- Ao Deus Único - http://aodeusunico.com.br -

Honras Ao Casamento. Eu Concedo. E Você?

HONRAS AO CASAMENTO

O verdadeiro casamento bíblico, por vezes, tem sido confundido com uma cerimônia realizada num cartório civil, por um juiz de paz, ou até mesmo com uma cerimônia religiosa realizada por um líder religioso. Essas cerimônias tem a sua devida importância para a sociedade e para a comunidade religiosa, mas não é o que o Senhor pede na essência e na profundidade espiritual que Ele deseja.

Matrimônio é muito superior a uma cerimônia realizada entre homens e por homens. O casamento bíblico tem a ver com (1) Unidade com profunda intimidade entre as partes, ao ponto de tornarem uma só carne; (2) Fidelidade; (3) Reciprocidade; (4) Cumplicidade; (5) Bondade; (6) Companheirismo e (7) Amor, ao ponto do cônjuge negar-se a si mesmo, para promover saúde, bem-estar, paz, confiança e fé ao amado(a).

O matrimônio é mais que uma linda festa e mais que uma aprovação institucional, através dos representantes da justiça ou da religião. Matrimônio é uma aliança eterna feita entre duas pessoas que se amam e que se esforçarão para se fortalecerem nos laços do casamento pelo relacionamento eterno.

A cerimônia, festa, núpcias e testemunho público do enlace são importantes para o casal e a igreja, mas não é o contexto profundo do verso bíblico em ênfase.

O matrimônio a ser reverenciado e honrado não pode ser confundido com um papel escrito: Certidão de Casamento, que na maioria das vezes é utilizado como uma arma jurídica para brigas e verdadeiras extorsões nos tribunais, quando ocorre a separação de corpos e o divórcio. Matrimônio tem a ver com a relação salutar de fidelidade e amor, que transpareça para todos o testemunho de uma relação pura e inspiradora.

Um outro aspecto enfatizado pelo autor do livro aos Hebreus é o leito (cama) sem prostituições, adultérios, traições, fornicações, lascívias, etc.

A relação sexual, íntima, do casal deve uma bênção para a saúde física e emocional. Uma relação entre duas pessoas apenas que se comprometeram um com outro diante de Deus para serem fiéis até o fim. A intrusão de uma terceira pessoa na relação íntima do casal, torna aquilo que deveria ser uma bênção, numa maldição.

Embora o mundo moderno despreze os mandamentos bíblicos para viverem tendências liberais e contrárias à vontade de Deus, as regras que o SENHOR estabeleceu não mudaram, pois o ser humano não mudou e continua o mesmo, carente de regras para guiar os seus pés e coração.

Só Deus sabe tudo, inclusive o que é melhor para os Seus filhos. DELE vêm a aprovação e a bênção para o matrimônio, e também o juízo para os que se desviarem pelos caminhos do pecado e da infidelidade conjugal.

Deus e Cristo Jesus sejam louvados! Amém.

Fábio Amaro