Header
Header
Header
Header
Header

“Obama aprovou a implantação de microchip nos EUA como reforma sanitária para 2013.

O microchip será obrigatório, sem o qual não se poderá ter acesso aos centros de saúde. (mais…)

Para alguns teólogos o uso da palavra echad por Moisés em Deuteronômio 6:4 quando ele disse: “Ouve Israel o Senhor, nosso Deus é o único (echad) Senhor.” É uma das provas da existência de um Deus triuno, isto porque, para eles a palavra echad significa unidade composta.A falsa definição da palavra echad1

“Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto as virtudes do céu serão abaladas”. Lucas 21:26.
O perfeito cumprimento das profecias bíblicas está acontecendo no mundo inteiro. As variações do clima comprovam as verdades da Bíblia com relação aos tempos do fim.

O Apóstolo João começou a sua obra prima com “A Revelação de Jesus Cristo” (Apocalipse 1:1). O Livro do Apocalipse é uma descrição cronológica do período chamado “A Grande Tribulação”, ao qual estamos começando a chegar. É de admirar que os registros dos cientistas sejam mais exatos do que a voz da igreja, no que se refere a este assunto.

O perito Gheorghe Murmureanu do Romenia’s National Institute of Earth Physics diz que “39 terremotos abalaram o globo em apenas dois dias. A série começou com dois fortes tremores na Indonésia, medindo 8.6 e 8.2 na escalara Richter, rapidamente seguidos por três tremores um pouco menores, no México, dentro de 3 horas.

Não há dúvida de que existe algo tremendamente errado. Terremotos fortes demais têm acontecido”, disse Mumureanu, e acrescentou: “Esses tremores são uma surpresa, não podendo ser facilmente explicados pelo conhecimento científico” (“The Earth Cracking Up” – A Terra em Colapso).

Leiamos o que o Apóstolo João disse, exatamente, quando descreveu o drama, conforme Apocalipse 6:12-14: “E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue; e as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte. E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares.”

A frequência dos terremotos tem crescido assustadoramente e os que estudam este assunto estão alarmados. Conforme registro no “Rapture Ready News”, já houve 49 erupções vulcânicas, neste ano de 2012. O vulcão Sangay do Equador liberou 2 quilômetros de nuvem de cinzas, durante um vôo em 13/04, às 8:25, hora local. Isto gerou uma coluna de cinza e vapor de cinza de 2 Km acima do local da cratera (“Rapture Ready News”, 15/04/12). “O sol ficou negro como saco de silício” (Apocalipse 6:12), um dos resultados dessa erupção.

Para aumentar a nossa compreensão do que está acontecendo, devemos considerar como fora da normalidade o que está ocorrendo em nosso sol. Temos aqui o registro do “space.com”, sobre o evento, em 16/04: “O sol irrompeu numa intensa erupção solar, hoje, 16/04, liberando uma tremenda quantidade de plasma super-aquecido, que subiu a uma altura acima da superfície da estrela, antes de se lançar ao espaço. Essa poderosa erupção solar foi registrada como uma moderada, da classe M1.7, na escala das tempestades solares, colocando-se firmemente na média da escala usada pelos cientistas, para medir a força da erupção. Essa tempestade solar é a mais forte das erupções captadas este ano, nas fotos e nos vídeos da NASA, revelando-se com uma amostra visível de plasma magnético”.

Quando será que o sol vai, de fato, deixar de brilhar? Deixemos a reposta ao Criador…

A infalível e perfeita Palavra de Deus declara: “… havendo os teus juízos na terra, os moradores do mundo aprendem justiça”. A cegueira do mundo ocidental em relação às coisas sagradas e sua arrogante negação de um possível julgamento divino é notória. Se Deus não agir contra os pecados da humanidade Sua reputação estará em jogo. Não há dúvida de que o Soberano Deus está preparando uma visitação a este mundo, não mais com a vinda do Seu Filho para nos salvar, mas com os castigos que merecemos. O Espírito de Deus falou pelo Apóstolo Pedro, em seu sermão, no Dia de Pentecoste. Pedro estava se dirigindo à dispensação da igreja, daquele tempo, até hoje. Se existe um capítulo na Bíblia que deveria ser uma clara advertência ao mundo eclesiástico, este é o capítulo. A igreja de Jesus Cristo foi inaugurada no Pentecoste e o Espírito Santo não deixou de anunciar a hora final.

Pedro falou muito apaixonadamente sobre os últimos dias com respeito ao Reino de Deus na Terra: “E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; e os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, os vossos jovens terão visões, e os vossos velhos terão sonhos; e também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as minhas servas naqueles dias, e profetizarão; e farei aparecer prodígios em cima, no céu; e sinais em baixo na terra, sangue, fogo e vapor de fumo. O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes de chegar o grande e glorioso dia do Senhor; e acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”. (Atos 2:17-21). Pedro usou a palavra grega “lasteschatos”, cuja significação é “o mais remoto”, “o extremo” ou “o último dos últimos”. É evidente que já chegamos a este tempo.

As coisas que estão para acontecer, brevemente, vão abalar o âmago deste mundo. Imaginem à 1:30 hora da tarde, num dia ensolarado, de repente, o sol desaparecendo e tudo ficando às escuras, como se fosse meia-noite! Nada na ciência natural ou na natureza poderá identificá-lo como uma causa natural. Os cientistas que estudam a atmosfera estão sendo rapidamente levados a um novo rumo de pensamento e só conseguem dizer: “Isso é inesperado… Não temos respostas”. A escuridão não apenas vai estarrecer de medo as pessoas como sendo um ato divino, mas uma comoção espiritual perturbadora vai segui-la, mais forte do que a do dia 11 de Setembro, a qual foi uma pálida amostra do que virá. Os animais buscarão refúgio, as aves buscarão os poleiros e os cães vão ladrar de terror.

O eclipse solar poderá ser seguido com a lua se tornando cor de sangue, percorrendo o firmamento como se estivesse dando um banho de sangue no mesmo. A cor do sangue vai deixar todas as coisas celestes com uma negritude avermelhada. Os ímpios vão blasfemar contra os céus e se atirar ao uso das drogas. A Bíblia promete que este julgamento vindouro será tão assustador que as multidões despreparadas vão ficar apavoradas ao ver “as virtudes do céu sendo abaladas”. Nossa lua atual é o corpo celeste que determina as marés dos oceanos. Quando ela começar a entrar em convulsão, as águas da Terra vão fazer o mesmo. O Filho de Deus nos avisou sobre o que vai acontecer: “E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas”. (Lucas 21:25). A costa leste e a oeste da América certamente vão experimentar tsunamis, que devastarão as principais cidades. Nesse tempo, os debates sobre as condições climáticas deixarão de ser o assunto dos jornais, diante da realidade tenebrosa que estará presente. Os ateus vão amaldiçoar e jurar ou então se voltar para a adoração. Já não haverá meio termo entre os crentes e os incrédulos.

O apóstolo Pedro falou das coisas que vão acontecer, como sendo quase antecipadamente inadmissíveis. Um eclipse do sol, com a lua se tornando em sangue é apenas uma parte do que o mundo cristão poderá encarar, enquanto estiver aguardando o Arrebatamento.

O Apóstolo Pedro disse: “Mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios…Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão” (2 Pedro 3:7,10).

Estamos falando de eventos inacreditáveis. Fenômenos da natureza poderão causar alguns destes eventos, mas eles serão de tal maneira inesperados e inexplicáveis que a Soberania de Deus será reconhecida. Conquanto os sete anos da Grande Tribulação não devam começar antes do Arrebatamento, o prelúdio desses sete anos certamente vai acontecer. Uma multidão de pessoas honestas de coração certamente vai repudiar os críticos da Bíblia e começar a dar glória a Deus. Quando o sol desaparecer – ou for coberto pela mão de Deus – e o mundo inteiro ficar em trevas, os altares e os bancos das igrejas ficarão lotados de pessoas se lamentando.

O Espírito Santo usou o Apóstolo Pedro para explicar o julgamento divino; porém, acenou com uma esperança, conforme Atos 2:19-21: “E farei aparecer prodígios em cima, no céu; e sinais em baixo na terra, Sangue, fogo e vapor de fumo. O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes de chegar o grande e glorioso dia do Senhor; e acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.”

A propósito deste sermão de Pedro, lembramo-nos das preocupações dos ambientalistas, celebrando o “Dia da Terra”. Posso entender suas preocupações. Quando se considera o que a Bíblia profetizou que vai acontecer, eles têm motivos para ficar profundamente amedrontados. Por isso, estão se mobilizando para salvar a Terra. Em um dos seus sites, lemos: “Nosso planeta, nosso lar, está sendo negligenciado. O clima muda continuamente. Parece acontecer um novo desastre ecológico diariamente. Este ‘Dia da Terra’, é o tempo de mobilizar os que pisam o chão do planeta para enviarem uma mensagem de que a Terra não pode mais esperar” (Mobilize the Earth).

É triste observar tantas pessoas tateando nas trevas da ignorância bíblica. Os desastres vão acontecer a essas amadas pessoas, exceto às que forem alcançadas para Cristo e participarem do Arrebatamento dos salvos. …

O Apóstolo Pedro estava falando em Jerusalém para a multidão e para a igreja, o que significa que uma parte do julgamento divino poderá acontecer a qualquer momento. Todos nós seremos apanhados de surpresa, caso não estejamos preparados para o que o Senhor vai fazer.

Minha oração é que Ele envie uma parte desses desastres antes do Arrebatamento, a fim de que muitos que ainda estão perdidos, possam despertar para a verdade do evangelho, o qual poderá livrá-los de tão terríveis acontecimentos.
Pr. Joseph Chambers – “The Weather Paterns Gone Berserk”
Tradução e adaptação por Mary Schultze – 20/04/2012.

“E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, palavras libertadoras de Cristo, o divino Filho único do Deus único, o Pai, em João 8:32.
“O Deus Eterno proíbe tanto o culto a imagens que representem falsos deuses quanto a representação artística de Si próprio. Veja o que diz Deuteronômio 4:15-18:
“Guardai, pois, cuidadosamente, a vossa alma, pois aparência nenhuma vistes no dia em que o SENHOR, vosso Deus, vos falou em Horebe, no meio do fogo; para que não vos corrompais e vos façais alguma imagem esculpida na forma de ídolo, semelhança de homem ou de mulher, semelhança de algum animal que há na terra, semelhança de algum volátil que voa pelos céus, semelhança de algum animal que rasteja sobre a terra, semelhança de algum peixe que há nas águas debaixo da terra.”
Essa é uma explicação adicional do segundo mandamento e note que inclui mesmo imagens semelhantes a seres humanos e a aves”.
http://www.adventistas.com/outubro2002/icone_trindade.htm
A Bíblia sagrada usa muito a expressão derramar representando ao Pai nos enviando o Seu Espírito. Pode-se derramar uma pessoa sobre outra?
E também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as minhas servas naqueles dias, e profetizarão; Atos 2:18. Passagens idênticas são encontradas em:
E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito. Joel 2:29
Porque derramarei água sobre o sedento, e rios sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito sobre a tua posteridade, e a minha bênção sobre os teus descendentes. Isaías 44:3
E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. Joel 2:28.
E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, Que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; E os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, Os vossos jovens terão visões, E os vossos velhos terão sonhos; Atos 2:17.
O termo “espírito santo” aparece apenas três vezes na Bíblia Hebraica (em Salmos 51:11 e duas vezes em Isaías 63:10-11), sempre antecedido do pronome seu ou teu, de Deus, nunca isolado como sendo outra pessoa ou ser = a Deus. No judaísmo, Deus é um.
Você que estuda a Bíblia, conhece um só verso em que o Pai, Deus único e verdadeiro nas palavras de Jesus em João 17:3 ou Seu divino Filho, Jesus Cristo converse com o Espírito Santo?
Porventura o livro do Apocalipse mostra um trono no céu para alguém além de Deus e o Cordeiro, Jesus?
O livro do Apocalipse, desfecho do Conflito Cósmico entre Deus e Satanás, cita pelo menos uma vez a expressão Espírito Santo? Quando aparece a expressão Espírito, refere-se a Cristo ou ao Pai.
Que permitamos a Deus e a Seu divino Filho nos encher com seu precioso Espírito.
Alguns têm acusado os Adventistas Bereanos do 7º. Dia de ensinarem que o Espírito Santo é Jesus.
Entretanto, embora creiamos piamente no precioso Espírito de Deus, não fomos nós os Bereanos, mas a serva do Senhor, EGW, talvez inspirada no fato de que o Pai encheu a seu Filho com o Espírito Santo (Atos 2:32 e 33), quem escreveu “O Espírito Santo é Ele mesmo…” (Cristo), texto que foi omitido do DTN, conforme bem exposto em http://arquivoxiasd.com/dtn.htm.
EGW, em o DTN, p. 112 escreveu acerca do envio do Espírito de Deus por ocasião do Batismo de Jesus: “Suplica ao Pai poder para vencer a incredulidade deles, quebrar as cadeias com que Satanás os escravizou, a derrotar, em seu benefício, o destruidor. Pede o testemunho de que Deus aceite a humanidade na pessoa de Seu Filho.
Nunca dantes haviam os anjos ouvido tal oração. Anseiam trazer a Seu amado Capitão uma mensagem de certeza e conforto. Mas não; o próprio Pai responderá à petição do Filho. Diretamente do trono são enviados os raios de Sua glória. Abrem-se os céus, e sobre a cabeça do Salvador desce a forma de uma pomba da mais pura luz – fiel emblema dEle, o Manso e Humilde”. (Mat. 11:28 A 30).
É DESONRAR A DEUS DIZER QUE O ESPÍRITO SANTO DE DEUS É UM DEUS = AO PAI. A POMBA É SÍMBOLO DE CRISTO E NÃO DE UMA 3A. PESSOA.
RAIOS DE GLÓRIA É QUE FORAM ENVIADOS DO TRONO DE DEUS, NÃO UMA 3a. PESSOA DA TRINDADE INEXISTENTE NO CÉU.
ESSES RAIOS DE GLÓRIA FORMARAM COMO QUE UMA POMBA DA MAIS PURA LUZ. NÃO DESCEU UMA POMBA. JAMAIS.
Por que em passagens tão representativas como as seguintes, Cristo não citou uma terceira pessoa que fosse, como ensinam, igual a Ele e ao Pai?
“Porque, qualquer que de mim e das minhas palavras se envergonhar, dele se envergonhará o Filho do homem, quando vier na SUA GLÓRIA, e na DO PAI e dos SANTOS ANJOS. Lucas 9:26.
“Também este beberá do vinho da IRA DE DEUS, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre DIANTE DOS SANTOS ANJOS e diante DO CORDEIRO. Apocalipse 14:10
Assim, como expresso pelo irmão José Pereira “sem medo de errar, podemos afirmar que, “Espírito Santo” é um título adjetivado que é aplicado aos seres espirituais que detém a condição de serem “santos”. Então, Espírito Santo, é um dos títulos atribuídos ao Pai, que é Deus. Espírito Santo é um dos títulos atribuídos ao Filho de Deus, conforme verificamos em ATOS 20:28 e 1PEDRO 1:11 E 12. Espírito Santo, pode ser, e, é um dos espíritos ministradores, anjos santos (porque existem os que deixaram de ser santos, e são espíritos rebeldes); que podem sim receber esse título adjetivado, porque são santos e são espíritos, portanto espíritos santos”.

Esta mensagem foi elaborada por Paulo Augusto da Costa Pinto, e levada ao ar na voz por ele no dia 24 de abril de 2012 às 6:50h pela Rádio Juazeiro, ZYH 459, AM, no Programa A Voz e A Verdade que acontece diariamente de 2ª a 6ª feira e aos sábados e domingos às 14h e pela webtv http://ww.radiojuazeiro.com.br ou pela Rádio Adventista Bereana do 7º. Dia: http://ww.adventistas-bereanos.com.br/radio.php no 24 h.

“E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, palavras libertadoras de Cristo, o divino Filho único do Deus único, o Pai, em João 8:32.
Na 2ª. carta do apóstolo Paulo aos Coríntios capítulo 11, verso31 lemos “O Deus e Pai do Senhor Jesus Cristo, que é eternamente bendito, sabe que não minto”.
Esta é uma jóia preciosa da inspiração bíblica com verdades solenes de que o mundo todo dela carece.
1ª. Verdade: Há um só Deus no Universo;
2ª. Verdade: Esse Deus, e nosso Pai, também é o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, seu divino Filho e nosso Salvador;
3ª. Verdade: o apóstolo Paulo, convertido a Deus mediante Cristo que lhe apareceu na estrada de Damasco, tinha a convicção de que Cristo sabia que ele não mentia ao dar testemunho dos seus sofrimentos por amor do evangelho.
Há poucos dias ao visitar com minha esposa o Museu de Cairo, no Egito, ao ver as riquezas do Faraó Tutankamon (antes Tutankaton), pude resgatar mediante testemunho do guia que nos acompanhava um pouco da história desse faraó e do seu pai, Akhenaton, que, há mais de três mil anos, substituiu todas as divindades egípcias (trindades) por um deus único, que ele ainda na sua fé incipiente chamou de Aton, conforme Claudine Le Tourneur d’Ison era: “símbolo da vida, do amor, da verdade, arruinando o clero todo-poderoso de Tebas”, abrindo pela primeira vez na história desse povo um caminho rumo ao monoteísmo”.
“A idéia do Deus único e universal foi se tornando cada vez mais consistente para Akhenaton.
Para ele (Akhenaton), Aton é um princípio divino invisível, intangível e onipresente, porque nada pode existir sem ele.
Para Akhenaton todos os homens são iguais diante de Aton. A experiência espiritual de Akhenaton e os textos da época amarniana deslumbraram mais de uma vez os sábios cristãos. Numa certa medida, pode-se dizer que ele é uma prefiguração do cristianismo que viria, com uma visão profunda da unicidade divina, traduzida pelo monoteísmo. É espantosa a semelhança existente entre o Hino a Aton e os textos do Livro dos Salmos da Bíblia, em especial o Salmo 104.
Por outro lado, é fácil encontrar semelhanças entre a vida de Akhenaton e a vida de Moisés. Se um destrói o bezerro de ouro, o outro luta contra a multiplicidade de deuses egípcios, ambos lutando pelo ideal do monoteísmo e se colocando como mestres dos ensinamentos divinos para todo um povo.
Com sua morte, os sacerdotes de Tebas voltaram a ter força e indicaram Tut-ankh-Aton, que imediatamente mudou seu nome para Tut-ankh-Amon, indicando que Amon (deus triúno) voltava a ser o deus supremo do Egito. Por ser muito jovem e não possuir a estrutura de seus antecessores, Tut-ankh-Amon permitiu a volta da influência de Tebas que, por sua vez, não mediu esforços para destruir todo o legado de Akhenaton.
Sua experiência foi uma tentativa sincera de perceber a Eterna Sabedoria e de torná-la perceptível a todos. A coragem que demonstrou na luta constante por seus ideais, sem dúvida, fez dele um marco eterno na história da humanidade.
A história de Akhenaton mostra, mais uma vez, que um homem ou uma mulher melhor faz um meio melhor, e que a força de sua convicção em seu objetivo altera a vida do meio, seja este uma rua, um bairro, uma cidade, um país…. o Universo. Para isto, há de se ter Coragem”! http://www.misteriosantigos.com/pagina12.htm
Tem você coragem de conhecer e defender o que é verdade ou tem medo da maioria?
“E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (João 8:32), disse Cristo magistralmente.

Esta mensagem foi preparada e levada ao ar na voz de Paulo Augusto da Costa Pinto, no dia 17 de abril de 2012 às 6:50h pela Rádio Juazeiro, ZYH 459, AM, no Programa A Voz e A Verdade que acontece diariamente de 2ª a 6ª feira e aos sábados e domingos às 14h e pela webtv http://ww.radiojuazeiro.com.br ou pela Rádio Adventista Bereana do 7º. Dia: http://ww.adventistas-bereanos.com.br/radio.php no 24 h.

Em 19 de abril de 2012 Israel viveu mais um dia de luto nacional, com atos em todas as instituições públicas e com o simbólico toque das sirenes, paralisando todo o país às 10h da manhã. Conforta-os, e a nós também, saber que Deus não permitiu que “o povo judeu fosse aniquilado como os nazistas haviam planejado”.
O Holocausto foi um dos episódios mais tristes e cruéis de toda a História.
Impressionante é que as organizações religiosas da época da segunda guarra mundial, a exemplo da Igreja Católica Apostólica Romana e, quem diria, a Igreja Adventista do 7o. Dia, adotaram a mentalidade Nazista e contribuíram para esse genocídio cruel.
“Em função do 60o. aniversário do fim da II Guerra Mundial, os líderes da Igreja Adventista do Sétimo Dia na Alemanha e Áustria emitiram uma declaração expressando que “lamentam profundamente” qualquer participação em atividades nazistas, ou em seu apoio, durante a guerra. As entidades da Igreja “honestamente confessam” a falha “em seguir a Nosso Senhor” por não protegerem os judeus, e outros, do genocídio daquela época, amplamente conhecida como o Holocausto. Milhões de pessoas pereceram de atrocidades da guerra, inclusive mais de seis milhões de judeus que foram exterminados em perseguições nazistas durante o período de 12 anos, entre 1933 e 1945″.

Os dirigentes da Igreja também expressaram pesar de que “nossos povos se tornaram associados com o fanatismo racial destruidor de vidas e liberdade de 6 milhões de judeus e representantes de minorias por toda a Europa”, e que “muitos adventistas do sétimo dia não compartilharam das necessidades e sofrimentos de seus concidadãos judaicos”.
“Os líderes denominacionais se adaptaram e até adotaram algo da ideologia anti-semítica dos nazistas; em alguns casos, fizeram mais do que o necessário para agradar as autoridades [nazistas]. Isto é algo que realmente nos parece estranho”, declarou Heinz”.

http://www.adventistas.com/agosto2005/iasd_nazista.htm

 

Magistrais afirmativas de E. G. W. mostram que Jeova, o ser eterno, existente por si mesmo, … É O ÚNICO QUE TEM DIREITO A REVERÊNCIA E CULTO SUPREMOS” confirmam o que a Bíblia mostra em Apoc. 4 e em seu todo. Ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, Seu divino Filho, foi concedido o direito de também ser adorado (Heb. 1:6).Filhos e Filhas de Deus
DEUS SEJA LOUVADO E ENGRANDECIDO O SEU NOME.
AINDA QUE EGW OU QUALQUER OUTRA PESSOA AFIRME ALGO DIFERENTE A POSTERIORI, A BÍBLIA PERMANECE AFIRMANDO UMA SÓ VERDADE, IMUTÁVEL, ETERNA.
MARANATA.
Paulo Augusto da Costa Pinto
www.pacostapinto.com.br


Cristo afirmou: “E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam”; Mateus 6:28. (mais…)

No evangelho de João capítulo 17, verso 3, Cristo afirmou: “E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste”.

Algumas verdades solenes estão presentes nessa possante e lapidar afirmação de Cristo, o Filho único do Deus único:

1- Não existe para Cristo uma trindade, pois, na divindade Ele menciona apenas dois e somente dois seres: o Pai e o Filho.

2- Definiu a vida eterna como consistindo, em resumo, em conhecer ao Pai, Único Deus verdadeiro e a Jesus Cristo, aquele que o Pai enviou. Ele não fala em uma 3a. pessoa na divindade.

3- Afirma categoricamente que o verdadeiro e maior, em essência, é o Pai.

4- A afirmativa de Cristo é de um significado transcendental, inigualável, imbatível, na medida em que Ele, Cristo, a maior autoridade do Universo depois do Pai, foi quem assim se expressou, MOSTRANDO A RELEVÂNCIA DO TEMA DA VERDADEIRA ADORAÇÃO QUANDO AFIRMA QUE A VIDA ETERNA CONSISTE EM CONHECER AO PAI COMO ÚNICO DEUS VERDADEIRO E A JESUS, AQUELE POR ELE ENVIADO, superando quaisquer teorias ou afirmativas contrárias de quem quer que seja, anteriores ou posteriores, NOCAUTEANDO, DESMORONANDO, O DOGMA ROMANO DA TRINDADE.

No mesmo evangelho de João, no capítulo 8:26, assim lemos, palavras do próprio Cristo: “Muito tenho que dizer e julgar de vós, mas AQUELE QUE ME ENVIOU É VERDADEIRO; e o que dele tenho ouvido, isso falo ao mundo”.

No entanto, ao lermos a primeira epístola do mesmo apóstolo João, capítulo 5, o mesmo capítulo que contém forte adulteração reconhecida sobejamente pela crítica textual, conhecida como ‘coma joanina’, versos 7 e 8 elaborada para apoiar o dogma romano da trindade, encontramos o verso 20: “Também sabemos que o Filho de Deus é vindo e nos tem dado entendimento para reconhecermos o verdadeiro; e estamos no verdadeiro, em seu Filho, Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna”. ARA, 1993.

Se entendermos como se têm explicado, que Cristo é o verdadeiro Deus e não o Filho de Deus, tudo o mais que Cristo falou e o restante da Bíblia que mostra, a exemplo do que o apóstolo Paulo escreveu em I Cor. 8:6 que para ele o único Deus é o Pai e o único Senhor, é Jesus, todo o restante da Bíblia torna-se mentira, só porque alguém, mal intencionado ou não, traduziu o texto tendenciosamente para apoiar o dogma romano da trindade.

Ora, se observarmos bem, esse verso diz exatamente o contrário do que Cristo disse no verso 3 do capítulo 17 de João, que refere-se à oração sacerdotal de Cristo pelos seus discípulos.

Aqui se diz que é Cristo o verdadeiro Deus e a vida eterna. Ora, onde ficou o Pai que Cristo afirmou ser o verdadeiro Deus? O Pai não é mais o “Único Deus verdadeiro” como afirmado pelo próprio Cristo em João 17:3 e registrado pelo mesmo autor de I João? E a 3ª pessoa da santíssima trindade como defendem os trinitarianos, onde fica? Se o verso diz o que parece dizer, a trindade acaba duma tacada só, com um só verso!

Como entender então esse labirinto, que muito se assemelha à adulteração feita no mesmo capítulo 5 de I João, versos 7 e 8? (A própria iasd admitiu junto com outras corporações religiosas que I Jo. 5:7 e 8 é adulterado. Confira em:  http://www.cpb.com.br/htdocs/periodicos/licoes/adultos/2009/frlic932009.html e que os homens alteraram as Escrituras para elas parecerem dizer o que Deus não disse. Infelizmente, após reconhecer a adulteração, sem qualquer prova bíblica, volta-se para o próprio vômito e defende o deus trino criado nos porões de Roma).

É de grande valor o livro O que Jesus Disse? O que Jesus Não Disse? Quem alterou a Bíblia e porque, de autoria de Bart D. Ehrman. Tive a grande felicidade de lê-lo todo. Como aprendi! Recomendo sua leitura a todos que querem deixar de ser enganados.

Sobre as adulterações das Escrituras Sagradas, EGW escreveu: “Vi que Deus havia de maneira especial guardado a Bíblia, ainda quando dela existiam poucos exemplares; e homens doutos nalguns casos mudaram as palavras, achando que a estavam tornando mais compreensível quando, na realidade, estavam mistificando aquilo que era claro, fazendo-a apoiar suas estabelecidas opiniões, que eram determinadas pela tradição. Vi, porém, que a Palavra de Deus, como um todo, é uma cadeia perfeita, prendendo-se uma parte à outra, e explicando-se mutuamente. Os verdadeiros pesquisadores da verdade não devem errar; pois não somente é a Palavra de Deus clara e simples ao explanar o caminho da vida, mas o Espírito Santo é dado como guia na compreensão do caminho da vida ali revelado”. – Primeiros Escritos, cap. 51.

Vamos, então, ver o que o verso diz de fato e não o que fizeram parecer dizer.

I João 5:20: “Também sabemos que o Filho de Deus é vindo e nos tem dado entendimento para reconhecermos o verdadeiro; e estamos no verdadeiro, em seu Filho, Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna”.

“Reconhecermos o verdadeiro”, que significa isso? Cristo já dissera em João 8:26 e 17:3 que esse verdadeiro refere-se ao Pai, único Deus verdadeiro. Foi para isso que Cristo veio, para nos dar entendimento sobre esse verdadeiro.

“e estamos no verdadeiro, em seu Filho, Jesus Cristo”. Aqui fica claro que estamos no verdadeiro, quando estamos em Seu Filho, mediante ou por meio de Jesus Cristo. Agora sim, há sentido, há coerência com o restante das Escrituras Sagradas. Fora isso é um arrumadinho de péssimo mau gosto para apoiar o dogma romano da trindade em detrimento da segura Palavra de Deus. Isso sim, se chama torcer as Escrituras para a própria perdição (II Ped. 3:15 e 16).

Aí o verso conclui: “Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna”. Só podemos entender que esse verdadeiro Deus e a vida eterna se refiram ao Pai e não a Cristo, uma vez que Cristo, divino Filho desse verdadeiro Deus, veio revelá-LO ao mundo.

João 3:16: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. Quem amou primeiramente a nós foi o Pai e por isso deu-nos o Seu Filho unigênito para a nossa salvação.

Alguém escreveu: “Antes de uma cruz ser fincada lá no Calvário, foi encravada no coração de Deus”; o Pai deu Seu Filho único para nos salvar, pelo que Ele (o Pai) é o primeiro salvador, depois, Cristo. Pois isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador (I TIMÓTEO 2:3); nem defraudando, antes mostrando perfeita lealdade, para que em tudo sejam ornamento da doutrina de Deus nosso Salvador (TITO 2:10).

Alguém, com sabedoria escreveu: “Antes de a cruz ser fincada no Calvário, foi primeiramente fincada no coração de Deus”.

Foi esse Deus verdadeiro e único a quem Cristo, o divino Filho único do Deus único e verdadeiro, veio revelar.

Amém, aleluia.

Ver também o que está publicado em: http://www.adventistas-bereanos.com.br/2007fevereiro/quemeoverdadeirodeusde1joao5.20.htm

PAULO AUGUSTO DA COSTA PINTO

Muitos irmãos sinceros duvidam quando alguém afirma que sua igreja ou denominação está envolvida com o Ecumenismo, que nivela a verdade por baixo, unindo corporações religiosas diferentes, porém com pontos comuns de doutrinas.
A Bíblia nos adverte: “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?” 2 Coríntios 6:14.
Alguém pode alegar que o texto se refere a infiéis e não a crentes. Mas, quem rejeita obedecer à Santa Lei de Deus, mesmo que se considere crente, é um infiel.

No link a seguir você lerá uma lista de representantes de organizações religiosas atuantes no Conselho Mundial de Igrejas, embora algumas dessas organizações – para não assustar seus membros mais zelosos para com a verdade – tenham optado por ainda não ser membros oficiais do órgão em nível mundial.
Entretanto, essas organizações já modificaram seu corpo doutrinário atendendo às exigências do órgão.
“A Igreja Católica, tanto na sua práxis como nos textos oficiais, sustenta que a comunhão das Igrejas particulares com a Igreja de Roma, e dos seus Bispos com o Bispo de Roma, é um requisito essencial – no desígnio de Deus – para a comunhão plena e visível”. Carta Encíclica UT UNUM SINT – Pág. 107-108

Os adventistas devem buscar a expressão em inglês: “Seventh Day Adventist Church”.
CONFIRA a lista em http://www.ncccusa.org/about/comcomfaithgroups.html

Outros links interessantes:

http://www.adventistas-historicos.com/arquivos/A_IRLA_John_Graz.ppt

http://www.adventistas-historicos.com/arquivos/Entendendo_Ecumenismo.ppt

http://www.adventistas-historicos.com/arquivos/Entendendo_el_Ecumenismo.ppt

São magistrais as palavras de Cristo: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Mateus 7:21.

“…Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida”. Apocalipse 2:10

DE AUTOR DESCONHECIDO, EXAMINE ESSA APRESENTAÇÃO EM .ppt E VEJA AS EVIDÊNCIAS BÍBLICAS.
Quem_Esp_Santo_João 14_16