- Ao Deus Único - http://aodeusunico.com.br -

O galardão dos Salvos na eternidade (céu e terra renovada)

“E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.” Ap 22:12.

Em gospelprime.com.br Hélio Roberto escreveu: “Se cada um receberá sua recompensa na medida de suas obras, é porque haverá recompensas em medidas diferentes.

O que é o galardão? O que há de mais desejável no céu? Com toda certeza e sem medo de errar, a resposta é simples: O que há de mais desejável no céu é a Presença de Deus! Assim, na minha concepção, o galardão tão prometido nas Sagradas Escrituras é a Presença de Deus. Você pode vir a se perguntar: Então haverá pessoas mais próximas de Deus do que outras? Eu creio que sim, no sentido de que haverá pessoas mais íntimas de Deus do que outras”.

(Abro um parêntese: Na descrição do trono de Deus no céu, em Apoc. 4, vemos que há uma hierarquia ali, evidentemente que fundamentada no amor puro e genuíno e na Justiça plena, a de Deus, ser único no universo, Deus e Pai do nosso Senhor Jesus, seu divino filho e nosso salvador)

“Penso também que isso será algo naturalmente compreendido e aceito por todos. Ao considerarmos que teremos uma mente renovada e livre de qualquer pensamento pecaminoso – como a inveja e a cobiça – torna-se mais fácil compreender e aceitar que aquele irmão que foi mártir e não negou a fé será mais galardoado do que eu; e digo mais, ficaremos felizes por nosso irmão ser tão íntimo de Deus e reconheceremos a justa medida da Justiça recompensatória de Deus. Isso não quer dizer que todos nós salvos não seremos íntimos de Deus, dado que todos, em certa medida, teremos intimidade com Deus. Outrossim, penso que galardões maiores se tratam de mais intimidade com o Senhor, afinal, não há maior recompensa do que essa! Talvez nossos preceitos atualmente deturpados como consequência do pecado e da queda não permitam que alcancemos tão profunda e maravilhosa mudança de paradigmas.

Por fim, desejo alertá-lo (a) quanto ao erro que há no desejo de ter no céu uma recompensa segundo os padrões dessa Terra (posses), bem como incentivá-lo a buscar o maior galardão possível, não por disputa, mas por amor à presença de Deus, e também motivá-lo quanto à alegria que haverá no dia em que entrarmos na cidade celestial e desfrutarmos da maravilhosa presença de Jesus, sendo esse o verdadeiro e mais desejável galardão de todo aquele que ama ao Senhor Jesus!” Fonte: https://www.gospelprime.com.br/qual-sera-o-meu-galardao/

No próximo programa, falaremos de um mártir W. E. H.Lecky, um historiador vastamente lido e ex-membro da Academia Britânica e o que sua família (mãe, esposa e irmã ou filha de um “herege”) sofreu ao vê-lo sob fogo brando.

Deus nos consagre à sua causa santa, para enfrentar o que está à nossa frente, mas, que compensa servir a Ele em espírito e em verdade.

E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. João 8:32, amém, aleluias.

Seremos iguais no Céu? Deus recompensará a todos igualmente?