- Ao Deus Único - http://aodeusunico.com.br -

Você e eu cantaremos o Cântico de Moisés e do Cordeiro?

E vi outro grande e admirável sinal no céu: sete anjos, que tinham as sete últimas pragas; porque nelas é consumada a ira de Deus.
E vi um como mar de vidro misturado com fogo; e também os que saíram vitoriosos da besta, e da sua imagem, e do seu sinal, e do número do seu nome, que estavam junto ao mar de vidro, e tinham as harpas de Deus.
E cantavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes e maravilhosas são as tuas obras, Senhor Deus Todo-Poderoso! Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei dos santos.
Quem te não temerá, ó Senhor, e não magnificará o teu nome? Porque só tu és santo; por isso todas as nações virão, e se prostrarão diante de ti, porque os teus juízos são manifestos. Apocalipse 15:1-4

No Comentário de Moody, lemos que esse Cântico deve tratar “daqueles que triunfaram sobre as forças do mal nos últimos dias, que foram os vencedores da besta, da sua imagem e do número do seu nome (v. 2). Você e eu estaremos entre esses vencedores? Nossas decisões de hoje determinarão esse futuro ou não.

Antecedentes desse Cântico: Êx. 14:31; 15; Nm. 12:7; Dt. 32). “O cântico pelo qual Moisés celebrou o livramento do Egito está sendo agora renovado e recebe o seu final perfeito quando o povo de Deus está finalmente libertado pelo Cordeiro” (Lee). O cântico é um mosaico de material extraído de Êxodo, Salmos (86:9; 111:2; 145:17), e de Isaías (2:2-4; 66:23, etc.)”

Hermes C. Fernandes escreveu que em Deuteronômio 32 “os primeiros 4 versículos do Cântico são uma exaltação da Justiça Divina, e um engrandecimento do nome do Senhor. Moisés, cheio do Espírito de Deus, convoca os céus e a terra para serem testemunhas de suas palavras: “Inclinai os ouvidos, ó céus, e falarei, e a terra ouça as palavras da minha boca” (Deut.32:1)”.
A partir do verso 5, há uma mudança no tom:
“Corromperam-se contra ele; já não são seus filhos, e isso é a sua mancha, GERAÇÃO PERVERSA e depravada é” (v.5).

Nestes últimos dias da história que antecedem a breve volta do Senhor Jesus, também temos uma geração Perversa que prefere torcer por clubes de futebol, sem qualquer sentido prático a não ser alimentar o egoísmo, o EU, o meu time é melhor que o seu, eu sou melhor e mais forte que você, etc., prefere as novelas e os filmes profanos, obras de arte do próprio Satanás,  cumprindo-se o que Paulo escreveu na 2ª carta a Timóteo 4:3,4. “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas”.

Deus aconselha a você e a mim, para darmos ouvidos à verdade, escapando das pragas dos últimos dias e a estarmos vitoriosos diante do mar de vidro cantando o Cântico de Moisés e do Cordeiro, Jesus Cristo. Apocalipse 14:1 e 12.

E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. João 8:32.