA CERTO O POVO DE DEUS GUARDAR O DOMINGO?
CLARO QUE NÃO.
QUANTO AO NATAL, COMEMORADO COMO SENDO O DIA DO NASCIMENTO DO FILHO DE DEUS NO PLANETA TERRA, SABE-SE PELAS ENCICLOPÉDIAS QUE NÃO FOI NA DATA EM QUE SE COMEMORA O DIA DO NASCIMENTO DO SALVADOR, O QUAL DEVE TER NASCIDO ENTRE SETEMBRO OU OUTUBRO, ÉPOCA DA FESTA JUDAICA DOS TABERNÁCULOS, JAMAIS EM 25 DE DEZEMBRO, DIA DO SOL INVICTO, dEUS PAGÃO.
ORA, SE O POVO DE DEUS NÃO PODE SANTIFICAR O DIA DE DOMINGO COMO DIA DE REPOUSO, POR QUE PODERIA COMEMORAR O NATAL PAGÃO QUE É FESTEJADO NO MUNDO?
NÃO É ISSO INCOERENTE? NÃO É ISSO APOSTASIA, DESVIO NÍTIDO, CLARO, DA VERDADE????
Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens. Atos 5:29

O VERDADEIRO SIGNIFICADO DO NATAL

dezembro 25th, 2013 | Posted by Paulo Pinto in Artigos - (0 Comments)

Mais um ano transcorreu e o mundo cristão comemora outro Natal. A propósito da chegada desta, que é tida por milhões como a mais linda, significativa e universal festividade do cristianismo, creio ser oportuno perguntar: Onde e quando se originou a tradição de celebrar o Natal? Qual foi a origem da árvore de Natal e do costume de trocar presentes? E ainda: Quem criou este curioso e interessante personagem — O Papai Noel — velhinho barbudo, bonachão e sorridente, tão querido de todos?

A grande maioria das pessoas não se detém a pensar por que crêem o que crêem, e por que fazem o que fazem, especialmente quando isto diz respeito à observância de costumes e tradições.

Por isso, muitos se surpreendem, outros se sentem chocados, e alguns até mesmo ofendidos, ao tomarem conhecimento da verdade ou dos fatos acerca do Natal.

O Natal é uma Festa de Origem Pagã

Como instituição religiosa, o Natal não tem fundamento na Bíblia, e sim no paganismo. Nem Jesus Cristo nem os apóstolos instituíram o Natal. Como costume, ele veio do paganismo, e foi introduzido na Igreja Católica por volta do século IV, baseando-se, portanto, na autoridade dessa igreja e não da Palavra de Deus.

“O Natal não se celebrava nos primeiros séculos da igreja cristã, já que o costume do cristianismo em geral era de celebrar, não o nascimento, mas a morte das pessoas importantes (por exemplo, a comunhão instituída por autoridade bíblica no Novo Testamento, é uma comemoração da morte de Cristo).”1

Mas no século IV, esta festa foi instituída em memória do nascimento de Cristo. Como não se sabia a data exata do nascimento do Senhor, no século V a igreja ocidental ordenou que ela fosse celebrada no mesmo dia da antiga festividade romana em honra do nascimento do sol. Desta forma Roma tornou o Natal uma festa obrigatória e oficialmente cristã.

Isto se deu quando o cristianismo deixou de ser perseguido e alcançou igualdade com o paganismo, mediante decreto de Constantino, primeiro imperador cristão. A igreja então cresceu e se tornou popular, com as “conversões” em massa ocorridas.

Dentre os costumes que os novos “conversos” trouxeram do paganismo, encontrava-se o da comemoração da Brumália, sua principal festa, no dia 25 de dezembro, em memória do nascimento do sol. Por amarem a Brumália, festa caracterizada por manifestações de alegria, alvoroço e frivolidade indecorosa, os outrora pagãos, decidiram não suprimi-la. Acomodaram-na ao título do nascimento do Filho de Deus, e preservaram-na dissimulada sob um nome cristão. Séculos mais tarde, já com o nome de Natal, esta festividade se estendeu ao protestantismo e ao resto do mundo, chegando assim até nós.

Nasceu Jesus no Dia 25 de Dezembro?

As evidências providas pelo registro evangélico do acontecimento nos levam a crer que Ele tenha nascido provavelmente num dia desconhecido do mês de setembro, e não no dia 25 de dezembro, conforme pretende a tradição popular.

O relato de Lucas 2:8, nos informa que quando os anjos anunciaram o nascimento de Jesus aos pastores, estes, na vigília da noite, velavam e guardavam seus rebanhos. Isto não poderia acontecer em dezembro, estação fria e chuvosa na Palestina. Era impossível que os pastores nessa época do ano permanecessem nos campos. E à noite, essa possibilidade era muito menor.

O mais tardar, até meados de outubro, os pastores traziam seus rebanhos do campo e os prendiam. Adam Clark, renomado comentarista bíblico, diz que era costume dos pastores trazer seus rebanhos ao começarem as primeiras chuvas, isto é, entre outubro e novembro. Uma vez que, segundo Lucas, os anjos, ao fazerem o anúncio do nascimento do Filho de Deus, encontraram os pastores velando seus rebanhos na vigília da noite, conclui-se que transcorria nesse momento o fim do verão ou o princípio do outono, o que assenta em bases bastante sólidas a convicção de que nosso Senhor tenha nascido provavelmente em setembro.

A Árvore de Natal

Declara Frederick J. Haskins, em seu livro intitulado Answers To Questions, que “a árvore de Natal vem do Egito, e sua origem é anterior à era natalícia”. Não deixa de ser um fato surpreendente e estranhamente significativo, o de que a árvore de Natal tenha sido concebida pelos egípcios, antes do nascimento de Cristo, e de que só em tempos posteriores foi associada ao mesmo!

Quem é Papai Noel

Papai Noel, personagem mítico, amado pelas crianças, é em sua origem, nada mais e nada menos que a contraparte fictícia de uma figura que existiu na realidade: o bispo católico de Myra, chamado São Nicolau.

A Enciclopédia Britânica diz: ”São Nicolau — bispo de Myra, santo venerado pelos gregos e pelos latinos no dia 6 de dezembro… Diz uma lenda que ele presenteou secretamente dotes às três filhas de um pobre cidadão… dando origem ao costume de obsequiar presentes em secreto à véspera do dia de São Nicolau (dezembro 6), data que depois se transladou ao dia de Natal (25). “2 Dali a associação do Natal e São Nicolau, ou seja, do Natal e Papai Noel; portanto, Papai Noel é o mesmo São Nicolau, bispo católico do século V.

Por Que Levaram Presentes a Cristo?

Levaram os magos, presentes a Jesus, por ser Seu aniversário? O estudo atencioso de Mateus 2:1-11, demonstra que não. Vemos ali que os magos chegaram vários dias ou semanas depois do nascimento do Filho de Deus. O verso 11 diz: ”entregaram-Lhe suas ofertas.” Qual o significado desse ato de homenagem?

Era costume antigo no Oriente levar presentes ao apresentar-se perante um rei. Os sábios do Oriente conheciam as Escrituras do Antigo Testamento, e com base nisso, sabiam que o nascido menino Jesus era o prometido “rei dos judeus”. Por isso levaram-Lhe presentes, como fez a rainha de Sabá ao visitar Salomão, e como fazem hoje aqueles que visitam chefes de Estado ou outras celebridades.

Oferenda ou Troca de Presentes?

Observe-se novamente que o verso diz: “entregaram-Lhe suas ofertas e não que trocaram presentes com os demais.

Conforme testemunho da Biblioteca Sacra, páginas 153 a 155, era costume dos pagãos na festa da Saturnália, intercambiar presentes entre amigos. Com o Natal, os cristãos tomaram esse costume dos pagãos, de acordo com a admoestação de Tertuliano.

Trocar presentes no Natal! Que há de cristão nessa prática? Honra a Jesus e Seu nascimento? Pensemos: Um amigo aniversaria. Pessoas comemoram o acontecimento trocando presentes entre si, esquecendo-se porém do aniversariante. Seria tal procedimento agradável e honroso para ele? De modo algum, visto ser absurdo. Mas é exatamente isto que o povo em todo o mundo, faz por ocasião do Natal. As pessoas dão presentes aos seus amigos mas se esquecem do seu maior Amigo — Jesus.

Que faz o povo, especialmente os abastados, nessa ocasião? Gastam milhões na satisfação do apetite, com ornamentações desnecessárias e com ostentações de vaidade e extravagância. Em muitos casos isto chega a ser pior do que lançar o dinheiro fora.

Eilen White sugere que se deveria instalar árvores de Natal nas igrejas e oferecer ao povo a oportunidade de nelas pendurar ofertas em favor dos necessitados e da obra missionária. Não é esta uma excelente sugestão, e fácil de ser posta em prática?

O Significado do Natal

Em face dos esclarecimentos, revelações, desmistificações, ou fatos e verdades precedentes, alguns poderiam julgar oportuna a pergunta: Como Igreja Adventista do Sétimo Dia, temos razões ou justificativas para comemorar o Natal, sendo esta uma festividade de fundo pagão e que honra a autoridade de Roma? Não seria melhor se abolíssemos de nosso meio as programações natalinas?

Tendo em mente o verdadeiro significado do Natal, penso que como igreja fazemos bem em observá-lo. Afinal, o nascimento de Cristo não foi um fato, uma realidade? E esse fato não é até agora o maior e mais sublime acontecimento da História? Não encerra ele a mais doce e mais preciosa mensagem de amor e esperança para cada ser humano? Não constitui o mais poderoso e comovente apelo ao coração humano, ao falar eloqüentemente do amor que veio para salvar, enobrecer e glorificar Suas pobres criaturas caídas em pecado? Então, por que não relembrar o nascimento de Cristo? Ao fazê-lo, expressamos como igreja, nosso gesto de simpatia e sociabilidade humana e cristã, ao mesmo tempo em que demonstramos equilíbrio e senso de oportunidade referente àquilo que promove o bem.

Reconhecemos, não obstante, que a sociedade professamente cristã de todo o mundo, no espírito e na prática desvirtuou o Natal, secularizou-o, materializou-o, adulterou seu significado, crendo e fazendo crer que o Natal seja meramente sinos repicando, luzes, cores, músicas alusivas ao evento, lindas árvores, Papai Noel, presentes, vendas altas e negócios lucrativos (onde o chamado “espírito do Natal” se’impõe não para honrar a Cristo, mas para vender mercadorias), e reunião ou reencontro de amigos e familiares, num clima emocional de cordialidade, boa vontade, sorrisos e acolhimento mútuo, e freqüentemente de conversações descontraídas e de gracejos vulgares, e até mesmo irreverentes e obscenos, onde não faltam os excessos e as extravagâncias no comer e no beber.

Em tudo isso, em todas essas coisas, não se fala nem se medita na pessoa de Jesus. Não se cogita acerca do propósito para o qual Ele nasceu. Não se procura captar o fato maravilhoso de que Ele veio para revelar o amor, a boa vontade e os pensamentos de paz do Pai, para com Seus pródigos e caídos filhos.

O cântico dos anjos na anunciação aos pastores foi: “Glória a Deus nas alturas, paz na Terra, boa vontade para com os homens”; no entanto, que contraste a realidade que o mundo apresenta hoje! Os homens de boa vontade se tornam cada vez mais raros, a paz se encontra a cada dia mais distante, e os homens buscam sua própria glória, em vez da de Deus.

Corações não se admiram do amor sacrifical do Pai, ao entregar Seu único filho para salvar inimigos; espíritos não se assombram ao considerar as profundezas a que Cristo desceu, renunciando à alteza, à glória e à majestade, para tornar-Se homem, a fim de redimir o que se perdera; e muitos não se sensibilizam com a simplicidade, a pobreza, a abnegação e a humildade manifestas pelo Filho de Deus e Filho do homem.

Tudo isso deixa claro que o Natal só tem sentido quando, de maneira individual, cada um faz do seu coração uma manjedoura para o Salvador, de tal forma que, como Lutero, possa chegar a dizer: “Tu, Senhor, és minha justiça, e eu sou o Teu pecado; tomaste o que era meu, e me deste o que era Teu. O que não foste Te tornaste, para que eu fosse o que não era.” Este é o verdadeiro significado do Natal. Busquemo-lo em nossa experiência.

Referências

1. Enciclopédia Americana de 1948.

2. Enciclopédia Britânica, vol. 19, págs. 648 e 649.

3. O Lar Adventista, págs. 481 e 482.

Texto de autoria do Pr. Deilson Storch de Almeida, publicado na Revista Adventista de Dezembro/1984.
FONTE: http://setimodia.wordpress.com/2010/12/16/o-verdadeiro-significado-do-natal/

OUÇA OS ÁUDIOS:
1a. PARTE

2a. PARTE
Assim, meus amados, é preciso parar para refletir sobre o que estamos fazendo, se estamos agradando a Cristo ou ao paganismo; Se a Deus, com quem nos encontraremos um dia, ou aos nossos líderes religiosos, que, se não se converterem, pedirem perdão a Deus, e passarem a ensinar a verdade, terão um grande preço a pagar no juízo final. Que nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, o filho unigênito do Deus único e verdadeiro, o Pai, esteja em seu e no meu coração cada dia do ano e não sigamos mais ao sistema babilônico corrupto que está aí com uma capa de santidade.

pai_eternotrindade_bullon

OBSERVE O deus QUE A IGREJA CATÓLICA ADORA.

OBSERVE O deus QUE A IGREJA ADVENTISTA E OUTRAS IGREJAS CAÍDAS ADORAM.

A DIFERENÇA QUE PARECE PEQUENA CADA DIA FICA MENOR. LEIA ABAIXO.

http://aodeusunico.com.br/?p=99

O DUPLO PECADO DA DSA, AUTORIZADO POR BULLÓN  

SANTIDADE DE MARIA SE FORTALECE NA IASD. LÍDER DIZ QUE “A SANTA VIRGEM” MERECE RESPEITO E REVERÊNCIA

Sermão 1 A Missão de Maria – Semana Santa 2013 da Igreja Adventista

<

É ESSE DEUS QUE JESUS CRISTO E A BÍBLIA SAGRADA DIZEM SER O ÚNICO E VERDADEIRO?

Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. João 4:23-24.

QUE VOCÊ E EU SEJAMOS ESSE ADORADOR (A).

 

 

SE SEU (SUA) FILHO (A) MENOR TEM ACESSO À INTERNET, SEJA EM COMPUTADOR, NOTEBOOK, TABLET, CELULAR,…E VOCÊ NÃO O ORIENTA, NÃO O FISCALIZA, CUIDADO! MUITO CUIDADO!
OUÇA OS ÁUDIOS:
1. PORNOGRAFIA. INOFENSIVA OU MORTÍFERA? NÚMEROS DA PORNOGRAFIA.
2. COMO A PORNOGRAFIA AFETA AS PESSOAS INDIVIDUALMENTE.
3.COMO A PORNOGRAFIA AFETA AS FAMÍLIAS?
FONTE: REV. SENTINELA, AGOSTO DE 2013.


La difícil labor de rescate y rehabilitación de chimpancés por parte del equipo del Instituto Jane Goodall en la República del Congo brinda a veces el mejor de los premios para todos: poder reintroducir un chimpancé en una selva protegida, devolviéndole la oportunidad que nuestra propia especie le había quitado. Más información en la web del Instituto Jane Goodall España www.janegoodall.es

Gratidão, como amor, é também dever que não apenas aquece quem recebe, como reconforta quem oferece. Entre todas as virtudes, a gratidão figura como um dos aspectos mais positivos do caráter de uma pessoa. O estadista, orador e escritor romano Marco Túlio Cícero (106-43 a.C) dizia que entre todas as virtudes, a gratidão era, não só a maior, mas a origem de todas as outras.
Será que nós humanos, temos desenvolvido essa virtude no nosso dia-a-dia????
Vejam que exemplo de gratidão desse “irracional????” !!!!! Quem dera, os ditos “racionais” assim o fizesse. Rosi

APROXIMAM-SE AS FESTAS DE NATAL

dezembro 12th, 2013 | Posted by Paulo Pinto in Artigos - (0 Comments)

OUÇA O ÁUDIO

E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. João 8:32. Palavras de Jesus. Nunca se esqueça disso.

Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo; Colossenses 2:8.

“Com a proximidade do Natal as ruas da cidade cobrem-se de luzes. Chiara Lubich descreve: “No meu coração a incredulidade e depois quase a rebelião, este mundo rico “apoderou-se” do Natal e de tudo que o rodeia e “desalojou” Jesus! Aprecia do Natal a poesia, o ambiente, a amizade que suscita, os presentes que sugere, as luzes, as estrelas, os cânticos. Aposta no Natal tendo em mira o lucro na melhor época do ano. Mas, não pensa em Jesus”.

Embora tenha a Cristo Jesus, o Filho do Deus único e verdadeiro em alta estima, o povo de Deus não participa dessa festa que se comemora em 25 de dezembro.

Você que estuda as Escrituras Sagradas, conhece um só verso que ordene ao povo de Deus fazer festa de aniversário?

Encontrei na Bíblia, única regra de fé e prática cristã, apenas 3 versos se referindo a festa de aniversário: “E aconteceu ao terceiro dia, o dia do nascimento de Faraó, que fez um banquete a todos os seus servos; e levantou a cabeça do copeiro-mor, e a cabeça do padeiro-mor, no meio dos seus servos. Gênesis 40:20. E, chegando uma ocasião favorável em que Herodes, no dia dos seus anos, dava uma ceia aos grandes, e tribunos, e príncipes da Galiléia” Marcos 6:21. Festejando-se, porém, o dia natalício de Herodes, dançou a filha de Herodias diante dele, e agradou a Herodes. Mateus 14:6.

Assim, vemos na palavra de Deus apenas 2 aniversários, o de um Faraó, pagão, e o do assassino de João Batista. Você que é sincero e estuda a Bíblia conhece outro texto?

A Palavra de Deus revela a data do nascimento de Cristo nesta terra? O Filho de Deus alguma vez ordenou aos discípulos festejarem seu aniversário?

Era prática da primitiva Igreja de Cristo festejar o seu Natal? Tem pelo menos uma prova bíblica ou você segue a tradição, acerca da qual Cristo afirmou ser vã “Em vão, porém, me honram, Ensinando doutrinas que são mandamentos de homens”. Marcos 7:7?

Enciclopédia Católica (edição de 1911): ”A festa do Natal não estava incluída entre as primeiras festividades da Igreja… os primeiros indícios dela são provenientes do Egito… os costumes pagãos relacionados com o princípio do ano se concentravam na festa do Natal”.

A Nova Enciclopédia de Conhecimento Religioso, de Schaff-Herzog explica em seu artigo sobre o Natal: “Não se pode determinar com precisão até que ponto a data desta festividade teve origem na pagã Brumália (25 de dezembro), que seguia a Saturnália (17 a 24 de dezembro) e comemorava o nascimento do deus sol, no dia mais curto do ano”.

É por isso que o povo de Deus não comemora esse Natal que está aí.

E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. João 8:32. Palavras de Jesus. Nunca se esqueça disso.

LEIA MAIS EM: http://pt.slideshare.net/pioneirosadventistas/a-verdade-sobre-o-natal

OUÇA O ÁUDIO CLICANDO AQUI

LEIA O TEXTO E PARTILHE COM IRMÃOS E AMIGOS: http://aodeusunico.com.br/?p=1753

DO DEUS ÚNICO AO DEUS TRINO

dezembro 10th, 2013 | Posted by Paulo Pinto in Artigos - (0 Comments)

ESTÁ PUBLICADO EM www.adventistas.ws 

clicar aqui

VEJA EM POWER POINT

 

3e3rnejrnejrHOMOS

Sodoma e Gomorra teriam vergonha dessa geração!

Jesus disse que a geração de Sodoma e Gomorra teria arrependido se tivesse o mesmo nível de conhecimento da atual geração; (Mateus 11:20-24).
Rio de Janeiro realiza primeiro casamento coletivo de casais homossexuais

130 casais participaram da cerimônia.
Uma verdadeira afronta a família tradicional!
A cerimônia teve início com a apresentação do coral do Tribunal de Justiça que cantou a música “Amor, I Love You”, sucesso na voz de Marisa Monte, seguido  do hino nacional cantado pela travesti Jane di Castro, célebre figura da cena gay carioca. Logo em seguida, autoridades de órgãos públicos parceiros do evento afirmaram a importância do ato.
O coordenador do Programa Estadual Rio Sem Homofobia e idealizador do projeto, Cláudio Nascimento, recitou um poema do português Fernando Pessoa. “O amor é que é essencial. O sexo é só um acidente. Pode ser igual. Ou diferente”.
Ao fim da cerimônia, os casais trocaram votos e as alianças. As juízas Rachel Cipriano e Rachel de Oliveira declararam os noivos oficialmente casados, e os 130 casais se beijaram ao mesmo.
” Por isso, Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seu próprio coração, para desonrarem o seu corpo entre si;

  pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém!
  Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza;
  semelhantemente, os homens também, deixando o contato natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sensualidade, cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo, em si mesmos, a merecida punição do seu erro.”  Romanos 1:24- 27

FONTE: http://confio-em-deus.blogspot.com.br/2013/12/sodoma-e-gomorra-teria-vergonha-dessa.html

LEIA MAIS EM http://www.d24am.com/noticias/brasil/casamento-coletivo-reune-130-casais-homoafetivos-no-rio-de-janeiro/101856

SINAL INEQUÍVOCO DA PROXIMIDADE DA VOLTA DE CRISTO:

Em verdade vos digo que, no dia do juízo, haverá menos rigor para o país de Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade. Mateus 10:15

Eu vos digo, porém, que haverá menos rigor para os de Sodoma, no dia do juízo, do que para ti. Mateus 11:24

E tu, Cafarnaum, que te ergues até ao céu, serás abatida até ao inferno; porque, se em Sodoma tivessem sido feitos os prodígios que em ti se operaram, teria ela permanecido até hoje. Mateus 11:23

 

DURANTE O SÉTIMO CONGRESSO DOS ADORADORES DO DEUS VERDADEIRO NO VALE DO SÃO FRANCISCO, O DR. JÚLIO TORRES, EMINENTE PROFESSOR DE DIREITO NA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA, UNEB, A CONVITE, PROFERIU BRILHANTE PALESTRA SOBRE O PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR, PLC 122 QUE, SE APROVADO, AMEAÇA A LIBERDADE DE PREGAÇÃO PELO POVO DE DEUS E À FAMÍLIA.

LEIA MAIS ACERCA DO TEMA EM: http://aodeusunico.com.br/?p=3992

FOI DURANTE O SÉTIMO CONGRESSO DOS ADORADORES DO DEUS VERDADEIRO REALIZADO EM JUAZEIRO-BA, NO AUDITÓRIO DO COLÉGIO MODELO, DE 6 A 8.12.13. VEJA O VÍDEO E OUÇA ESSE BELO TESTEMUNHO DO IRMÃO VALDOMIRO DO SITE http://www.unitarismobiblico.com

A ENTREVISTA NA RÁDIO JUAZEIRO WEB TV, PROGRAMA SEM FRONTEIRAS, SOBRE O VII CONGRESSO DOS ADORADORES DO DEUS VERDADEIRO, FOI FEITA PELO INTELIGENTE JORNALISTA E ÂNCORA DO PROGRAMA, RAMOS FILHO, NO DIA 3.12.2013 POR VOLTA DAS DEZ HORAS DA MANHÃ.

ARTE DO PANFLETO VIRTUAL

SEXTA – NOITE

HORA

ATIVIDADE

Responsável

19:00

Serviço de Cântico Tâmara, Isaque e casal do João de Deus.

19:30

Boas – vindas Alisson

19:35

Anúncios Paulo Pinto

19:45

Sorteio

19:50

Hino Oficial Amor no LAR

19:55

Oração Ir. Luís

20:00

Hino especial Edriana

20:05

Vídeo Família é pra sempre!

20:10

Hino especial João Rangel

20:15

Mensagem João Rangel

20:55

Hino Especial Marcela

21:00

Oração final João Rangel

 

SÁBADO – MANHÃ

HORA

ATIVIDADE

Responsável

08:30

Serviço de Cântico Tâmara, Isaque e casal do João de Deus.

09:00

Escola Sabática João de Deus
Hino Oficial Amor no LAR
Hino especial João de Deus

09:30

Lição Zinho

10:20

Hino especial Coral das crianças
Encerramento da Escola Sabática João de Deus
Hino especial
Oração final da Escola Sabática

10:50

Hino especial Mirela – Você estava ali (Raiz Coral)

10:55

Oração

11:00

Mensagem Paulo Pinto

11:45

Hino especial Ângela (Pai Nosso)

11:50

Oração final Paulo Pinto

 


 

SÁBADO – TARDE

HORA

ATIVIDADE

Responsável

12:00

Almoço Organização do almoço com as mulheres e apoio dos homens

13:40

Concentrar todos participantes do congresso no auditório para início da programação

14:00

Programa a Voz e a Verdade Radio Juazeiro

14:10

Serviço de cânticos Tâmara, Isaque e casal do João de Deus

14:20

Oração

14:25

Hino especial 01 Arlete – Oração da Família (Raquel Melo)

14:30

Hino especial 02 Edenilson

14:35

Hino especial 03 Elias

14:40

Hino especial 04 Isaque

14:45

Hino especial 05 João de Deus

14:50

Hino especial 06 Marilayne

14:55

Hino especial 07 Nalvinha

15:00

Hino especial 08 Quarteto (Augusto, Isaque, Luís, Elias)

15:05

Hino especial 09 Trio (Doxa, Dulce e Isaque)

15:10

Hino especial 10 Valdenor

15:15

Hino especial 11 Vitória

15:20

Hino especial 12

15:25

Mensagem – Avelar (0:20) Mensagem – Avelar (0:20) – Confirmada

15:35

Mensagem – Mário Lino (0:10) Mensagem – Mário Lino (0:10) – Confirmada

15:45

Mensagem – Milton (0:20) Mensagem – Milton (0:20) – A confirmar

16:05

Mensagem – Pedrosa (0:20) Mensagem – Médico José Renato Pedroza (0:20) – a confirmar

16:25

Mensagem – Valdomiro (0:20) Mensagem – Valdomiro (0:20) – Confiramada

16:45

Mensagem – Julho Torres (0:20) Mensagem – Julho Torres (0:20)

17:05

Mensagem – Edenilson (0:30) Mensagem – Edenilson (0:30)

17:35

Marilda Barcellos (0:15) Mensagem – Saúde Plena (0:15)

18:00

17:50 Hino:                                  Lado a Lado

Oração final

OBS: As mensagens e os hinos especiais deverão ser intercalados a depender da disponibilidade do mensageiro, seja presencial ou pela internet. Os horários definidos servem apenas como um referencial de tempo para toda programação.

 

DOMINGO – MANHÃ

Responsável pela programação: Alisson

 

 

DOMINGO – NOITE

HORA

ATIVIDADE

Responsável

19:00

Serviço de Cântico Tâmara, Isaque e casal do João de Deus.

19:30

Sorteio

19:40

Hino Oficial Amor no LAR

19:55

Oração

20:00

Hino especial Jorge (Escudo)

20:05

Vídeo Família um plano de Deus

20:10

Hino especial Milena – Calma (Rafaela Pinho)

20:15

Mensagem Lurdinha

20:50

Hino Especial Wesley e Priscila

20:55

Oração final Lurdinha

 Trabalho denodado de Augusto, Alisson e colaboradores

Programação – ultma versao EM WORD.

FAMÍLIA ORANDO
E ensinai-as a vossos filhos, falando delas assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te, e levantando-te; (Deuteronômio 11.19)

A NECESSIDADE E A URGÊNCIA DO CULTO DOMÉSTICO

QUE O ETERNO E SEU DIVINO FILHO REEDIFIQUEM NOSSOS LARES URGENTEMENTE.

EMBORA RESPEITEMOS A TODOS, E OS ACOLHAMOS, NÃO CONCORDAMOS, NÃO APOIAMOS, NÃO APROVAMOS COMPORTAMENTOS LGBT, VISTO QUE FEREM OS PADRÕES ESTABELECIDOS POR DEUS EM SUA PALAVRA.

FILMETES PORNOGRÁFICOS INFANTIS NAS ESCOLAS.
PLANO NACIONAL DE PROMOÇÃO DA CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS DE LGBT.
“Reconhecer e incluir nos sistemas de informação do SUS e no planejamento familiar, todas as configurações familiares protagonizadas por lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, com base na desconstrução da
heteronormatividade”.
COTAS PARA PROFESSORES GAYS NAS ESCOLAS.
INSERÇÕES PERIGOSAS NOS LIVROS DIDÁTICOS. CUIDADO, PAIS!!!!

Cartilha gay é distribuída em porta de Escola no RJ e choca Pais e Alunos

PT vai criar cota para professor gay nas escolas diz deputado Bolsonaro

Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.
E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.
Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si;
Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.
Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.
E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.
E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;
Estando cheios de toda a iniqüidade, fornicação, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade;

Romanos 1:22-30.

LOUVAMOS A DEUS PELA CORAGEM DO DEPUTADO JAIR BOLSONARO EM DENUNCIAR O QUE ESTÁ ACONTECENDO NESTE PAÍS NA CALADA DA NOITE, E QUE COLOCA EM RISCO OS BONS PRINCÍPIOS, A FAMÍLIA E A SOCIEDADE COMO UM TODO.