- Ao Deus Único - https://aodeusunico.com.br -

O que é a Igreja no Deserto?

Clique aqui ou na imagem acima e ouça o áudio. Medite, Compartilhe.

E foram dadas à mulher duas asas de grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente. E a mulher fugiu para o deserto, onde já tinha lugar preparado por Deus, para que ali fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias. (Apocalipse 12:14, 6)

Benjamin G. Wilkinson, “A Verdade Triunfante”, pág.  8,… escreveu:

“A Igreja no Deserto é o elo de ligação entre o cristianismo apostólico e o povo de Deus hoje. (A verdadeira igreja hoje une o presente à eternidade, assim como a Igreja no Deserto uniu o passado apostólico ao presente)…. haviam pessoas cristãs em todos os países, durante esse longo período de história, que possuíam igrejas, colégios, estações missionárias e escolas teológicas; que seguiram de perto e aderiram firmemente às crenças e práticas entregues pelos apóstolos aos santos; e que possuíam e preservavam as Escrituras originais dadas à igreja no primeiro século. Essas pessoas constituem a Igreja no Deserto. Esta é uma concepção que geralmente não é percebida. O título, Igreja no Deserto, é tirado da profecia Bíblica de Apocalipse 12 descrevendo a mulher que fugiu para o deserto. A mulher é a igreja1. …não era a igreja popular ou predominante. Esses crentes fiéis mantinham no alto a bandeira da verdade e resistiram a incursões de apostasia. Sua sorte variava, pois às vezes eles possuíam muitas igrejas, escolas famosas e estações de missão distantes, enquanto em outras épocas sofriam pobreza e terrível perseguição.  O grande trabalho missionário desta igreja é pouco conhecido, seus sofrimentos têm sido ignorados, e seus heróis não foram celebrados. … Ao restaurar a igreja verdadeira em seu lugar legítimo, é recuperada a chave que revela o significado de grandes problemas que esta presente geração enfrenta. Alguns perguntarão: não devemos olhar para a igreja que há séculos tem sido a preferida dos reis e das nações para encontrar a igreja verdadeira em vez de olhar para um povo que durante séculos nunca foi a igreja dominante e que muitas vezes eram obscuras? Deixe o profeta João responder a esta pergunta: “A mulher [igreja] fugiu para o deserto” (Apocalipse 12: 6). A fim de reconhecer a verdadeira igreja, é imperativo que fixemos nossos olhos sobre aqueles grupos Cristãos que foram amplamente esquecidos nas obras de história.

A revelação divina ensina que a luz que brilharia na última geração de homens seria uma continuação e uma ampliação da luz que brilhou sobre a Igreja no Deserto ao longo de quase treze séculos; ou seja, o período de 1260 anos. Embora seja geralmente reconhecido que o período de 1260 anos da Igreja no Deserto não começou nos tempos apostólicos, é necessário, no entanto, apresentar este período profético com devidos antecedentes. …. É hora de trazer à luz as muitas lutas heróicas de homens que Deus usou para preservar as doutrinas divinas e as Santas Escrituras…A Igreja no Deserto não chegou à verdade por oposição a dogmas e heresias predominantes. Sua fé não foi uma fé recém-recebida. As crenças religiosas de seus membros eram uma herança dos dias dos apóstolos. A eles os homens devem a preservação da Bíblia. Contrário à crença quase universal, a Igreja no Deserto abrangeu as verdadeiras igrejas missionárias durante a longa noite da Idade das Trevas. Ela manteve bem alta a tocha da educação, enquanto o resto do mundo estava caindo na escuridão da ignorância e da superstição. O seu território não era circunscrito. Pelo contrário, sua influência penetrou em todas as partes do mundo conhecido”.