- Ao Deus Único - https://aodeusunico.com.br -

Contribuindo com a Obra de Cristo

Clique nos links a seguir e ouça os áudios do Programa A Voz e A Verdade na Web Rádio Brejo, RN:

Contribuindo com a Obra de Cristo – 1a Parte

Contribuindo com a Obra de Cristo – 2a Parte

LIÇÃO 19 – CURSO BÍBLIA ABERTA – CONTRIBUINDO COM A OBRA DE CRISTO

Quando criou este mundo, Deus confiou ao homem à tarefa de administrá-lo. Há um
pensamento popular que expressa bem esta verdade: “Não sou dono do mundo, mas sou filho
do Dono.” Portanto, é dever nosso aprender a usar com sabedoria o tempo, os talentos, o corpo
e os tesouros que Deus nos confiou à nossa administração como mordomos fiéis. Nesta lição
estudaremos sobre Ofertas e Dízimos. O que são dízimos? O que são ofertas? Vejamos o que
ensina a Palavra de Deus.
1. A quem pertencemos com tudo o que temos?
“Do SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam.” Salmos 24:1
“Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o Senhor dos Exércitos.” Ageu 2:8

2. Quem dá ao ser humano capacidade para adquirir bens?
“Antes te lembrarás do Senhor teu Deus, que ele é o que te dá força para adquirires
riqueza;
para confirmar a sua aliança, que jurou a teus pais, como se vê neste dia.” Deuteronômio 8:18

3. De onde deve ser a Origem dos Dízimos?
“Também todas as dízimas [10%] do campo , da semente do campo, do fruto das árvores,
são do Senhor; santas são ao Senhor. … No tocante a todas as dízimas do gado e do rebanho,
tudo o que passar debaixo da vara, o dízimo será santo ao Senhor.” Levítico 27:30,32
Quando o assunto é DÍZIMO o SENHOR foi específico: Ele só aceitava se fosse dos frutos da
terra (semente, frutos…) e do animal (gado, rebanho…). Apesar de já existir dinheiro, prata, ouro
e outros bens preciosos, Deus foi taxativo em especificar de onde tinha que proceder os
dízimos.

4. O homem poderia dar dinheiro como dízimo ou era proibido? Quem deve ser atendido
com os dízimos?
“Certamente darás os dízimos de todo o fruto da tua semente, que cada ano se recolher do
campo. E, perante o Senhor teu Deus, no lugar que escolher para ali fazer habitar o seu nome,
comerás os dízimos do teu grão, do teu mosto e do teu azeite, e os primogênitos das tuas
vacas e das tuas ovelhas; para que aprendas a temer ao Senhor teu Deus todos os dias. E
quando o caminho te for tão comprido que os não possas levar, por estar longe de ti o lugar que
escolher o Senhor teu Deus para ali pôr o seu nome, quando o Senhor teu Deus te tiver
abençoado; Então vende-os, e ata o dinheiro na tua mão, e vai ao lugar que escolher o
Senhor teu Deus; E aquele dinheiro darás por tudo o que deseja a tua alma, por vacas, e por
ovelhas, e por vinho, e por bebida forte, e por tudo o que te pedir a tua alma; come-o ali perante
o Senhor teu Deus, e alegra-te, tu e a tua casa; Porém não desampararás o levita que está
dentro das tuas portas…” Deuteronômio 14:22-29

5. Qual era o destino mais apropriado para os dízimos?
“Quando acabares de separar todos os dízimos da tua colheita no ano terceiro, que é o ano dos
dízimos, então os darás ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, para que comam dentro das tuas
portas…” Deuteronômio 26:12-13

6. Aqueles que viviam em tempo integral, dedicados a obra do SENHOR, como os levitas, deviam
ser mantidos pelos doadores, já que são proibidos de ter herança e acumular riquezas?
“Não sabeis vós que os que administram o que é sagrado comem do que é do templo?
E que os que de contínuo estão junto ao altar, participam do altar? Assim ordenou também
o Senhor aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho.” 1 Coríntios 9:13-14

7. Contra quem recai a advertência de Malaquias sobre “roubar a Deus”? O Livro de Malaquias é
escrito para o sacerdote ou membro comum? Para quem era este mandamento?
“Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos
e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação.
Malaquias 3:8
“…diz o SENHOR dos Exércitos a vós, ó sacerdotes, que desprezais o meu nome. E vós dizeis: Em que
nós temos desprezado o teu nome? Ofereceis sobre o meu altar pão imundo, e dizeis: Em que
te havemos profanado? Nisto que dizeis: A mesa do SENHOR é desprezível.” Malaquias 1:6,7
Agora, ó sacerdotes, este mandamento é para vós.Se não ouvirdes e se não propuserdes, no vosso
coração, dar honra ao meu nome, diz o SENHOR dos Exércitos, enviarei a maldição contra vós, e
amaldiçoarei as vossas bênçãos; e também já as tenho amaldiçoado, porque não aplicais a isso o
coração… Então sabereis que eu vos enviei este mandamento, para que a minha aliança fosse com
Levi, diz o SENHOR dos Exércitos.” Malaquias 2:1-4

8. Qual o contexto do capítulo 3 de Malaquias, cujos versos são usados para amedrontar a
membresia das igrejas cristãs nominais com ameaças de maldições? Estes versos são para a
membresia ou para os sacerdotes levitas que furtavam os dízimos, desviando-os para si?
“E assentar-se-á como fundidor e purificador de prata; e purificará os filhos de Levi, e os refinará como
ouro e como prata; então ao SENHOR trarão oferta em justiça… E chegar-me-ei a vós para juízo; e serei
uma testemunha veloz contra os feiticeiros, contra os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra
os que defraudam o diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o direito do
estrangeiro, e não me temem, diz o SENHOR dos Exércitos. Malaquias 3:3,5

9. Cristo, antes de Sua morte redentora e fim do sacerdócio levítico, ele aprovou os dízimos?
“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho,
e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém,
fazer estas coisas, e não omitir aquelas.” Mateus 23:23

10. Após morte e ressurreição de Cristo e fim do sacerdócio levítico, houve alguma
mudança na lei dos Dízimos?
“Porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da lei.” Heb.
7:12
“Porque o precedente mandamento é abrogado por causa da sua fraqueza e inutilidade.” Heb.
7:18

11. Qual o contexto do capítulo 7 de Hebreus onde cita a ab-rogação da lei sacerdotal
para os levitas? Que tema está sendo tratado neste capítulo? Seria sobre Dízimo? Vejam:
“Porque este Melquisedeque, que era rei de Salém, sacerdote do Deus Altíssimo, e que saiu ao
encontro de Abraão quando ele regressava da matança dos reis, e o abençoou; A quem
também Abraão deu o dízimo de tudo, e primeiramente é, por interpretação, rei de justiça, e
depois também rei de Salém, que é rei de paz… Considerai, pois, quão grande era este, a
quem até o patriarca Abraão deu os dízimos dos despojos. E os que dentre os filhos de
Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é,
de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão. Mas aquele, cuja
genealogia não é contada entre eles, tomou dízimos de Abraão, e abençoou o que tinha
as promessas. Ora, sem contradição alguma, o menor é abençoado pelo maior. E aqui
certamente tomam dízimos homens que morrem; ali, porém, aquele de quem se testifica
que vive. E, por assim dizer, por meio de Abraão, até Levi, que recebe dízimos, pagou dízimos.
De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio levítico, que necessidade havia logo de que
outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque, e não fosse chamado
segundo a ordem de Arão? Hebreus 7:1-9 e 11

12. Após a abolição da lei dos dízimos, que prática dos apóstolos verificamos no período
da igreja primitiva? Paulo para a recolher dízimos ou doação como ofertas voluntárias,
sem a determinação de percentagens?
“Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade;
porque Deus ama ao que dá com alegria.” 2 Coríntios 9:7
“No primeiro dia da semana cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a
sua prosperidade, para que não se façam as coletas quando eu chegar.” 1 Coríntios 16:2

13. A igreja verdadeira de Cristo ficou mais pobre porque deixou de recolher dízimos?
“Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou
casas,
vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos.
Atos 4:34

Reflexão para Decisão:
O amor que move-nos a DAR é um dom de Deus.

Por isso, decido contribuir, alegremente, com a obra que Jesus me confiou. De tudo quanto o SENHOR me abençoar darei minha oferta de gratidão.