- Ao Deus Único - http://aodeusunico.com.br -

A Alegria da Salvação no Maravilhoso Testemunho de Zaqueu

Clique aqui e ouça o áudio do Programa A Voz e A Verdade.

Hoje, houve salvação nesta casa, pois que também este é filho de Abraão.” Lc 19:9.

Deus nos deu a graça de em 2012 visitar com minha esposa a cidade de Jericó e a possível árvore ou descendente da que Zaqueu subiu para ver a Jesus.

“Zaqueu era uma chefe dos publicanos muito rico, da época de Jesus, que deu um testemunho público do Senhor Jesus confessando que Jesus era o seu Senhor, não se importando com a sua elevada posição social, com os seus bens, nem com o que pensariam dele.

Zaqueu possivelmente enriqueceu aumentando impostos cobrados ao povo e através de subornos de muitos ricos que pagavam para terem impostos mais baixos. Zaqueu era um pecador e gozava da antipatia do povo judeu, que o considerava um traidor, por ajudar a Roma a extorquir dinheiro do povo. Por isso, Zaqueu, apesar de ser um homem rico era infeliz, necessitado da verdadeira alegria, como muitos ricos e também pobres no mundo de hoje.

Zaqueu ouviu falar de Jesus e quando Jesus entrou na cidade de Jericó, procurou vê-lo. Como era de baixa estatura, subiu, em um sicômoro, uma árvore do médio oriente que produz figos de qualidade inferior, a fim de ver Jesus Cristo, pois sabia que Ele iria passar por aquele lugar.

Jesus sabia, que Zaqueu estava na árvore para vê-Lo e conhecia a vontade do seu coração em conhece-Lo. Assim, quando Jesus chegou ao lugar onde Zaqueu estava olhou para cima, e ….”disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, pois me convém ficar hoje em tua casa.” Lc 19:5.

Zaqueu ouvindo o Mestre desceu depressa e o recebeu em sua casa com alegria. Em sua casa Zaqueu se levantou perante os presentes e confessou que daquele momento adiante Jesus Cristo era o Seu Senhor: “(…) Senhor, resolvo dar aos pobres a metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, restituo quatro vezes mais.” Lc 19:8.

A confissão de Zaqueu demonstrou que aceitou a Jesus Cristo como o Senhor da sua vida, pois além de chamar ao Mestre de Senhor, Zaqueu afirmou que iria proceder conforme Jesus mandara nos seus ensinamentos. Por isso dando metade dos seus bens aos pobres e restituindo a quem tivesse defraudado, Zaqueu estava demonstrando que era Jesus Cristo que mandava na sua vida, e por isso era o Seu Senhor.

O nosso Senhor Jesus ouvindo as suas palavras afirmou: “ (…) Hoje, houve salvação nesta casa, pois que também este é filho de Abraão.” Lc 19:9. Aceitando a Jesus como seu Senhor Zaqueu foi salvo. O apóstolo Paulo descreve no livro aos Romanos que: “Se, com a tua boca, confessares a Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos serás salvo” Rm 10:10.

O nosso Mestre não deseja que O aceitemos apenas como Messias, como o Salvador e Redentor, mas que o aceitemos como o Senhor da nossa vida a quem obedecemos, fazendo a sua vontade, conforme a Palavra. O nosso Mestre deseja que os nossos atos condigam com as nossas palavras. Por isso o nosso Senhor diz: “Porque me chamais Senhor, Senhor, e não fazeis o que vos mando?” Lc 6:46.

Chamar apenas o nosso Mestre de Senhor não é suficiente, é necessário que o obedeçamos, que façamos as coisas da forma como Ele nos ensinou. Zaqueu testemunhou que Jesus era seu Senhor, doando os seus bens aos pobres, e restituindo a aqueles a quem tivesse defraudado. Através da aceitação de Jesus Cristo como seu Senhor e da conversão dos seus pecados Zaqueu experimentou a alegria da salvação.

Jesus deseja dar a você também essa alegria. Aceite-o agora mesmo.

E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. João 8:32. Amém, Aleluias.

FONTE: http://asementedopaodavida.blogspot.com/2015/06/o-alegre-testemunho-de-zaqueu.html