- Ao Deus Único - https://aodeusunico.com.br -

Cristo, Filho Simbólico ou Literal de Deus??? .

Ao falar João do parentesco de Cristo com Deus, não somente afirma que o Senhor e Salvador Jesus Cristo é O FILHO DE DEUS, mas agrega também a esta filiação, por cinco vezes em seus escritos, o adjetivo qualificativo GREGO “MONOGENÊS”, comumente traduzido por UNIGÊNITO E QUE SIGNIFICA: ÚNICO GERADO, MAS TAMBÉM ÚNICO DA ESPÉCIE (DE QUEM O GERA) E A HERDAR SEUS ” GENES”. João 1:14 e 18; 3:16 e 18 e I João 4:9.

Embora existam várias posturas sobre a tradução ou significado correto deste termo, o contexto nos leva a concluir que um FILHO MONOGENÊS É, NECESSARIAMENTE, UM FILHO LITERAL, BIOLÓGICO ( HERDEIRO DA VIDA E DOS “GENES” DE SEU(S) PAI(S), como foi o caso de ISAQUE, FILHO DE ABRAÃO, DESIGNADO DE MONOGENÊS EM HEBREUS. Gênesis 15:4; 22:2 e Hebreus 11:17. “MONOGENÊS” é um adjetivo que aparece 9 (nove) vezes no Novo Testamento, qualificando a palavra FILHO, sendo que cinco destas ocorrências, estão nos escritos joaninos, que aplica este adjetivo exclusivamente a Cristo, como FILHO “MONOGENÊS” DE DEUS. João 1:14 e 18; 3:16 e 18 e I Joao 4:9. Três das ocorrências desta palavra, encontram-se no evangelho de Lucas, ligadas ao FILHO DA VIÚVA DE NAIM ( Lucas 7:32), à FILHA DE JAIRO ( Lucas 8: 42) e ao FILHO de um HOMEM ANÔNIMO NA MULTIDÃO. Lucas 9:38.

Nos três casos, o contexto nos leva à concluir que cada um dos TRÊS era FILHO LITERAL, BIOLÓGICO E ÚNICO e, por isto, CARÍSSIMOS aos olhos de SEUS PAIS, que encontraram em CRISTO a solução para os problemas dos mesmos, sendo dois deles despertados do sono da morte por CRISTO. O termo grego “MONOGENÊS”, ou SEU CORRESPONDENTE, no idioma falado pelo Senhor e Salvador Jesus Cristo, foi usado pelo próprio CRISTO em SEU diálogo com NICODEMOS e aparece no mais conhecido e divulgado verso da Bíblia, em que ELE PRÓPRIO se auto define como FILHO “MONOGENÊS” DE DEUS. João 3:16. Cristo se autodenomina, neste VERSO, não apenas como FILHO DE DEUS, mas também como seu FILHO “MONOGENÊS”, UNIGÊNITO, OU ÚNICO GERADO, ÚNICO DA ESPÉCIE DE DEUS, SEU PAI, E ÚNICO A HERDAR SEUS “GENES”, OS ” GENES,” DE DEUS (“MONOGENÊS”: UNICO A HERDAR OS “GENES”).

A ocorrência do termo “MONOGENÊS” em Hebreus 11:17, ligado à ISAQUE, denominado de FILHO “MONOGENÊS” de ABRAÃO, O PAI DA FÉ, tem, como nas demais vezes que é empregado nas três referências do termo em Lucas,, ligado à seres humanos, o significado de FILHO LITERAL, BIOLÓGICO LITERALMENTE GERADO.” “Não será este o teu herdeiro ( referência à Eliezer, servo de Abraão),” disse DEUS a ABRAÃO, ” mas aquele que será GERADO DE TI, TIRADO DAS TUAS ENTRANHAS, será o teu herdeiro.” Genesis 15:4. Um SUPOSTO significado SIMBÓLICO do termo, alegando que “MONOGENES” não signifique FILHO LITERAL por não se aplicar completamente a ISAQUE, baseando-se no fato de que FOI GERADO, MAS NÃO FOI ÚNICO, já que ABRAÃO tinha ISMAEL antes dele, NÃO É UMA CONCLUSÃO CORRETA E SIM, UMA EXEGESE DESCARTÁVEL Conquanto ISAQUE NÃO FOSSE LITERALMENTE O ÚNICO, FOI LITERALMENTE GERADO por ABRAÃO, PODERIA NÃO SER O ÚNICO FILHO GERADO DE ABRAÃO, MAS SIM O QUE FOI GERADO DE MANEIRA ÚNICA: ERA O ÚNICO FILHO GERADO DE ABRAÃO E SARA, O ÚNICO FLHO DA PROMESSA E O HERDEIRO DE ABRAAO E SARA EM QUEM FOI CONTADA A DESCENDENCIA DE ABRAÃO incluindo CRISTO SEGUNDO A CARNE. Que MAIOR exclusividade do que está??? ISAQUE, além de haver sido LITERALMENTE GERADO, foi GERADO DE MANEIRA ÚNICA, COMO O FILHO DA PROMESSA, POR INTERVENÇÃO DIVINA, E POR ISTO, A BIBLIA O DENOMIBA DE “MONOGENES.” Hebreus 11:17.

O fato de ISMAEL haver sido o FILHO de um relacionamento extra conjugal, sem aprovação DIVINA o exclui de ser um GERADO a ter EXCLUSIVIDADE, condição esta cumprida por ISAQUE, o verdadeiro FILHO “MONOGENÊS” DE ABRAÃO, que ele AMAVA E, POR ISTO, OFERECIDO NO MORIÁ (Gen. 22:2), COMO CRISTO NO CALVÁRIO. “Porque DEUS amou o mundo de tal maneira que deu o seu FILHO UNIGÊNITO para que todo o que nELE crê, não pereça, mas tenha a vida eterna.” João.3:16. “Nisto se manifestou o amor de DEUS em nós: em haver DEUS enviado seu FILHO UNIGÊNITO ao mundo, para vivermos por meio DELE. I João 4:9.

Dr. Carlos Lavrado