- Ao Deus Único - https://aodeusunico.com.br -

“QUEM TEM OUVIDOS, OUÇA O QUE O ESPÍRITO DIZ ÀS IGREJAS” APOC. 2:29…  A QUEM SE REFERE ESSE ESPÍRITO?

A nota tônica nas Escrituras Sagradas é a existência de um Deus único e verdadeiro, algo claramente apresentado pelo seu divino filho Jesus Cristo quando aqui esteve para representá-lo, agindo como o próprio Deus, como também Moisés fez no seu tempo perante Faraó (Ex. 7:1; 4:16), claro que em bem menor escala em relação ao divino filho de Deus, segunda maior autoridade do universo, após o Pai (de eternidade a eternidade: I Cor:15:20-28; vale a pena ler este texto de novo, porque fala de submissão do filho até durante a eternidade, e um Deus não se submete a outro que lhe seja maior – João 14:28).

Quando Cristo venceu na cruz, foi ressuscitado pelo Pai e ascendeu aos céus, assentou-se à direita de Deus em seu trono, foi honrado pelo Pai, recebeu a promessa do Espírito Santo (Atos 2:32 e 33, vale a pena conferir), foi cheio desse poder, glória e virtude de Deus e derramou os dons no dia de Pentecostes. Fomos ensinados na iasd, como também fazem as demais igrejas que se desviaram da verdade, que os dons foram dados por uma 3a. pessoa da trindade, mas as Escrituras rechaçam isso afirmando que foi Cristo e não um outro quem deu esses preciosos dons (Efésios 4:7-12).

No livro do Apocalipse, como em todas as Escrituras, não existe relato sobre qualquer trindade divina.

Quando o Apocalipse refere-se a Espírito, sobretudo nos capítulos iniciais, onde o “erudito” adventista-católico Woodrow W. Whidden em seu artigo intitulado “Evidências trinitarianas no Apocalipse” conseguiu, com apoio do “erudito” wesleyano em Novo Testamento, Rob Wall, enxergar uma trindade pelas lentes do papado. Gostaria que você, em espírito de humildade e de forma cristã você enxergasse o que João enxergou em Patmos, há dois milênios.

Quem envia as cartas às 7 igrejas, escritas por João, é quem as assina ou se identifica como o autor das mesmas ao final. (Deus – Jesus (cheio do Espírito de Deus) – João – Anjo (Gabriel) – 7 Igrejas (Anjos das 7 igrejas).

Todas as expressões Espírito nos capítulos 2 e 3 referem-se a Cristo, cheio do Espírito de seu Deus e Pai (Atos 2:32 e 33,…) o que é bem diferente da forma pagã, infundada, ensinada oficialmente pela iasd desde 1980, conduzindo milhões ao paganismo e à perdição, tudo para gozar dos favores do Vaticano e ser a 2a. igreja mais rica do planeta, em apenas 1,5 séculos (muito astuta, não é mesmo, quando comparada à sua irmã icar, que conseguiu seu grande patrimônio em 2 milênios de catolicismo?).

Peço-lhe, encarecidamente analisar o quadro abaixo, mostrando o  “Espírito” de que trata Apocalipse nos seus primeiros três capítulos:

 

ESPÍRITO A QUEM SE REFERE O ESPIRITO?
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus. Apocalipse 2:7. Escreve ao anjo da igreja que está em Éfeso: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete castiçais de ouro: Apocalipse 2:1. Ver Apoc. 1:16: E ele tinha na sua destra sete estrelas…; Cristo.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O que vencer não receberá o dano da segunda morte. Apocalipse 2:11. E ao anjo da igreja que está em Esmirna, escreve: Isto diz o primeiro e o último, que foi morto, e reviveu: Apocalipse 2:8. Cristo.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe. Apocalipse 2:17 E ao anjo da igreja que está em Pérgamo escreve: Isto diz aquele que tem a espada aguda de dois fios: Apocalipse 2:12. Ver também Apoc. 1:16: …e da sua boca saía uma aguda espada de dois fios; e o seu rosto era como o sol, quando na sua força resplandece. Apocalipse 1:16. Cristo.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Apocalipse 2:29 E ao anjo da igreja de Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem seus olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes ao latão reluzente: Apocalipse 2:18. Cristo.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Apocalipse 3:6.

 

E ao anjo da igreja que está em Sardes escreve: Isto diz o que tem os sete espíritos de Deus, e as sete estrelas: Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives, e estás morto. Apocalipse 3:1. Cristo.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Apocalipse 3:13. E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre: Apocalipse 3:7. Autoridade do Messias (Isa. 22:22). Cristo.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Apocalipse 3:22. E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: Apocalipse 3:14. (O amém: II Cor. 1:20; A testemunha fiel e verdadeira – Apoc. 1:5; O princípio da criação de Deus – Prov. 8:22-30; Jó 1:3; Col. 1:15 e 18). Cristo.

 

Pelo quadro acima, você percebeu que com clareza meridiana, o Espírito não se refere a uma pessoa, além do Pai (único Deus verdadeiro, João 17:3, I Cor. 8:6,…) e do seu divino filho Jesus Cristo (Apoc. 3:12), mas ao próprio Cristo (porquanto cheio do Espírito de Deus),  e não uma 3a. pessoa da “santíssima” trindade (conforme estabelecido por Roma em 325 e 381, em Nicéia e em Constantinopla, respectivamente), um deus espírito santo????????

 

Desconhecer esses fatos, por parte de um “erudito”, Woodrow W. Whidden, e, assim, ensinar aos outros mediante o livro “A Trindade” e o artigo referido acima, publicado no Journal of the Adventist Theological Society, 11/1-2 (2000): 248—260, no mínimo é má fé, ou enganação suicida, genocida.

Quem traduziu o texto para o português, prof. Azenilto, adventista do 7º dia, antigo, deveria estar atento não só às regras gramaticais e da tradução, mas, sobretudo, às heresias contidas no artigo, pois, por isso se dará contas perante o Deus de toda a terra, que constituiu a seu filho com juiz (Atos 10:42).

As advertências de Cristo continuam oportunas:

“Deixai-os; são condutores cegos. Ora, se um cego guiar outro cego, ambos cairão na cova”. Mateus 15:14.

“E dizia-lhes uma parábola: pode porventura o cego guiar o cego? não cairão ambos na cova”?  Lucas 6:39.

 

Que o Deus único e verdadeiro que deu o seu Espírito, enchendo plenamente ao seu divino e amado filho, Jesus Cristo, nosso salvador, que passou a ter todo o poder no céu e na terra (Mat. 28:18) impressione grandemente a mim e a você, preparando-nos para o encontro glorioso com Cristo, em breve.

Maranata.

“Ora vem, Senhor Jesus”!

 

Paulo Augusto da Costa Pinto

http://www.pacostapinto.com.br