- Ao Deus Único - https://aodeusunico.com.br -

QUANDO DEUS RETIRA O SEU ESPÍRITO DE ALGUÉM. QUE ESPÍRITO (RUACH) É ESSE?

“E QUANDO DEUS RETIRA SEU ESPÍRITO?

Ouça o áudio do Programa A Voz e a Verdade., clicando AQUI. OUÇA, MEDITE, DECIDA-SE E PARTILHE O LINK.

Questão 2: Se o espírito de Deus é o fôlego que Deus soprou no homem na criação, por que quando Deus retirou o seu espírito de Saul ele não morreu? Por que Faraó percebeu que em José havia o Espírito de Deus se todos os seres humanos vivos têm este espírito (fôlego)? Essa é uma boa questão. A palavra ruach aparece na Bíblia representando dois conceitos diferentes, mas ambos com o significado de fôlego e sopro. Um significado de ruach é o espírito do homem, seu fôlego de vida, dado por Deus na criação e separado do corpo por ocasião da morte. Todos os seres vivos têm este ruach. “E o pó volte à terra, como o era, e o espírito (ruach) volte a Deus, que o deu.” – Eclesiastes 12:7. Para expressar este conceito, a Bíblia usa a expressão “espírito (ruach) do homem”. Então quando lermos “espírito do homem” podemos entender que se trata do espírito, fôlego de vida, sopro vital sem o qual o ser humano não vive (fisicamente falando). É claro que a origem deste fôlego está no Criador, mas não podemos confundir o que a Bíblia chama de “ruach do homem” com o que ela chama de “ruach de Deus”. Não é difícil entender esta diferença: Todos os seres humanos vivos de nosso planeta têm o fôlego vital (ruach do homem). Muitos homens que têm este fôlego andam, trabalham, comem e bebem, mas não têm dentro de si o ruach de Deus. Por isso tais homens têm o poder físico para sobreviver (que veio de Deus na Criação), mas não têm o poder espiritual para vencer o pecado (que também vem de Deus, mas na Redenção). Isso explica porque Faraó notou que José era diferente dos demais: Ele não tinha apenas o poder físico, mas tinha o poder espiritual – o ruach de Deus habitava em José. Isto também explica porque Deus tirou o Seu Espírito de Saul e este continuou vivendo – Deus tirou de Saul o ruach espiritual, não o ruach do homem Saul. De qualquer forma, não derivamos daí que o ruach de Deus é um ser pessoal e o do homem não é um ser pessoal. Não é possível chegarmos a esta conclusão diante do abordado nesta questão. Eu diria que um ruach é o poder físico para a vida biológica que Deus concede a todos os homens. O outro ruach é o poder espiritual que Deus dá aos que O aceitam e se arrependem. Ambos provêm de Deus, mas nenhum deles é uma pessoa, mas sim um elemento de Deus que nos é concedido para nossa vida física e espiritual”.

FONTE: RICARDO NICOTRA EM SEU LIVRO EU E O PAI SOMOS UM, pág. 107 e 108.  http://www.igrejacrista.com/wp-content/uploads/docs/epsu3ed.pdf