- Ao Deus Único - http://aodeusunico.com.br -

Em tempos de Coronavírus, Lutar ou Fugir.

“Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.” (Romanos 8:38-39)

Dias difíceis, quando o NOVEL MAP DE CORONAVIRUS indica no Brasil 4.681 casos confirmados e 167 mortes relatadas.

Está muito triste o nosso coração, mas, em 2017, o Brasil registrou 4.534 óbitos pela tuberculose, e não vimos nenhum alarde, nenhum alvoroço, nenhum lamento na imprensa.

Alguém escreveu que “a resposta “lutar ou fugir” é uma reação instintiva acionada quando uma pessoa enfrenta perigo. Vem uma explosão de adrenalina enquanto o coração bate mais rápido, capacitando a pessoa a ficar firme e lutar ou a virar as costas e correr. Independentemente da decisão instantânea, seja lutar ou fugir, o resultado desejado é a sobrevivência.

Esta reação é dada para a nossa segurança física. E como fica a segurança espiritual? Através da Bíblia, Deus mostra ocasiões em que se deve ficar firme e lutar, e outras situações em que se deve sair correndo o mais rápido possível.

A luta. Paulo disse para Timóteo: “Combate o bom combate da fé” (1 Timóteo 6:12; 1:18). A batalha de Paulo, porém, não foi com espadas e lanças. Ele lutou contra “muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os homens na ruína e perdição” (1 Timóteo 6:9). Esta é uma batalha mental e espiritual. A chave para vencer esta guerra é controlar todos os desejos, pensamentos e atos.

A fuga. Quando é a hora de fugir? Cada um tem suas próprias fraquezas. Deve-se fugir das situações que conduzem às tentações nas áreas mais vulneráveis na própria vida. Paulo disse a Timóteo: “Foge, outrossim, das paixões da mocidade. Segue a justiça, a fé, o amor e a paz com os que, de coração puro, invocam o Senhor” (2 Timóteo 2:22). Em tais situações, deve se salvar e, às vezes, salvar a própria família da maldade, da mesma maneira que Ló escapou de Sodoma. Infelizmente, ele não fugiu a tempo para salvar sua mulher, que olhou para trás com saudades da cidade, a cidade perversa e corrupta, e perdeu a sua vida.

Essa é uma guerra para a sobrevivência espiritual. É uma batalha em que não há desgraça em fugir do adversário. Porém, devemos ser leais ao vencedor. Este é o fato maravilhoso sobre esta guerra: ela já foi vencida!

Deus te abençoe você, e sua família hoje e sempre”.

Que Deus e seu filho Jesus Cristo tenham misericórdia de nós nessa batalha contra o Coronavírus, uma batalha política pelo poder sobre o Planeta, se não a última batalha antes da volta de Cristo, amargo treinamento para os últimos acontecimentos.

E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. João 8:32. Amém, aleluias.